14 de agosto de 2018 em Saúde

Prefeito Roberto Cláudio entrega posto de saúde no Mondubim

21ª unidade construída durante a gestão vai atender cerca de 22 mil pessoas dos bairros Mondubim e Planalto Ayrton Senna


interior de um consultório odontológico
Unidade possui dez consultórios, sala de odontologia com escovódromo, farmácia, sala de coleta para exames laboratoriais, sala de imunização, dentre outros
O prefeito Roberto Cláudio, ao lado da secretária municipal da Saúde, Joana Maciel, entregou, nesta segunda-feira (13/8), no bairro Mondubim, o Posto de Saúde Dr. Eduardo Régis Monte Jucá, que vai atender cerca de 22 mil moradores dos bairros Mondubim e Planalto Ayrton Senna (Regional V). Essa é a 21ª unidade construída durante a gestão do Prefeito e integra o pacote de ações de reestruturação da atenção primária na Capital.

"Temos grandes desafios na saúde do Brasil, mas em Fortaleza estamos na contramão, trazendo mais investimentos, contratando mais profissionais e ampliando o número de postos na Cidade. Reconhecemos que ainda há muito o que fazer, mas temos muitas inaugurações nos proximos dois anos", afirmou Roberto Cláudio.

Com 631,7 m², a unidade possui dez consultórios, sala de odontologia com escovódromo, farmácia, sala de coleta para exames laboratoriais, sala de imunização, dentre outros. O posto conta com três equipes do Programa de Saúde da Família compostas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentista, auxiliar de saúde bucal e agentes comunitários de saúde.

"Os postos têm o papel fundamental de promover a saúde entre a população. Aqui, os pacientes encontram informações sobre como prevenir doenças, se informam sobre as boas práticas da alimentação, se previnem com a imunização e recebem tratamento para controlar as doenças que por ventura já tenham. Por isso, priorizamos a atenção primária, porta de entrada do usuário ao sistema público de saúde ", destacou Joana Maciel.

A unidade vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, utilizando um sistema informatizado com prontuário eletrônico. Os usuários terão atendimento médico, odontológico e de enfermagem para as condições agudas e programadas. As gestantes, puérperas, hipertensos, diabéticos, pacientes com hanseníase e pacientes com tuberculose, também serão acompanhados pelos programas. A unidade vai disponibilizar a realização dos seguintes testes: pezinho, hepatites B e C, HIV, sífilis e gravidez.

"O Prefeito resolve os nossos problemas. Eu sabia que ele vinha entregar e agradeço porque eu tenho quase setenta anos e tinha que ir lá no Itaperi em busca de atendimento. O posto é uma benção pra todos nós daqui", disse a dona de casa, Geracina Ferreira.

Sobre o homenageado

O posto leva o nome do médico sanitarista e cardiologista, Eduardo Régis Jucá. Ele nasceu em Fortaleza e fez parte da equipe do Dr. Cooley, que realizou o primeiro transplante cardíaco nos Estados Unidos que sobreviveu à operação.

Em Fortaleza, assumiu as funções de professor assistente da Faculdade de Medicina da UFC e cirurgião da Casa de Saúde César Cals, onde compôs com outros médicos o primeiro serviço de cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea do Ceará.

Em 1972 Régis Jucá realizou no Hospital de Messejana, pela primeira vez no Norte e Nordeste do Brasil, a cirurgia de revascularização do miocárdio com ponte de safena. E seguiu ao longo dos anos no pioneirismo, que trazia vida mais longa aos pacientes.

Prefeito Roberto Cláudio entrega posto de saúde no Mondubim

21ª unidade construída durante a gestão vai atender cerca de 22 mil pessoas dos bairros Mondubim e Planalto Ayrton Senna

interior de um consultório odontológico
Unidade possui dez consultórios, sala de odontologia com escovódromo, farmácia, sala de coleta para exames laboratoriais, sala de imunização, dentre outros
O prefeito Roberto Cláudio, ao lado da secretária municipal da Saúde, Joana Maciel, entregou, nesta segunda-feira (13/8), no bairro Mondubim, o Posto de Saúde Dr. Eduardo Régis Monte Jucá, que vai atender cerca de 22 mil moradores dos bairros Mondubim e Planalto Ayrton Senna (Regional V). Essa é a 21ª unidade construída durante a gestão do Prefeito e integra o pacote de ações de reestruturação da atenção primária na Capital.

"Temos grandes desafios na saúde do Brasil, mas em Fortaleza estamos na contramão, trazendo mais investimentos, contratando mais profissionais e ampliando o número de postos na Cidade. Reconhecemos que ainda há muito o que fazer, mas temos muitas inaugurações nos proximos dois anos", afirmou Roberto Cláudio.

Com 631,7 m², a unidade possui dez consultórios, sala de odontologia com escovódromo, farmácia, sala de coleta para exames laboratoriais, sala de imunização, dentre outros. O posto conta com três equipes do Programa de Saúde da Família compostas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentista, auxiliar de saúde bucal e agentes comunitários de saúde.

"Os postos têm o papel fundamental de promover a saúde entre a população. Aqui, os pacientes encontram informações sobre como prevenir doenças, se informam sobre as boas práticas da alimentação, se previnem com a imunização e recebem tratamento para controlar as doenças que por ventura já tenham. Por isso, priorizamos a atenção primária, porta de entrada do usuário ao sistema público de saúde ", destacou Joana Maciel.

A unidade vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, utilizando um sistema informatizado com prontuário eletrônico. Os usuários terão atendimento médico, odontológico e de enfermagem para as condições agudas e programadas. As gestantes, puérperas, hipertensos, diabéticos, pacientes com hanseníase e pacientes com tuberculose, também serão acompanhados pelos programas. A unidade vai disponibilizar a realização dos seguintes testes: pezinho, hepatites B e C, HIV, sífilis e gravidez.

"O Prefeito resolve os nossos problemas. Eu sabia que ele vinha entregar e agradeço porque eu tenho quase setenta anos e tinha que ir lá no Itaperi em busca de atendimento. O posto é uma benção pra todos nós daqui", disse a dona de casa, Geracina Ferreira.

Sobre o homenageado

O posto leva o nome do médico sanitarista e cardiologista, Eduardo Régis Jucá. Ele nasceu em Fortaleza e fez parte da equipe do Dr. Cooley, que realizou o primeiro transplante cardíaco nos Estados Unidos que sobreviveu à operação.

Em Fortaleza, assumiu as funções de professor assistente da Faculdade de Medicina da UFC e cirurgião da Casa de Saúde César Cals, onde compôs com outros médicos o primeiro serviço de cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea do Ceará.

Em 1972 Régis Jucá realizou no Hospital de Messejana, pela primeira vez no Norte e Nordeste do Brasil, a cirurgia de revascularização do miocárdio com ponte de safena. E seguiu ao longo dos anos no pioneirismo, que trazia vida mais longa aos pacientes.