27 de janeiro de 2014 em Saúde

Fortaleza vacina contra o sarampo durante a semana e sábado acontece dia "D"

No dia "D", a vacinação ampliada para os postos de saúde dos 14 municípios da Região Metropolitana


A campanha já começou a vacinar no último sábado (25/01) (Foto: Marcos Moura)

Todos os postos de saúde de Fortaleza estarão vacinando contra o sarampo as crianças de seis meses a menores de cinco anos, à partir dessa segunda-feira (27/01), das 8h às 17h. A campanha, que já começou a vacinar no último sábado (25/01), segue durante toda a semana, em função da confirmação de casos da doença na cidade.   

O dia "D" da campanha será no sábado, 1º de fevereiro, com a vacinação ampliada para os postos de saúde dos 14 municípios da Região Metropolitana: Caucaia, Maracanaú, Maranguape, Aquiraz, Eusébio, Pacajus, Horizonte, Pacatuba, Cascavel, Chorozinho, Guaiúba, São Gonçalo do Amarante, Itaitinga e Pindoretama.
 
De acordo com o boletim epidemiológico, elaborado e divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado, no final da tarde desta sexta-feira, 24 de janeiro, há 10 casos confirmados de sarampo do total de 75 casos que foram notificados entre o dia 1 º ao dia 24 de janeiro. São casos de pacientes de Fortaleza. Há 10 casos suspeitos em investigação. Por critérios clínicos e exames laboratoriais os outros 55 foram descartados. Não deram positivo para sarampo.

Na campanha de vacinação, as crianças receberão a vacina tríplice viral, que também protege contra rubéola e caxumba, e faz parte do calendário básico da vacinação. A expectativa é imunizar 160.551 crianças só em Fortaleza. Incluindo os 14 municípios da Região Metropolitana, a expectativa aumenta para 246.036 crianças vacinadas. Os pais ou responsáveis não podem esquecer de levar aos postos os cartões de vacinação das crianças.      

Os casos confirmados em Fortaleza apresentaram o vírus do sarampo do genótipo D8, um tipo viral que está circulando em países como a Inglaterra, Estados Unidos, Canadá e China, onde há uma elevada incidência da doença. No Brasil, os vizinhos estados de Pernambuco e Paraíba e os estados de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina também estão com registros de casos. A entrada de estrangeiros facilita a transmissão entre os territórios. Desde 1999, o Ceará não registrava casos autóctones, com transmissão ocorrida dentro do território. Por isso, é importante manter o calendário de vacinação sempre atualizado. A vacina protege, com eficácia de 97%.        

Saiba mais sobre o sarampo
Doença infecciosa aguda, causada por vírus. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa através das secreções respiratórias, como gotículas expelidas ao tossir, falar ou respirar. O período de incubação é, geralmente, de 10 dias, desde a data da exposição até o aparecimento da febre, e cerca de 14 dias até o início do exantema (manchas vermelhas em todo o corpo)

Fortaleza vacina contra o sarampo durante a semana e sábado acontece dia "D"

No dia "D", a vacinação ampliada para os postos de saúde dos 14 municípios da Região Metropolitana

A campanha já começou a vacinar no último sábado (25/01) (Foto: Marcos Moura)

Todos os postos de saúde de Fortaleza estarão vacinando contra o sarampo as crianças de seis meses a menores de cinco anos, à partir dessa segunda-feira (27/01), das 8h às 17h. A campanha, que já começou a vacinar no último sábado (25/01), segue durante toda a semana, em função da confirmação de casos da doença na cidade.   

O dia "D" da campanha será no sábado, 1º de fevereiro, com a vacinação ampliada para os postos de saúde dos 14 municípios da Região Metropolitana: Caucaia, Maracanaú, Maranguape, Aquiraz, Eusébio, Pacajus, Horizonte, Pacatuba, Cascavel, Chorozinho, Guaiúba, São Gonçalo do Amarante, Itaitinga e Pindoretama.
 
De acordo com o boletim epidemiológico, elaborado e divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado, no final da tarde desta sexta-feira, 24 de janeiro, há 10 casos confirmados de sarampo do total de 75 casos que foram notificados entre o dia 1 º ao dia 24 de janeiro. São casos de pacientes de Fortaleza. Há 10 casos suspeitos em investigação. Por critérios clínicos e exames laboratoriais os outros 55 foram descartados. Não deram positivo para sarampo.

Na campanha de vacinação, as crianças receberão a vacina tríplice viral, que também protege contra rubéola e caxumba, e faz parte do calendário básico da vacinação. A expectativa é imunizar 160.551 crianças só em Fortaleza. Incluindo os 14 municípios da Região Metropolitana, a expectativa aumenta para 246.036 crianças vacinadas. Os pais ou responsáveis não podem esquecer de levar aos postos os cartões de vacinação das crianças.      

Os casos confirmados em Fortaleza apresentaram o vírus do sarampo do genótipo D8, um tipo viral que está circulando em países como a Inglaterra, Estados Unidos, Canadá e China, onde há uma elevada incidência da doença. No Brasil, os vizinhos estados de Pernambuco e Paraíba e os estados de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina também estão com registros de casos. A entrada de estrangeiros facilita a transmissão entre os territórios. Desde 1999, o Ceará não registrava casos autóctones, com transmissão ocorrida dentro do território. Por isso, é importante manter o calendário de vacinação sempre atualizado. A vacina protege, com eficácia de 97%.        

Saiba mais sobre o sarampo
Doença infecciosa aguda, causada por vírus. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa através das secreções respiratórias, como gotículas expelidas ao tossir, falar ou respirar. O período de incubação é, geralmente, de 10 dias, desde a data da exposição até o aparecimento da febre, e cerca de 14 dias até o início do exantema (manchas vermelhas em todo o corpo)