Prefeitura de Fortaleza inicia entrega de chips, tablets e kits pedagógicos para alunos da Rede Municipal de Ensino

08 de abril de 2021 em Educação

Prefeitura de Fortaleza inicia entrega de chips, tablets e kits pedagógicos para alunos da Rede Municipal de Ensino

Mediante agendamento, a gestão municipal disponibilizará 242 mil chips e 21.500 tablets


prefeito sarto entrega um tablet para uma estudante. Ambos usam máscara
O prefeito José Sarto acompanhou a distribuição na Escola de Tempo Integral Maria do Socorro Alves Carneiro, instalada no Bonsucesso (Foto: Marcos Moura)

A Prefeitura de Fortaleza iniciou, na manhã desta quinta-feira (08/04), a entrega de chips, tablets e kits pedagógicos para os alunos da Rede Municipal de Ensino. O prefeito José Sarto acompanhou a distribuição na Escola de Tempo Integral Maria do Socorro Alves Carneiro, instalada no Bonsucesso. Na ocasião, o gestor entregou a requalificação do prédio da unidade escolar.

Os itens pedagógicos, aliados às ferramentas de inclusão digital incorporadas, fortalecem o ensino remoto implantado na Capital em virtude da pandemia de Covid-19. A estratégia da gestão municipal visa ao apoio de professores, alunos e seus familiares. Por meio de cessão, os tablets e chips auxiliarão o desenvolvimento de atividades pedagógicas em regime domiciliar pela difusão dos meios digitais.

Durante a entrega simbólica dos materiais, Sarto destacou os impactos estimados a partir da implantação da iniciativa. “A pandemia exige que nós nos reinventemos. Estamos assegurando o acesso a equipamentos de qualidade. Isso irá impulsionar os nossos estudantes na vida. O conhecimento liberta. É pela educação que iremos transformar realidades”, afirmou.

Quantitativo

Serão disponibilizados, ao longo do mês de abril, cerca de 242 mil chips com pacote de dados (20 GB) mensalmente recarregáveis para profissionais envolvidos nas ações de ensino e combate à evasão escolar e todos os alunos matriculados na Rede Municipal – Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA). A recarga do chip será mensal. Para a finalidade, o Município vem investindo recursos da ordem de R$ 29.918.459,97.

Também serão entregues 21.500 tablets, contemplando os estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e da última etapa da Educação de Jovens e Adultos (EJA), assim como todos os alunos matriculados na Rede Municipal atendidos nas Casas de Acolhimento, independentemente da série que estejam cursando. Para a aquisição dos tablets, foram investidos R$ 18.516.613,34. A entrega será realizada de abril a junho.

Os kits pedagógicos, a exemplo do que acontece no início de cada ano letivo, serão entregues a todos os alunos matriculados na Rede Municipal. Cada estudante recebe kit pedagógico, conforme a especificidade de cada etapa - Educação Infantil e Ensino Fundamental. O kit inclui, entre outros itens, cadernos, canetinhas, lápis de grafite, lápis de cor, borracha, cola e tesoura. Foram investidos R$ 11.489.625,00 para a aquisição dos kits pedagógicos, que serão entregues nos meses de abril e maio.

De acordo com a secretária da Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha, os insumos irão assegurar maior eficácia à relação ensino-aprendizado. “Neste momento ainda delicado, estamos atuando em parceria com professores, gestores, alunos e familiares. Enquanto o ensino híbrido não for autorizado em virtude da pandemia, os materiais garantidos irão possibilitar um ensino remoto de maior qualidade”, reiterou.

Cronograma

A entrega vem sendo realizada nas unidades municipais de ensino em conformidade com cronograma divulgado pela Secretaria Municipal da Educação. O agendamento, organizado pela direção dos equipamentos escolares, contemplará, inicialmente, estudantes matriculados na Educação Infantil.

Ao destacar a sensibilidade da Prefeitura Municipal de Fortaleza diante do entendimento da necessidade da inclusão digital, a primeira-dama do Município, Natália Herculano, ressaltou a importância do cumprimento dos horários individuais estabelecidos para o recebimento. “É fundamental que, para evitar aglomerações e para assegurar a organização da logística, todos busquem respeitar o cronograma informado”, defendeu.

Reajuste de calendário

A SME explica que a entrega dos benefícios estava prevista para o início do ano letivo, mas, em decorrência do agravamento da pandemia, houve decreto de isolamento rígido em diversos locais do País, o que paralisou atividades de indústria, comércio e serviços. Com isso, o cronograma precisou ser reajustado.

ETI Maria do Socorro Carneiro

Dentre as intervenções realizadas na recém-requalificada ETI Maria do Socorro Carneiro, destacam-se a construção de auditório, espaço para acondicionamento adequado do lixo, casa de gás; reforma da quadra e construção dos vestiários; pinturas das salas e área externa; reforma dos banheiros e cozinha, além da pavimentação da área externa dos dois estacionamentos.

“Há uma qualidade de engenharia muito bem planejada, comparável às melhores escolas privadas de Fortaleza. Além disso, esta unidade escolar apresenta resultados educacionais acima da média”, considerou o prefeito.

Nova sala de inovação educacional

Com o intuito de potencializar o aprendizado, a sala de inovação educacional irá proporcionar acesso às novidades tecnológicas, incentivando a criatividade, inovação e protagonismo estudantil. Por meio disso, os estudantes desenvolvem pesquisas, produção e exibição de vídeos, confecção de protótipos, objetos e simulações.

“A estrutura da sala de inovação é fantástica. Estamos trabalhando pela estabilização do cenário de pandemia, lutando para adquirir vacinas e continuar controlando os indicadores para proporcionar o retorno seguro das aulas híbridas. Dessa forma, os alunos poderão usufruir a qualidade dessa escola”, informou Sarto.

Investimento

A requalificação da unidade, que conta com a parceria do Governo do Estado, teve o investimento de R$ 2.275.189,64. A ETI atende 456 alunos, do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

As requalificações das unidades da Rede Municipal de Ensino têm o objetivo de proporcionar melhorias estruturais no parque escolar, conferindo mais conforto, segurança e acessibilidade para alunos, professores, funcionários e comunidade escolar em geral.

Prefeitura de Fortaleza inicia entrega de chips, tablets e kits pedagógicos para alunos da Rede Municipal de Ensino

Mediante agendamento, a gestão municipal disponibilizará 242 mil chips e 21.500 tablets

prefeito sarto entrega um tablet para uma estudante. Ambos usam máscara
O prefeito José Sarto acompanhou a distribuição na Escola de Tempo Integral Maria do Socorro Alves Carneiro, instalada no Bonsucesso (Foto: Marcos Moura)

A Prefeitura de Fortaleza iniciou, na manhã desta quinta-feira (08/04), a entrega de chips, tablets e kits pedagógicos para os alunos da Rede Municipal de Ensino. O prefeito José Sarto acompanhou a distribuição na Escola de Tempo Integral Maria do Socorro Alves Carneiro, instalada no Bonsucesso. Na ocasião, o gestor entregou a requalificação do prédio da unidade escolar.

Os itens pedagógicos, aliados às ferramentas de inclusão digital incorporadas, fortalecem o ensino remoto implantado na Capital em virtude da pandemia de Covid-19. A estratégia da gestão municipal visa ao apoio de professores, alunos e seus familiares. Por meio de cessão, os tablets e chips auxiliarão o desenvolvimento de atividades pedagógicas em regime domiciliar pela difusão dos meios digitais.

Durante a entrega simbólica dos materiais, Sarto destacou os impactos estimados a partir da implantação da iniciativa. “A pandemia exige que nós nos reinventemos. Estamos assegurando o acesso a equipamentos de qualidade. Isso irá impulsionar os nossos estudantes na vida. O conhecimento liberta. É pela educação que iremos transformar realidades”, afirmou.

Quantitativo

Serão disponibilizados, ao longo do mês de abril, cerca de 242 mil chips com pacote de dados (20 GB) mensalmente recarregáveis para profissionais envolvidos nas ações de ensino e combate à evasão escolar e todos os alunos matriculados na Rede Municipal – Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA). A recarga do chip será mensal. Para a finalidade, o Município vem investindo recursos da ordem de R$ 29.918.459,97.

Também serão entregues 21.500 tablets, contemplando os estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e da última etapa da Educação de Jovens e Adultos (EJA), assim como todos os alunos matriculados na Rede Municipal atendidos nas Casas de Acolhimento, independentemente da série que estejam cursando. Para a aquisição dos tablets, foram investidos R$ 18.516.613,34. A entrega será realizada de abril a junho.

Os kits pedagógicos, a exemplo do que acontece no início de cada ano letivo, serão entregues a todos os alunos matriculados na Rede Municipal. Cada estudante recebe kit pedagógico, conforme a especificidade de cada etapa - Educação Infantil e Ensino Fundamental. O kit inclui, entre outros itens, cadernos, canetinhas, lápis de grafite, lápis de cor, borracha, cola e tesoura. Foram investidos R$ 11.489.625,00 para a aquisição dos kits pedagógicos, que serão entregues nos meses de abril e maio.

De acordo com a secretária da Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha, os insumos irão assegurar maior eficácia à relação ensino-aprendizado. “Neste momento ainda delicado, estamos atuando em parceria com professores, gestores, alunos e familiares. Enquanto o ensino híbrido não for autorizado em virtude da pandemia, os materiais garantidos irão possibilitar um ensino remoto de maior qualidade”, reiterou.

Cronograma

A entrega vem sendo realizada nas unidades municipais de ensino em conformidade com cronograma divulgado pela Secretaria Municipal da Educação. O agendamento, organizado pela direção dos equipamentos escolares, contemplará, inicialmente, estudantes matriculados na Educação Infantil.

Ao destacar a sensibilidade da Prefeitura Municipal de Fortaleza diante do entendimento da necessidade da inclusão digital, a primeira-dama do Município, Natália Herculano, ressaltou a importância do cumprimento dos horários individuais estabelecidos para o recebimento. “É fundamental que, para evitar aglomerações e para assegurar a organização da logística, todos busquem respeitar o cronograma informado”, defendeu.

Reajuste de calendário

A SME explica que a entrega dos benefícios estava prevista para o início do ano letivo, mas, em decorrência do agravamento da pandemia, houve decreto de isolamento rígido em diversos locais do País, o que paralisou atividades de indústria, comércio e serviços. Com isso, o cronograma precisou ser reajustado.

ETI Maria do Socorro Carneiro

Dentre as intervenções realizadas na recém-requalificada ETI Maria do Socorro Carneiro, destacam-se a construção de auditório, espaço para acondicionamento adequado do lixo, casa de gás; reforma da quadra e construção dos vestiários; pinturas das salas e área externa; reforma dos banheiros e cozinha, além da pavimentação da área externa dos dois estacionamentos.

“Há uma qualidade de engenharia muito bem planejada, comparável às melhores escolas privadas de Fortaleza. Além disso, esta unidade escolar apresenta resultados educacionais acima da média”, considerou o prefeito.

Nova sala de inovação educacional

Com o intuito de potencializar o aprendizado, a sala de inovação educacional irá proporcionar acesso às novidades tecnológicas, incentivando a criatividade, inovação e protagonismo estudantil. Por meio disso, os estudantes desenvolvem pesquisas, produção e exibição de vídeos, confecção de protótipos, objetos e simulações.

“A estrutura da sala de inovação é fantástica. Estamos trabalhando pela estabilização do cenário de pandemia, lutando para adquirir vacinas e continuar controlando os indicadores para proporcionar o retorno seguro das aulas híbridas. Dessa forma, os alunos poderão usufruir a qualidade dessa escola”, informou Sarto.

Investimento

A requalificação da unidade, que conta com a parceria do Governo do Estado, teve o investimento de R$ 2.275.189,64. A ETI atende 456 alunos, do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

As requalificações das unidades da Rede Municipal de Ensino têm o objetivo de proporcionar melhorias estruturais no parque escolar, conferindo mais conforto, segurança e acessibilidade para alunos, professores, funcionários e comunidade escolar em geral.