26 de setembro de 2013 em Educação

Escola da rede pública municipal inaugura Núcleo de Mediação Escolar

O grupo de mediadores voluntários do Núcleo é formado por professores, funcionários da escola, alunos, pais e pessoas da comunidade


0 voluntários atuarão na mediação de conflitos diversos que podem ocorrer no ambiente escolar

A solenidade de inauguração do Núcleo de Mediação Escolar da escola da rede pública municipal Conceição Mourão, no bairro Granja Portugal, acontece nesta quinta-feira (26/9), às 17 horas. O núcleo funcionará na “sala do bem-querer”, onde 20 voluntários atuarão na mediação de conflitos diversos que podem ocorrer no ambiente escolar.

O grupo de mediadores voluntários é formado por professores, funcionários da escola, alunos, pais e pessoas da comunidade. Todos participaram de cursos que prepararam os voluntários para trabalhar com as metodologias de mediação do Ministério Público, da Escola do Perdão e Reconciliação (Espere) e dos Círculos de Justiça Restaurativa.

A partir dessas metodologias, o objetivo é atuar em todos os momentos do conflito: na prevenção, na mediação e na restauração da cultura de paz. A intenção é que, durante todos os dias da semana, dois mediadores estejam à disposição no núcleo nos turnos manhã e tarde. Entre as atividades previstas, estão rodas de conversas com as famílias que apresentam indicativo de violência doméstica. Para a diretora da escola, Martha Teixeira, o intuito é trabalhar a afetividade e o emocional dos alunos vítimas desse problema.

A ideia da criação do Núcleo de Mediação Escolar partiu da direção da escola que percebeu como os tipos de violência podem afetar o aprendizado do aluno. “Se nós quisermos ter foco no aprendizado dos alunos, temos que corrigir tudo aquilo que atrapalha esse processo”, afirma a diretora da escola.

Participarão da solenidade de inauguração Socorro França, assessora especial de Políticas Públicas sobre Drogas do Estado do Ceará; Edson Landim, coordenador do Programa dos Núcleos de Mediação do Ministério Público do Estado do Ceará; Socorro Dantas coordenadora nacional para região Nordeste da Escola do Perdão e Reconciliação (Espere); João Lúcio de Alcântara, coordenador do departamento de Articulação da Comunidade e Gestão Escolar da SME; Lady Vieira, gerente da célula de mediação social da SME. Na ocasião, haverá apresentações do Balé da ONG Sociedade da Redenção e da banda da Polícia Militar do Estado do Ceará.

Escola da rede pública municipal inaugura Núcleo de Mediação Escolar

O grupo de mediadores voluntários do Núcleo é formado por professores, funcionários da escola, alunos, pais e pessoas da comunidade

0 voluntários atuarão na mediação de conflitos diversos que podem ocorrer no ambiente escolar

A solenidade de inauguração do Núcleo de Mediação Escolar da escola da rede pública municipal Conceição Mourão, no bairro Granja Portugal, acontece nesta quinta-feira (26/9), às 17 horas. O núcleo funcionará na “sala do bem-querer”, onde 20 voluntários atuarão na mediação de conflitos diversos que podem ocorrer no ambiente escolar.

O grupo de mediadores voluntários é formado por professores, funcionários da escola, alunos, pais e pessoas da comunidade. Todos participaram de cursos que prepararam os voluntários para trabalhar com as metodologias de mediação do Ministério Público, da Escola do Perdão e Reconciliação (Espere) e dos Círculos de Justiça Restaurativa.

A partir dessas metodologias, o objetivo é atuar em todos os momentos do conflito: na prevenção, na mediação e na restauração da cultura de paz. A intenção é que, durante todos os dias da semana, dois mediadores estejam à disposição no núcleo nos turnos manhã e tarde. Entre as atividades previstas, estão rodas de conversas com as famílias que apresentam indicativo de violência doméstica. Para a diretora da escola, Martha Teixeira, o intuito é trabalhar a afetividade e o emocional dos alunos vítimas desse problema.

A ideia da criação do Núcleo de Mediação Escolar partiu da direção da escola que percebeu como os tipos de violência podem afetar o aprendizado do aluno. “Se nós quisermos ter foco no aprendizado dos alunos, temos que corrigir tudo aquilo que atrapalha esse processo”, afirma a diretora da escola.

Participarão da solenidade de inauguração Socorro França, assessora especial de Políticas Públicas sobre Drogas do Estado do Ceará; Edson Landim, coordenador do Programa dos Núcleos de Mediação do Ministério Público do Estado do Ceará; Socorro Dantas coordenadora nacional para região Nordeste da Escola do Perdão e Reconciliação (Espere); João Lúcio de Alcântara, coordenador do departamento de Articulação da Comunidade e Gestão Escolar da SME; Lady Vieira, gerente da célula de mediação social da SME. Na ocasião, haverá apresentações do Balé da ONG Sociedade da Redenção e da banda da Polícia Militar do Estado do Ceará.