29 de julho de 2021 em Social

Atualização do Cadastro Único e do Bolsa Família segue suspensa até janeiro de 2022

O benefício das pessoas com cadastro desatualizado não será bloqueado


Como medida de segurança contra a disseminação da Covid-19, a Prefeitura de Fortaleza informa, por meio da Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), que as famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família e inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) não precisarão realizar atualização cadastral até 22 de janeiro de 2022. O benefício das pessoas com cadastro desatualizado não será bloqueado.

A suspensão da atualização do cadastro para programas sociais do Governo Federal foi prorrogada pelo Ministério da Cidadania, conforme a Portaria Nº 649/2021, publicada nesta quarta-feira (28/07), no Diário Oficial da União. A medida foi adotada para evitar aglomeração nas unidades de atendimento socioassistenciais, resguardando a saúde dos usuários e profissionais da rede de proteção social.

Mesmo sem a necessidade de averiguação e revisão cadastral, todas as unidades dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Centros Pop, núcleos do Cadastro Único das Regionais e os Vapt Vupts Messejana e Antônio Bezerra estarão funcionando de forma presencial para realizar atualização e/ou inclusão do Cadastro Único da família.

Atualização do Cadastro Único e do Bolsa Família segue suspensa até janeiro de 2022

O benefício das pessoas com cadastro desatualizado não será bloqueado

Como medida de segurança contra a disseminação da Covid-19, a Prefeitura de Fortaleza informa, por meio da Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), que as famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família e inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) não precisarão realizar atualização cadastral até 22 de janeiro de 2022. O benefício das pessoas com cadastro desatualizado não será bloqueado.

A suspensão da atualização do cadastro para programas sociais do Governo Federal foi prorrogada pelo Ministério da Cidadania, conforme a Portaria Nº 649/2021, publicada nesta quarta-feira (28/07), no Diário Oficial da União. A medida foi adotada para evitar aglomeração nas unidades de atendimento socioassistenciais, resguardando a saúde dos usuários e profissionais da rede de proteção social.

Mesmo sem a necessidade de averiguação e revisão cadastral, todas as unidades dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Centros Pop, núcleos do Cadastro Único das Regionais e os Vapt Vupts Messejana e Antônio Bezerra estarão funcionando de forma presencial para realizar atualização e/ou inclusão do Cadastro Único da família.