02 de agosto de 2013 em Gestão

400 Guardas Municipais farão curso “Guarda Municipal, Segurança Pública e Direitos Humanos”

O Policiamento Comunitário será o principal foco do curso e das oficinas que serão ministradas até o final de agosto


O curso e as oficinas são um convênio entre a Prefeitura de Fortaleza e a Secretaria Nacional de Segurança Pública

Aulas com técnicas de mediação de conflitos, sobre conservação do patrimônio público, de policiamento comunitário, entre outras. Essas são algumas disciplinas do curso Guarda Municipal, Segurança Pública e Direitos Humanos que será ministrado a 400 guardas municipais, subinspetores e inspetores. A ideia é fornecer conhecimentos teóricos e práticos de técnicas e procedimentos operacionais e de relações humanas para o cotidiano das atividades do agente de segurança pública.


O foco do trabalho deverá ser o policiamento comunitário de forma preventiva. A capacitação para os guardas terá início na próxima segunda-feira, 5 de agosto, e será realizada em duas turmas, com duração de 15 dias para cada uma.


Após o término do curso, no final de agosto, serão ofertadas 10 oficinas, aos sábados, com duração de oito horas, em 20 escolas públicas municipais. Nesta etapa, serão capacitados os guardas que participaram do curso e a comunidade escolar, totalizando 1.000 pessoas. Entre os temas das oficinas, estão: Uso Abusivo e Indevido de Drogas; Bullying; Noções de Segurança Pública para População em Situação de Vulnerabilidade Social e; Educação Ambiental.


O curso e as oficinas são um convênio da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Guarda Municipal, e da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), vinculada ao Ministério da Justiça. A instituição executora dos cursos e das oficinas será a Universidade de Fortaleza (Unifor).

 

400 Guardas Municipais farão curso “Guarda Municipal, Segurança Pública e Direitos Humanos”

O Policiamento Comunitário será o principal foco do curso e das oficinas que serão ministradas até o final de agosto

O curso e as oficinas são um convênio entre a Prefeitura de Fortaleza e a Secretaria Nacional de Segurança Pública

Aulas com técnicas de mediação de conflitos, sobre conservação do patrimônio público, de policiamento comunitário, entre outras. Essas são algumas disciplinas do curso Guarda Municipal, Segurança Pública e Direitos Humanos que será ministrado a 400 guardas municipais, subinspetores e inspetores. A ideia é fornecer conhecimentos teóricos e práticos de técnicas e procedimentos operacionais e de relações humanas para o cotidiano das atividades do agente de segurança pública.


O foco do trabalho deverá ser o policiamento comunitário de forma preventiva. A capacitação para os guardas terá início na próxima segunda-feira, 5 de agosto, e será realizada em duas turmas, com duração de 15 dias para cada uma.


Após o término do curso, no final de agosto, serão ofertadas 10 oficinas, aos sábados, com duração de oito horas, em 20 escolas públicas municipais. Nesta etapa, serão capacitados os guardas que participaram do curso e a comunidade escolar, totalizando 1.000 pessoas. Entre os temas das oficinas, estão: Uso Abusivo e Indevido de Drogas; Bullying; Noções de Segurança Pública para População em Situação de Vulnerabilidade Social e; Educação Ambiental.


O curso e as oficinas são um convênio da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Guarda Municipal, e da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), vinculada ao Ministério da Justiça. A instituição executora dos cursos e das oficinas será a Universidade de Fortaleza (Unifor).