09 de novembro de 2013 em Educação

Plantão Gramatical completa 33 anos de serviço

O serviço não se limita apenas à Fortaleza. Ao longo dos anos, o serviço tornou-se referência nacional


O serviço dispõe de uma equipe capacitada que tira dúvidas gratuitamente, via telefone, e também presencialmente

Há 33 anos, os professores do Plantão Gramatical prestam serviços à comunidade, tirando dúvidas com relação à norma culta da língua portuguesa. Situado no Instituto Municipal de Pesquisas, Administração e Recursos Humanos (IMPARH), o serviço completa 33 anos esta semana.

Com média mensal de 1.300 atendimentos, as dúvidas são as mais variadas: desde o emprego da crase à concordância verbal. Outra dúvida comum diz respeito à grafia de palavras. Fundado em 8 de setembro de 1980 pelo presidente à época e hoje servidor, Agnelo Neves, o Plantão Gramatical surgiu da ideia de ajudar a qualquer pessoa que tivesse curiosidade sobre a língua  ou dificuldades no seu uso.

O serviço não se limita apenas à Fortaleza. Ao longo dos anos, o serviço tornou-se referência nacional. Há registros de atendimentos mensais para usuários de outros municípios e estados brasileiros, e até de outros países.

O Plantão Gramatical dispõe de uma equipe capacitada que tira dúvidas gratuitamente, via telefone, e também presencialmente. Os oito professores dominam as diversas variações linguísticas e sabem como adaptá-las às diferentes situações de comunicação e aos variados propósitos comunicativos.

O presidente do IMPARH, André Ramos, exalta o serviço:. “O Plantão Gramatical é de extrema importância para a sociedade. Principalmente agora, após o novo acordo ortográfico”.

Serviço:
Plantão Gramatical:
  (85) 3225.1979 e atendimento presencial na sede do IMPARH (Avenida João Pessoa, 5609 - Damas)

Plantão Gramatical completa 33 anos de serviço

O serviço não se limita apenas à Fortaleza. Ao longo dos anos, o serviço tornou-se referência nacional

O serviço dispõe de uma equipe capacitada que tira dúvidas gratuitamente, via telefone, e também presencialmente

Há 33 anos, os professores do Plantão Gramatical prestam serviços à comunidade, tirando dúvidas com relação à norma culta da língua portuguesa. Situado no Instituto Municipal de Pesquisas, Administração e Recursos Humanos (IMPARH), o serviço completa 33 anos esta semana.

Com média mensal de 1.300 atendimentos, as dúvidas são as mais variadas: desde o emprego da crase à concordância verbal. Outra dúvida comum diz respeito à grafia de palavras. Fundado em 8 de setembro de 1980 pelo presidente à época e hoje servidor, Agnelo Neves, o Plantão Gramatical surgiu da ideia de ajudar a qualquer pessoa que tivesse curiosidade sobre a língua  ou dificuldades no seu uso.

O serviço não se limita apenas à Fortaleza. Ao longo dos anos, o serviço tornou-se referência nacional. Há registros de atendimentos mensais para usuários de outros municípios e estados brasileiros, e até de outros países.

O Plantão Gramatical dispõe de uma equipe capacitada que tira dúvidas gratuitamente, via telefone, e também presencialmente. Os oito professores dominam as diversas variações linguísticas e sabem como adaptá-las às diferentes situações de comunicação e aos variados propósitos comunicativos.

O presidente do IMPARH, André Ramos, exalta o serviço:. “O Plantão Gramatical é de extrema importância para a sociedade. Principalmente agora, após o novo acordo ortográfico”.

Serviço:
Plantão Gramatical:
  (85) 3225.1979 e atendimento presencial na sede do IMPARH (Avenida João Pessoa, 5609 - Damas)