16 de setembro de 2013 em Saúde

IJF implanta Espaço do Idoso dentro de ações de humanização

O local recebe pacientes acima de 60 anos que precisam ficar internados no IJF para realizar procedimentos cirúrgicos


A área é dividido em duas enfermarias, cada uma com 9 leitos

A aposentada Francisca Estrela, 73, estava limpando a casa quando sentiu uma tontura e levou uma queda. Veio logo para o Instituto Dr. José Frota (IJF) e foi submetida a uma cirurgia de fêmur. Depois de 15 dias em tratamento no hospital, ela já está aguardando receber alta para voltar pra casa. “Já estou bem melhor e disposta”, conta dona Francisca.

Durante esse período de assistência médica no IJF, ela não ficou nos corredores e nem tampouco em outras enfermarias. Como acontece com todos os idosos atendidos no IJF, dona Francisca ficou em um setor especial: o espaço do idoso. E esse tipo de atendimento realizado no hospital foi destaque na Oficina sobre Prevenção de Quedas e Osteoporose no Idoso, realizado pela Associação Brasileira de Enfermagem – ABEN/CE.

As enfermeiras do IJF, Catarina Damasceno, Naira Jucá e Rejane Melo apresentaram as estatísticas dos casos dos pacientes idosos, vítimas de quedas, atendidos e internados no Frotão. Elas destacaram a criação de uma equipe para humanizar o atendimento na emergência e a importância do espaço do idoso que foi dividido entre masculino e feminino.

“Até 2011, os idosos ficavam na emergência com outros pacientes. Isto nos incomodava. Então, nos engajamos para criar um local exclusivo para eles. Assim, surgiu o Espaço do Idoso no IJF dividido em duas enfermarias, cada uma com 9 leitos”, explica a enfermeira Naira Jucá. O espaço do idoso recebe pacientes acima de 60 anos que precisam ficar internados no IJF para realizar procedimentos cirúrgicos.

IJF implanta Espaço do Idoso dentro de ações de humanização

O local recebe pacientes acima de 60 anos que precisam ficar internados no IJF para realizar procedimentos cirúrgicos

A área é dividido em duas enfermarias, cada uma com 9 leitos

A aposentada Francisca Estrela, 73, estava limpando a casa quando sentiu uma tontura e levou uma queda. Veio logo para o Instituto Dr. José Frota (IJF) e foi submetida a uma cirurgia de fêmur. Depois de 15 dias em tratamento no hospital, ela já está aguardando receber alta para voltar pra casa. “Já estou bem melhor e disposta”, conta dona Francisca.

Durante esse período de assistência médica no IJF, ela não ficou nos corredores e nem tampouco em outras enfermarias. Como acontece com todos os idosos atendidos no IJF, dona Francisca ficou em um setor especial: o espaço do idoso. E esse tipo de atendimento realizado no hospital foi destaque na Oficina sobre Prevenção de Quedas e Osteoporose no Idoso, realizado pela Associação Brasileira de Enfermagem – ABEN/CE.

As enfermeiras do IJF, Catarina Damasceno, Naira Jucá e Rejane Melo apresentaram as estatísticas dos casos dos pacientes idosos, vítimas de quedas, atendidos e internados no Frotão. Elas destacaram a criação de uma equipe para humanizar o atendimento na emergência e a importância do espaço do idoso que foi dividido entre masculino e feminino.

“Até 2011, os idosos ficavam na emergência com outros pacientes. Isto nos incomodava. Então, nos engajamos para criar um local exclusivo para eles. Assim, surgiu o Espaço do Idoso no IJF dividido em duas enfermarias, cada uma com 9 leitos”, explica a enfermeira Naira Jucá. O espaço do idoso recebe pacientes acima de 60 anos que precisam ficar internados no IJF para realizar procedimentos cirúrgicos.