21 de fevereiro de 2022 em Educação

Prefeito Sarto envia Projeto de Lei que cria o programa “Professores Sem Fronteiras” para aprovação da Câmara Municipal

A iniciativa tem o propósito de ofertar aos professores efetivos da Secretaria Municipal da Educação experiências de intercâmbio educacional e cultural, supervisionado e custeado pelo poder público


O prefeito José Sarto enviou, nesta segunda-feira (21/02), para apreciação da Câmara Municipal o projeto de lei que cria o programa de Intercâmbio Internacional “Professores Sem Fronteiras”. A iniciativa tem o propósito de ofertar aos professores efetivos da Secretaria Municipal da Educação experiências de intercâmbio educacional e cultural, supervisionado e custeado pelo poder público.

Os beneficiários do programa serão selecionados por meio de processo seletivo, regido por edital publicado pela SME. Os professores selecionados receberão bolsa e auxílios para custear as despesas decorrentes do intercâmbio. Ao todo, serão ofertadas 200 vagas, até 2024.

“Vamos ofertar a 200 docentes da rede municipal a oportunidade de experimentar vivências educacionais e culturais em outros países, o que certamente enriquecerá a formação dos nossos profissionais e também contribuirá com a qualidade do ensino para nossos estudantes”, afirmou o prefeito.

A indicação dos países para o intercâmbio educacional será feita pela Secretaria Municipal da Educação, de acordo com o mapeamento de experiências de destaque internacional alinhadas às práticas de interesse da educação municipal e da relevância dos indicadores de desempenho em educação do país de destino.

O programa “Professores Sem Fronteiras” vem fortalecer, ainda mais, a política de valorização profissional, oportunizando o conhecimento e a vivência de experiências educacionais de destaque internacional em educação em países de referência no cenário mundial. Tais vivências proporcionarão aos docentes a reinterpretação do fazer pedagógico em suas salas de aula, como também contribuirá de forma efetiva com projeto de modernização e de qualificação do ensino, visando a aprendizagem dos alunos da Rede Municipal de Ensino.

Prefeito Sarto envia Projeto de Lei que cria o programa “Professores Sem Fronteiras” para aprovação da Câmara Municipal

A iniciativa tem o propósito de ofertar aos professores efetivos da Secretaria Municipal da Educação experiências de intercâmbio educacional e cultural, supervisionado e custeado pelo poder público

O prefeito José Sarto enviou, nesta segunda-feira (21/02), para apreciação da Câmara Municipal o projeto de lei que cria o programa de Intercâmbio Internacional “Professores Sem Fronteiras”. A iniciativa tem o propósito de ofertar aos professores efetivos da Secretaria Municipal da Educação experiências de intercâmbio educacional e cultural, supervisionado e custeado pelo poder público.

Os beneficiários do programa serão selecionados por meio de processo seletivo, regido por edital publicado pela SME. Os professores selecionados receberão bolsa e auxílios para custear as despesas decorrentes do intercâmbio. Ao todo, serão ofertadas 200 vagas, até 2024.

“Vamos ofertar a 200 docentes da rede municipal a oportunidade de experimentar vivências educacionais e culturais em outros países, o que certamente enriquecerá a formação dos nossos profissionais e também contribuirá com a qualidade do ensino para nossos estudantes”, afirmou o prefeito.

A indicação dos países para o intercâmbio educacional será feita pela Secretaria Municipal da Educação, de acordo com o mapeamento de experiências de destaque internacional alinhadas às práticas de interesse da educação municipal e da relevância dos indicadores de desempenho em educação do país de destino.

O programa “Professores Sem Fronteiras” vem fortalecer, ainda mais, a política de valorização profissional, oportunizando o conhecimento e a vivência de experiências educacionais de destaque internacional em educação em países de referência no cenário mundial. Tais vivências proporcionarão aos docentes a reinterpretação do fazer pedagógico em suas salas de aula, como também contribuirá de forma efetiva com projeto de modernização e de qualificação do ensino, visando a aprendizagem dos alunos da Rede Municipal de Ensino.