13 de agosto de 2022 em Juventude

Prefeitura anuncia 3ª edição do Bolsa Jovem no Dia Internacional da Juventude

O anúncio ocorreu durante o encerramento da edição 2021 do projeto, contando com shows dos trappers Doixton, Arthuzim e participação especial de Whinderson Nunes


grupo de pessoas num palco
Evento ocorreu no ginásio Paulo Sarasate nesta sexta-feira (12/08) (Foto: Rodrigo Carvalho)
Comemorando o Dia Internacional da Juventude, a Prefeitura de Fortaleza promoveu, nesta sexta-feira (12/08), o encerramento da 2ª edição do programa Bolsa Jovem. Também foi anunciada a 3ª edição do programa durante o evento no ginásio Paulo Sarasate, que contou com shows dos trappers Arthurzim e Doixton, além da participação especial do humorista Whinderson Nunes.

A iniciativa da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Juventude, beneficiará 3.000 jovens em situação de vulnerabilidade na capital, com idade entre 15 e 29 anos. O objetivo é fazer com que os jovens possam desenvolver suas habilidades em diferentes áreas de interesse, por meio do recebimento de bolsa financeira de R$ 300 durante um ano. O edital foi lançado sexta-feira, com o início das inscrições na próxima segunda-feira (15/08).

“Nós temos o privilégio de ser uma cidade com uma pasta exclusivamente dedicada à juventude. Nada melhor do que comemorar esse dia, então, promovendo várias atrações e surpresas. O programa Bolsa Jovem é o maior programa de transferência de renda para a juventude, com 3000 jovens beneficiados", informou Davi Barroso, titular da Secretaria Municipal da Juventude.

Sara Santos, dançarina de 21 anos, foi participante do Bolsa Jovem em 2021 e recebeu seu certificado no evento. De acordo com a jovem, o programa a ajudou durante o período mais intenso da pandemia. “Durante a pandemia, a gente teve muito problema para marcar apresentações e muitas coisas estavam fechadas. Por conta disso, o auxílio do Bolsa Jovem foi essencial”, comentou.

Lorena Dias, de 28 anos, é grafiteira e explora imagens e símbolos da cultura afro-brasileira em sua arte. De acordo com Lorena, o investimento da Prefeitura se transformou em conhecimento e capacitação. “Com a bolsa, eu investi em conhecimento e cursos voltados, principalmente, para a área da arte digital e quadrinhos. Também investi em leitura para minhas pesquisas sobre a matriz africana”.

Além da entrega de certificados e shows, o evento contou ainda com feira de jovens empreendedores e apresentações de dança e trap de jovens da Rede Cuca.

Sobre o Bolsa Jovem

O Bolsa Jovem visa à redução das desigualdades e à promoção da inclusão juvenil. Desde a 2ª edição, o programa expandiu o número de áreas contempladas. As nove diferentes categorias são: Arte e Cultura; Cidadania e Participação Social; Ciência, Educação e Tecnologia; Comunicação; Comunidades e Povos Tradicionais; Práticas Recreativas e Lazer; Meio Ambiente e Sustentabilidade; Saúde e Bem Estar; Economia Criativa e Empreendedorismo.

Podem participar do programa

- Jovens com idade entre 15 e 29 anos, excetuando-se os casos para pessoas com deficiência, que será aceita a inscrição até os 35 anos;
- Residentes em Fortaleza, com renda per capita de até um salário mínimo (por pessoa da família);
- Jovens que não possuam vínculo empregatício ou que não estejam contratados por nenhum projeto, ação ou contrato de gestão com a Secretaria da Juventude (bolsistas, estagiários, monitores e afins);
- Jovens que não recebam bolsa, auxílio, benefício ou patrocínios na mesma área em que está concorrendo;
- Jovens que já desenvolvam atividades, projetos ou pesquisa em uma das áreas do Bolsa Jovem por, no mínimo, um ano.

Das 3.000 vagas disponibilizadas, 10% são destinadas a pessoas com deficiência com idade máxima de 35 anos e a disposição de até 150 vagas para egressos e jovens que estejam em cumprimento de medida em meio aberto do Sistema Socioeducativo do Estado do Ceará.

Prefeitura anuncia 3ª edição do Bolsa Jovem no Dia Internacional da Juventude

O anúncio ocorreu durante o encerramento da edição 2021 do projeto, contando com shows dos trappers Doixton, Arthuzim e participação especial de Whinderson Nunes

grupo de pessoas num palco
Evento ocorreu no ginásio Paulo Sarasate nesta sexta-feira (12/08) (Foto: Rodrigo Carvalho)
Comemorando o Dia Internacional da Juventude, a Prefeitura de Fortaleza promoveu, nesta sexta-feira (12/08), o encerramento da 2ª edição do programa Bolsa Jovem. Também foi anunciada a 3ª edição do programa durante o evento no ginásio Paulo Sarasate, que contou com shows dos trappers Arthurzim e Doixton, além da participação especial do humorista Whinderson Nunes.

A iniciativa da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Juventude, beneficiará 3.000 jovens em situação de vulnerabilidade na capital, com idade entre 15 e 29 anos. O objetivo é fazer com que os jovens possam desenvolver suas habilidades em diferentes áreas de interesse, por meio do recebimento de bolsa financeira de R$ 300 durante um ano. O edital foi lançado sexta-feira, com o início das inscrições na próxima segunda-feira (15/08).

“Nós temos o privilégio de ser uma cidade com uma pasta exclusivamente dedicada à juventude. Nada melhor do que comemorar esse dia, então, promovendo várias atrações e surpresas. O programa Bolsa Jovem é o maior programa de transferência de renda para a juventude, com 3000 jovens beneficiados", informou Davi Barroso, titular da Secretaria Municipal da Juventude.

Sara Santos, dançarina de 21 anos, foi participante do Bolsa Jovem em 2021 e recebeu seu certificado no evento. De acordo com a jovem, o programa a ajudou durante o período mais intenso da pandemia. “Durante a pandemia, a gente teve muito problema para marcar apresentações e muitas coisas estavam fechadas. Por conta disso, o auxílio do Bolsa Jovem foi essencial”, comentou.

Lorena Dias, de 28 anos, é grafiteira e explora imagens e símbolos da cultura afro-brasileira em sua arte. De acordo com Lorena, o investimento da Prefeitura se transformou em conhecimento e capacitação. “Com a bolsa, eu investi em conhecimento e cursos voltados, principalmente, para a área da arte digital e quadrinhos. Também investi em leitura para minhas pesquisas sobre a matriz africana”.

Além da entrega de certificados e shows, o evento contou ainda com feira de jovens empreendedores e apresentações de dança e trap de jovens da Rede Cuca.

Sobre o Bolsa Jovem

O Bolsa Jovem visa à redução das desigualdades e à promoção da inclusão juvenil. Desde a 2ª edição, o programa expandiu o número de áreas contempladas. As nove diferentes categorias são: Arte e Cultura; Cidadania e Participação Social; Ciência, Educação e Tecnologia; Comunicação; Comunidades e Povos Tradicionais; Práticas Recreativas e Lazer; Meio Ambiente e Sustentabilidade; Saúde e Bem Estar; Economia Criativa e Empreendedorismo.

Podem participar do programa

- Jovens com idade entre 15 e 29 anos, excetuando-se os casos para pessoas com deficiência, que será aceita a inscrição até os 35 anos;
- Residentes em Fortaleza, com renda per capita de até um salário mínimo (por pessoa da família);
- Jovens que não possuam vínculo empregatício ou que não estejam contratados por nenhum projeto, ação ou contrato de gestão com a Secretaria da Juventude (bolsistas, estagiários, monitores e afins);
- Jovens que não recebam bolsa, auxílio, benefício ou patrocínios na mesma área em que está concorrendo;
- Jovens que já desenvolvam atividades, projetos ou pesquisa em uma das áreas do Bolsa Jovem por, no mínimo, um ano.

Das 3.000 vagas disponibilizadas, 10% são destinadas a pessoas com deficiência com idade máxima de 35 anos e a disposição de até 150 vagas para egressos e jovens que estejam em cumprimento de medida em meio aberto do Sistema Socioeducativo do Estado do Ceará.