03 de julho de 2020 em Servidor

Prefeito Roberto Cláudio garante pagamento da 1ª parcela do 13º no dia 20 de agosto

Anúncio foi feito nesta sexta-feira (03/07), durante reunião com representantes de servidores municipais na Mesa Permanente de Negociação e uma comissão de vereadores


pessoas ao redor de uma mesa de reunião
“A Prefeitura de Fortaleza continua empenhada em manter o equilíbrio das contas públicas, assegurando os compromissos com os servidores", ressaltou o Prefeito

O prefeito Roberto Cláudio anunciou, nesta sexta-feira (03/07), durante reunião com representantes de servidores municipais na Mesa Permanente de Negociação e uma comissão de vereadores, que a Prefeitura de Fortaleza vai garantir o pagamento antecipado da primeira parcela do 13º salário dos servidores municipais da Prefeitura de Fortaleza.

O pagamento antecipado será efetuado no dia 20 de agosto, seguindo uma prática iniciada ainda no primeiro ano de gestão do prefeito Roberto Cláudio.

A primeira parcela equivale a 40% do 13º salário, ainda sem os descontos de impostos. A folha extra vai totalizar um montante de cerca de R$ 98 milhões, calculada com base na folha de pagamento do mês de julho, beneficiando 52.339 servidores ativos, aposentados e pensionistas.

Na ocasião, o Prefeito também anunciou que o gozo de férias, com recebimento do terço, volta a ser liberado a partir do segundo semestre. A medida havia sido tomada para o reforço do custeio da Saúde, em virtude do enfrentamento a pandemia do coronavírus.

foto
Pagamento antecipado segue uma prática iniciada ainda no primeiro ano de gestão do Prefeito

“A Prefeitura de Fortaleza continua empenhada em manter o equilíbrio das contas públicas, assegurando os compromissos com os servidores, graças ao diligente trabalho do nosso Comitê de Gestão por Resultados e Gestão Fiscal de Fortaleza (Cogerffor), agora com uma preocupação extra por causa da pandemia”, afirmou o prefeito Roberto Claudio.

Somando a folha de pagamento do mês de julho, que será paga no dia 1º de agosto, com a primeira parcela do 13º e a folha do mês de agosto, que será paga no dia 1º de setembro, a Prefeitura de Fortaleza estará injetando na economia local mais de R$ 698 milhões, no período de 31 dias.

Avaliação positiva

A presidente do Sindiute, Ana Cristina Guilherme, avaliou positivamente a decisão pautada por constantes diálogos entre a Prefeitura de Fortaleza e a categoria. “Estamos fazendo uma avaliação positiva da decisão. Nós não podemos sacrificar o servidor público pela crise econômica decorrente da pandemia. Reconhecemos que o prefeito Roberto Cláudio, ao apontar as datas e as garantias às quais temos direito, sinaliza esse esforço”, afirmou.

O deputado federal Idilvan Alencar destacou o reconhecimento da gestão municipal ao trabalho e à dedicação dos professores municipais. “Nós percebemos um esforço das contas públicas em um momento difícil pelo qual passa o Município. O prefeito Roberto Cláudio mostra apoio à classe e está garantindo um sagrado direito dos professores, que estão se desdobrando para realizar a educação não presencial da noite para o dia".

O parlamentar parabenizou, ainda, a atuação da Secretaria Municipal da Educação. “A Educação de Fortaleza tem tido bons resultados. A atual gestão mudou o panorama para melhor. Eu me sinto muito feliz por participar e por contribuir com este momento”, acrescentou.

"É de extrema importância o diálogo dos Poderes Executivo e Legislativo com o Sindicato neste momento tão delicado em que estamos vivendo. Mesmo com tantas dificuldades, é com alegria que damos a notícia de que os professores poderão gozar de férias no mês de agosto, recebendo a remuneração no final de julho. Lembrando que Fortaleza foi o primeiro município a garantir o piso salarial da categoria. Juntamente com o 13° salário, outra reivindicação do Sidiute, são conquistas a serem celebradas, visto que a garantia dos direitos dos profissionais da educação é essencial para o exercício do trabalho diante dos empecilhos em decorrência da pandemia", avaliou o deputado estadual Queiroz Filho, presidente da Comissão de Educação na Assembleia Legislativa.

Prefeito Roberto Cláudio garante pagamento da 1ª parcela do 13º no dia 20 de agosto

Anúncio foi feito nesta sexta-feira (03/07), durante reunião com representantes de servidores municipais na Mesa Permanente de Negociação e uma comissão de vereadores

pessoas ao redor de uma mesa de reunião
“A Prefeitura de Fortaleza continua empenhada em manter o equilíbrio das contas públicas, assegurando os compromissos com os servidores", ressaltou o Prefeito

O prefeito Roberto Cláudio anunciou, nesta sexta-feira (03/07), durante reunião com representantes de servidores municipais na Mesa Permanente de Negociação e uma comissão de vereadores, que a Prefeitura de Fortaleza vai garantir o pagamento antecipado da primeira parcela do 13º salário dos servidores municipais da Prefeitura de Fortaleza.

O pagamento antecipado será efetuado no dia 20 de agosto, seguindo uma prática iniciada ainda no primeiro ano de gestão do prefeito Roberto Cláudio.

A primeira parcela equivale a 40% do 13º salário, ainda sem os descontos de impostos. A folha extra vai totalizar um montante de cerca de R$ 98 milhões, calculada com base na folha de pagamento do mês de julho, beneficiando 52.339 servidores ativos, aposentados e pensionistas.

Na ocasião, o Prefeito também anunciou que o gozo de férias, com recebimento do terço, volta a ser liberado a partir do segundo semestre. A medida havia sido tomada para o reforço do custeio da Saúde, em virtude do enfrentamento a pandemia do coronavírus.

foto
Pagamento antecipado segue uma prática iniciada ainda no primeiro ano de gestão do Prefeito

“A Prefeitura de Fortaleza continua empenhada em manter o equilíbrio das contas públicas, assegurando os compromissos com os servidores, graças ao diligente trabalho do nosso Comitê de Gestão por Resultados e Gestão Fiscal de Fortaleza (Cogerffor), agora com uma preocupação extra por causa da pandemia”, afirmou o prefeito Roberto Claudio.

Somando a folha de pagamento do mês de julho, que será paga no dia 1º de agosto, com a primeira parcela do 13º e a folha do mês de agosto, que será paga no dia 1º de setembro, a Prefeitura de Fortaleza estará injetando na economia local mais de R$ 698 milhões, no período de 31 dias.

Avaliação positiva

A presidente do Sindiute, Ana Cristina Guilherme, avaliou positivamente a decisão pautada por constantes diálogos entre a Prefeitura de Fortaleza e a categoria. “Estamos fazendo uma avaliação positiva da decisão. Nós não podemos sacrificar o servidor público pela crise econômica decorrente da pandemia. Reconhecemos que o prefeito Roberto Cláudio, ao apontar as datas e as garantias às quais temos direito, sinaliza esse esforço”, afirmou.

O deputado federal Idilvan Alencar destacou o reconhecimento da gestão municipal ao trabalho e à dedicação dos professores municipais. “Nós percebemos um esforço das contas públicas em um momento difícil pelo qual passa o Município. O prefeito Roberto Cláudio mostra apoio à classe e está garantindo um sagrado direito dos professores, que estão se desdobrando para realizar a educação não presencial da noite para o dia".

O parlamentar parabenizou, ainda, a atuação da Secretaria Municipal da Educação. “A Educação de Fortaleza tem tido bons resultados. A atual gestão mudou o panorama para melhor. Eu me sinto muito feliz por participar e por contribuir com este momento”, acrescentou.

"É de extrema importância o diálogo dos Poderes Executivo e Legislativo com o Sindicato neste momento tão delicado em que estamos vivendo. Mesmo com tantas dificuldades, é com alegria que damos a notícia de que os professores poderão gozar de férias no mês de agosto, recebendo a remuneração no final de julho. Lembrando que Fortaleza foi o primeiro município a garantir o piso salarial da categoria. Juntamente com o 13° salário, outra reivindicação do Sidiute, são conquistas a serem celebradas, visto que a garantia dos direitos dos profissionais da educação é essencial para o exercício do trabalho diante dos empecilhos em decorrência da pandemia", avaliou o deputado estadual Queiroz Filho, presidente da Comissão de Educação na Assembleia Legislativa.