08 de julho de 2013 em Saúde

CPDrogas atende familiares e usuários de álcool, crack e outras drogas

A unidade foi inagurada dia 24 de junho pelo prefeito Roberto Cláudio


As instalações do CPDrogas garantem o acolhimento humanizado (Foto: Marcos Moura)

Os familiares e usuários de álcool, crack e outras drogas podem encontrar atendimento no Centro Integrado de Referência sobre Drogas, inaugurado no último dia 24 de junho pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio. A missão é acolher, orientar e encaminhar aos serviços assistenciais, de forma que todo atendimento seja devidamente acompanhado com o objetivo de garantir a efetividade do serviço. O Centro é vinculado a Coordenadoria Municipal de Políticas sobre Drogas.

Para a secretária da pasta, Juliana Sena, é preciso garantir que esses familiares e usuários tenham um acolhimento humano, além de um atendimento de qualidade. “É importante defender o princípio de humanização e garantir o direito da família e/ou usuário de ser esclarecido sobre a sua saúde, intervir em seu tratamento em função de suas necessidades”, esclarece.

O atendimento é feito pelo Núcleo de Acolhimento e Orientação Institucional da Coordenadoria, por meio de uma equipe de profissionais (psicólogo, terapeuta ocupacional, enfermeiro, assistente social) de segunda a sexta, das 8h às 17h, na sede da instituição, localizada na Av. Luciano Carneiro, 99 – Fátima. As pessoas atendidas no Centro de Referência serão encaminhadas e acompanhadas para os serviços assistências de acordo com sua necessidade, com horário e local definidos.

Outro ponto que será trabalhado é o acolhimento dos familiares. Segundo a psicóloga da Coordenadoria, Fabiola Diógenes, a presença da família é importante durante todo o processo de tratamento da pessoa que apresenta dependência e fundamental também na etapa da reinserção social do usuário. “É importante que a família reconheça que o dependente está em um processo de recuperação, compreenda suas dificuldades e ofereça apoio para que ele possa reconstruir sua vida social”, afirma à psicóloga.

Saiba Mais
A Coordenadoria Municipal de Políticas sobre Drogas (CPDrogas) tem o objetivo de coordenar e articular políticas públicas na rede de atenção e cuidado a usuários de crack, álcool e outras drogas, familiares e rede social implicada. É composta por quatro núcleos: Núcleo de Informação, Pesquisa e Banco de Dados; Núcleo de Integração, Articulação e Monitoramento; Núcleo de Capacitação e Núcleo de Acolhimento e Orientação Institucional.

Mais informações: 3452.7283

CPDrogas atende familiares e usuários de álcool, crack e outras drogas

A unidade foi inagurada dia 24 de junho pelo prefeito Roberto Cláudio

As instalações do CPDrogas garantem o acolhimento humanizado (Foto: Marcos Moura)

Os familiares e usuários de álcool, crack e outras drogas podem encontrar atendimento no Centro Integrado de Referência sobre Drogas, inaugurado no último dia 24 de junho pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio. A missão é acolher, orientar e encaminhar aos serviços assistenciais, de forma que todo atendimento seja devidamente acompanhado com o objetivo de garantir a efetividade do serviço. O Centro é vinculado a Coordenadoria Municipal de Políticas sobre Drogas.

Para a secretária da pasta, Juliana Sena, é preciso garantir que esses familiares e usuários tenham um acolhimento humano, além de um atendimento de qualidade. “É importante defender o princípio de humanização e garantir o direito da família e/ou usuário de ser esclarecido sobre a sua saúde, intervir em seu tratamento em função de suas necessidades”, esclarece.

O atendimento é feito pelo Núcleo de Acolhimento e Orientação Institucional da Coordenadoria, por meio de uma equipe de profissionais (psicólogo, terapeuta ocupacional, enfermeiro, assistente social) de segunda a sexta, das 8h às 17h, na sede da instituição, localizada na Av. Luciano Carneiro, 99 – Fátima. As pessoas atendidas no Centro de Referência serão encaminhadas e acompanhadas para os serviços assistências de acordo com sua necessidade, com horário e local definidos.

Outro ponto que será trabalhado é o acolhimento dos familiares. Segundo a psicóloga da Coordenadoria, Fabiola Diógenes, a presença da família é importante durante todo o processo de tratamento da pessoa que apresenta dependência e fundamental também na etapa da reinserção social do usuário. “É importante que a família reconheça que o dependente está em um processo de recuperação, compreenda suas dificuldades e ofereça apoio para que ele possa reconstruir sua vida social”, afirma à psicóloga.

Saiba Mais
A Coordenadoria Municipal de Políticas sobre Drogas (CPDrogas) tem o objetivo de coordenar e articular políticas públicas na rede de atenção e cuidado a usuários de crack, álcool e outras drogas, familiares e rede social implicada. É composta por quatro núcleos: Núcleo de Informação, Pesquisa e Banco de Dados; Núcleo de Integração, Articulação e Monitoramento; Núcleo de Capacitação e Núcleo de Acolhimento e Orientação Institucional.

Mais informações: 3452.7283