07 de julho de 2020 em Gestão

Prefeito Roberto Cláudio e primeira-dama Carol Bezerra participam de lançamento da rede brasileira Urban95

Programa reúne 14 municípios para fortalecer políticas de primeira infância voltadas para o urbanismo e a mobilidade nas cidades


tela de computador mostrando o prefeito roberto cláudio
"O Urban95 chega num momento bastante apropriado para nos dar luz, em termos de ideias e inovações na implantação de espaços, vias e de uma cidade mais adaptada e mais atrativa para as nossas crianças”, enfatizou Roberto Cláudio  

O prefeito Roberto Cláudio e a primeira-dama Carol Bezerra participaram, nesta terça-feira (07/07), do lançamento da rede brasileira Urban95, em formato de videoconferência. O evento reuniu autoridades de 14 cidades do País no intuito de fortalecer programas e políticas voltadas para a primeira infância, unindo experiências e expandindo o compromisso das cidades. A ação é uma parceria entre a Fundação Bernard Vanleer e o Instituto Cidades Sustentáveis.

Conforme o coordenador geral do Programa Cidades Sustentáveis, Jorge Abrahão, a iniciativa oferece aos gestores uma agenda completa de sustentabilidade urbana e de cuidados com a primeira infância, uma grande indutora da redução das desigualdades socioeconômicas. Para ele, o intuito do engajamento dos Municípios é a construção de políticas públicas que garantam a continuidade de programas nesse sentido. "As cidades se tornaram referência para o Brasil e para o mundo", disse.

O projeto deve apoiar os municípios na realização de um diagnóstico sobre a experiência e acesso de crianças às cidades, oferecendo dados que poderão embasar a construção de políticas públicas mais acertadas para a primeira infância e alinhadas a outras agendas estratégicas locais. A rede oferecerá apoio técnico nos temas de urbanismo e mobilidade com foco em crianças pequenas e seus cuidadores e uma consultoria para o aprimoramento de políticas e programas oferecidos por especialistas na área.

“Temos um conjunto de investimentos muito significativos com bancos internacionais que vão ser iniciados em Fortaleza para revitalizar espaços públicos. O Urban95 chega num momento bastante apropriado para nos dar luz, em termos de ideias e inovações na implantação de espaços, vias e de uma cidade mais adaptada e mais atrativa para as nossas crianças”, enfatizou Roberto Cláudio.

Além disso, o Prefeito destacou que a pandemia do novo coronavírus demonstra que a desigualdade está para além de uma distribuição de renda bastante distinta entre pessoas de um mesmo país. “É um fato social complexo, gravíssimo e que coloca pessoas em risco de vida em situações de emergência como essa. Um dos caminhos onde há uma certa convergência acadêmica e que o investimento público pode ajudar a reverter a desigualdade enquanto fato social e econômico é a primeira infância”.

Além das cidades de São Paulo, Recife e Boa Vista, que já contam com parcerias com a Fundação Bernard Vanleer, Fortaleza e outros 10 municípios passaram a compor a rede: Aracaju (SE), Brasiléia (AC), Campinas (SP), Caruaru (PE), Crato (CE), Ilhéus (BA), Jundiaí (SP), Niterói (RJ), Pelotas (RS) e Ubiratã (PR).

Prefeito Roberto Cláudio e primeira-dama Carol Bezerra participam de lançamento da rede brasileira Urban95

Programa reúne 14 municípios para fortalecer políticas de primeira infância voltadas para o urbanismo e a mobilidade nas cidades

tela de computador mostrando o prefeito roberto cláudio
"O Urban95 chega num momento bastante apropriado para nos dar luz, em termos de ideias e inovações na implantação de espaços, vias e de uma cidade mais adaptada e mais atrativa para as nossas crianças”, enfatizou Roberto Cláudio  

O prefeito Roberto Cláudio e a primeira-dama Carol Bezerra participaram, nesta terça-feira (07/07), do lançamento da rede brasileira Urban95, em formato de videoconferência. O evento reuniu autoridades de 14 cidades do País no intuito de fortalecer programas e políticas voltadas para a primeira infância, unindo experiências e expandindo o compromisso das cidades. A ação é uma parceria entre a Fundação Bernard Vanleer e o Instituto Cidades Sustentáveis.

Conforme o coordenador geral do Programa Cidades Sustentáveis, Jorge Abrahão, a iniciativa oferece aos gestores uma agenda completa de sustentabilidade urbana e de cuidados com a primeira infância, uma grande indutora da redução das desigualdades socioeconômicas. Para ele, o intuito do engajamento dos Municípios é a construção de políticas públicas que garantam a continuidade de programas nesse sentido. "As cidades se tornaram referência para o Brasil e para o mundo", disse.

O projeto deve apoiar os municípios na realização de um diagnóstico sobre a experiência e acesso de crianças às cidades, oferecendo dados que poderão embasar a construção de políticas públicas mais acertadas para a primeira infância e alinhadas a outras agendas estratégicas locais. A rede oferecerá apoio técnico nos temas de urbanismo e mobilidade com foco em crianças pequenas e seus cuidadores e uma consultoria para o aprimoramento de políticas e programas oferecidos por especialistas na área.

“Temos um conjunto de investimentos muito significativos com bancos internacionais que vão ser iniciados em Fortaleza para revitalizar espaços públicos. O Urban95 chega num momento bastante apropriado para nos dar luz, em termos de ideias e inovações na implantação de espaços, vias e de uma cidade mais adaptada e mais atrativa para as nossas crianças”, enfatizou Roberto Cláudio.

Além disso, o Prefeito destacou que a pandemia do novo coronavírus demonstra que a desigualdade está para além de uma distribuição de renda bastante distinta entre pessoas de um mesmo país. “É um fato social complexo, gravíssimo e que coloca pessoas em risco de vida em situações de emergência como essa. Um dos caminhos onde há uma certa convergência acadêmica e que o investimento público pode ajudar a reverter a desigualdade enquanto fato social e econômico é a primeira infância”.

Além das cidades de São Paulo, Recife e Boa Vista, que já contam com parcerias com a Fundação Bernard Vanleer, Fortaleza e outros 10 municípios passaram a compor a rede: Aracaju (SE), Brasiléia (AC), Campinas (SP), Caruaru (PE), Crato (CE), Ilhéus (BA), Jundiaí (SP), Niterói (RJ), Pelotas (RS) e Ubiratã (PR).