08 de maio de 2022 em Saúde

Dia das Mães: Prefeitura e SMS destacam cuidados e afetos de mães profissionais e pacientes na rede municipal de saúde

O cuidado e o carinho são fundamentais para a função maternal e no trabalho na área da saúde


samara amamnta a filha maia num leito do gonzaguinha
“Desde quando eu descobri a gravidez, fiquei muito feliz. Eu queria muito o primeiro filho e dar à luz aqui foi uma benção", conta Samara, que foi atendida no Gonzaguinha da Barra

Cuidado e afeto, essas são duas das muitas características compartilhadas pela maternidade e pelo ofício da saúde. Neste Dia das Mães, a Prefeitura de Fortaleza e a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) compartilham histórias de mulheres que batalham diariamente para conciliar o cuidados com seus filhos, suas carreiras e a gerência do lar.

Ana Estela Leite, titular da SMS, celebra a data parabenizando todas as mães de Fortaleza e relembrando que muitas profissionais da saúde estendem seu amor maternal ao cuidado desempenhado rotineiramente aos pacientes.

“Neste Dia das Mães, é importante lembrar que as mães são figuras fundamentais na distribuição de afeto, de amor, de carinho e acolhimento. Lembro também que nossas trabalhadoras da saúde, muitas vezes, reproduzem esses cuidados maternais com os pacientes, sempre tratando-os de maneira afetuosa e com todo o cuidado. Para você que é mãe, desejo um dia de muito amor próximo à família”, parabeniza a secretária.

Lúcia de Fátima, diretora executiva do Hospital Distrital Gonzaga Mota da Barra do Ceará (Gonzaguinha da Barra), é uma dessas profissionais da SMS que se desdobra e batalha todos os dias na missão da maternidade e no seu trabalho. Neste dia das mães, Lúcia de Fátima rememora o passado e aponta que sua principal missão é acolher bem as mães que dão à luz no seu hospital.

“Ser mãe é um desafio diário. Olhando para trás e vendo o que eu consegui, fico envaidecida. Dá muito orgulho de agregar o papel de mãe, o papel profissional e o papel de gestora. Comecei aqui, dezesseis anos atrás, como chefe de enfermagem e hoje, além de ter dois filhos formados, sou diretora executiva do Gonzaguinha da Barra. Ter esse coração de mãe é nossa maior missão aqui na maternidade. Nosso trabalho é acompanhar e dar boas condições de atendimento para essas mulheres que vêm aqui num momento tão delicado e frágil”.

Maria Lindomar Pessoa Silva é enfermeira da maternidade do Gonzaguinha da Barra. Neste Dia das Mães, a profissional quis destacar os cuidados necessários com bebês prematuros. Lindomar destaca o Canguru, técnica de assistência neonatal humanizada em que o bebê, gradativamente, é colocado em contato com a pele das mães e dos pais.

“É importantíssimo trabalhar o lado humano das mães. A mãe de um bebê que nasce prematuro precisa de maior atenção. O bebê, nessas condições, demanda um tempo na incubadora, impedindo o primeiro contato. Então, nós trabalhamos a mamãe e o seu filhinho até que ela possa fazer o Canguru. Esse momento é importantíssimo, pois desenvolve a estrutura neuropsicomotora do bebê”.

Samara da Silva deu à luz no Gonzaguinha da Barra. A nova mamãe aproveitou o Dia das Mães para agradecer os cuidados recebidos e refletir sobre a nova fase da sua vida. “Desde quando eu descobri a gravidez, fiquei muito feliz. Eu queria muito o primeiro filho e dar à luz aqui foi uma benção. Meu parto foi muito difícil, pois foi parto normal eu não achava que eu não ia aguentar. É muito importante ter esse auxílio e serviço prestados no Gonzaguinha”, festeja Samara.

Maria do Socorro também é uma guerreira. Ela é mãe do adolescente Pedro Henrique, de 14 anos. Pedro sofre de paralisia cerebral, sendo um dos quase 100 jovens que possuem um tipo de deficiência permanente e que estão restritos ao leito. Pedro foi o primeiro de Fortaleza, nestas condições, a receber a vacina contra a Covid-19.

Emocionada, Dona Maria Socorro agradece ao trabalho desempenhado pelas profissionais da saúde no cuidado com seu filho. "Não tem nem como explicar. Quando me falaram que ele iria ser vacinado, fiquei tão emocionada que me deu vontade de chorar. Muita gratidão mesmo. Não tem explicação. E, neste dia, a gratidão é redobrada”, celebra.

Outras atividades

Em comemoração ao Dia das Mães, a Prefeitura de Fortaleza promove edição especial do Projeto Pôr do Sol Fortaleza no espigão do Náutico neste domingo (08/05), às 17h. Além do pianista Felipe Adjafre, participam também os cantores Leandro Cavalcante e Itauana Ciribeli, o violinista Daniel Barros e o flautista Wilker Silva.

A partir das 8h do domingo, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) promove edição especial da Ciclofaixa de Lazer. O evento ocorre na Cidade das Crianças, no centro de Fortaleza e contará com mini circuito de bike infantil e a roda de conversas Mulheres de bicicleta na cidade e seus desafios.

Dia das Mães: Prefeitura e SMS destacam cuidados e afetos de mães profissionais e pacientes na rede municipal de saúde

O cuidado e o carinho são fundamentais para a função maternal e no trabalho na área da saúde

samara amamnta a filha maia num leito do gonzaguinha
“Desde quando eu descobri a gravidez, fiquei muito feliz. Eu queria muito o primeiro filho e dar à luz aqui foi uma benção", conta Samara, que foi atendida no Gonzaguinha da Barra

Cuidado e afeto, essas são duas das muitas características compartilhadas pela maternidade e pelo ofício da saúde. Neste Dia das Mães, a Prefeitura de Fortaleza e a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) compartilham histórias de mulheres que batalham diariamente para conciliar o cuidados com seus filhos, suas carreiras e a gerência do lar.

Ana Estela Leite, titular da SMS, celebra a data parabenizando todas as mães de Fortaleza e relembrando que muitas profissionais da saúde estendem seu amor maternal ao cuidado desempenhado rotineiramente aos pacientes.

“Neste Dia das Mães, é importante lembrar que as mães são figuras fundamentais na distribuição de afeto, de amor, de carinho e acolhimento. Lembro também que nossas trabalhadoras da saúde, muitas vezes, reproduzem esses cuidados maternais com os pacientes, sempre tratando-os de maneira afetuosa e com todo o cuidado. Para você que é mãe, desejo um dia de muito amor próximo à família”, parabeniza a secretária.

Lúcia de Fátima, diretora executiva do Hospital Distrital Gonzaga Mota da Barra do Ceará (Gonzaguinha da Barra), é uma dessas profissionais da SMS que se desdobra e batalha todos os dias na missão da maternidade e no seu trabalho. Neste dia das mães, Lúcia de Fátima rememora o passado e aponta que sua principal missão é acolher bem as mães que dão à luz no seu hospital.

“Ser mãe é um desafio diário. Olhando para trás e vendo o que eu consegui, fico envaidecida. Dá muito orgulho de agregar o papel de mãe, o papel profissional e o papel de gestora. Comecei aqui, dezesseis anos atrás, como chefe de enfermagem e hoje, além de ter dois filhos formados, sou diretora executiva do Gonzaguinha da Barra. Ter esse coração de mãe é nossa maior missão aqui na maternidade. Nosso trabalho é acompanhar e dar boas condições de atendimento para essas mulheres que vêm aqui num momento tão delicado e frágil”.

Maria Lindomar Pessoa Silva é enfermeira da maternidade do Gonzaguinha da Barra. Neste Dia das Mães, a profissional quis destacar os cuidados necessários com bebês prematuros. Lindomar destaca o Canguru, técnica de assistência neonatal humanizada em que o bebê, gradativamente, é colocado em contato com a pele das mães e dos pais.

“É importantíssimo trabalhar o lado humano das mães. A mãe de um bebê que nasce prematuro precisa de maior atenção. O bebê, nessas condições, demanda um tempo na incubadora, impedindo o primeiro contato. Então, nós trabalhamos a mamãe e o seu filhinho até que ela possa fazer o Canguru. Esse momento é importantíssimo, pois desenvolve a estrutura neuropsicomotora do bebê”.

Samara da Silva deu à luz no Gonzaguinha da Barra. A nova mamãe aproveitou o Dia das Mães para agradecer os cuidados recebidos e refletir sobre a nova fase da sua vida. “Desde quando eu descobri a gravidez, fiquei muito feliz. Eu queria muito o primeiro filho e dar à luz aqui foi uma benção. Meu parto foi muito difícil, pois foi parto normal eu não achava que eu não ia aguentar. É muito importante ter esse auxílio e serviço prestados no Gonzaguinha”, festeja Samara.

Maria do Socorro também é uma guerreira. Ela é mãe do adolescente Pedro Henrique, de 14 anos. Pedro sofre de paralisia cerebral, sendo um dos quase 100 jovens que possuem um tipo de deficiência permanente e que estão restritos ao leito. Pedro foi o primeiro de Fortaleza, nestas condições, a receber a vacina contra a Covid-19.

Emocionada, Dona Maria Socorro agradece ao trabalho desempenhado pelas profissionais da saúde no cuidado com seu filho. "Não tem nem como explicar. Quando me falaram que ele iria ser vacinado, fiquei tão emocionada que me deu vontade de chorar. Muita gratidão mesmo. Não tem explicação. E, neste dia, a gratidão é redobrada”, celebra.

Outras atividades

Em comemoração ao Dia das Mães, a Prefeitura de Fortaleza promove edição especial do Projeto Pôr do Sol Fortaleza no espigão do Náutico neste domingo (08/05), às 17h. Além do pianista Felipe Adjafre, participam também os cantores Leandro Cavalcante e Itauana Ciribeli, o violinista Daniel Barros e o flautista Wilker Silva.

A partir das 8h do domingo, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) promove edição especial da Ciclofaixa de Lazer. O evento ocorre na Cidade das Crianças, no centro de Fortaleza e contará com mini circuito de bike infantil e a roda de conversas Mulheres de bicicleta na cidade e seus desafios.