26 de setembro de 2013 em Saúde

Prefeitura de Fortaleza lança Campanha de Vacinação Antirrábica

A atividade acontece nesta sexta-feira (27/9) de 8h às 12h na Praça Cruz Grande, próximo à Uece


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) já está oferecendo a vacina em nove boxes do Centro de Controle de Zoonozes (CCZ)

A Prefeitura de Fortaleza, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), abre oficialmente a Campanha de Vacinação Antirrábica nesta sexta-feira (27/9), em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (Sesa). A atividade acontece de 8h às 12h na Praça Cruz Grande, localizada na Av. Dedé Brasil – Serrinha, próximo à Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Na oportunidade, acontecerá a apresentação da banda de música e do canil da Polícia Militar do Ceará. Além disso, o público poderá assistir a uma peça teatral produzida pelas equipes de mobilização do Estado e do Município. O dia "D" de vacinação acontece 28 de setembro. De acordo com a Célula de Vigilância Ambiental e de Riscos Biológicos, a Capital possui cerca de 310 mil cães e gatos.

O principal mecanismo de controle da Raiva Urbana é a campanha de vacinação. Por meio dela é possível controlar a doença entre os animais de companhia e proteger a população de contrair esse tipo de patologia. Por isso, a SMS convoca a população que possui esses animais domésticos para participar desse momento de prevenção à saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) já está oferecendo a vacina em nove boxes do Centro de Controle de Zoonozes (CCZ):

Regional I

Posto de Saúde João Medeiros (Av. Dom Aloízio Lorscheider, 982 – Vila Velha. Telefone: 3452-6645/ 3452-6646);

Regional II

Posto de Saúde Paulo Marcelo (Rua 25 de março, 607 – Centro. Telefone: 3254-2273);
Posto de Saúde Rigoberto Romero (Rua Alameda das Graviolas, 195 – Cidade 2000. Telefone: 3433-2746);
Posto de Saúde Aida dos Santos (Rua Trajano de Medeiros, 813 – Vicente Pinzon. Telefone: 3265-6566);
Posto de Saúde Pio XII (Rua Belizário Távora, s/n – Pio XII. Telefone: 3452-1896);

Regional III

Rua da Liberdade, 65 – Autran Nunes. Telefone: 3488-3257;

Regional IV

CCZ (Rua Betel, 2980 – Dendê. Telefone: 3131-7846/ 3131-7849);

Regional V

Posto de Saúde Maciel de Brito (Av. A, 1ª etapa – Conjunto Ceará. Telefone: 3452-2486);
CSU (Av. D, 2ª etapa – Conjunto Ceará. Telefone:8615-3393/ 9616-8326);

Regional VI

Associação Comunitária (Rua C, 11 – Conjunto Bandeirantes – Messejana).

O dia “D” de vacinação estrategicamente coincide com o Dia Mundial de Luta contra a Raiva. Nesse dia, a SMS vai disponibilizar 861 postos de vacinação que serão distribuídos nas seis Regionais da Cidade. O dia “D” vai contar com a participação de nove veterinários e 1.722 agentes sanitaristas e agentes comunitários de saúde. Os locais serão divulgados posteriormente no site da SMS.

Saiba mais

Em 2013, o município de Fortaleza completa dez anos sem casos de Raiva Humana, Canina e Felina. As últimas ocorrências foram em 2003 com 19 casos caninos, 3 humanos e 1 felino. É importante ressaltar que a Raiva é uma doença grave para a população e para o sistema de saúde devido à sua alta letalidade, que é próxima a 100%.

 

Prefeitura de Fortaleza lança Campanha de Vacinação Antirrábica

A atividade acontece nesta sexta-feira (27/9) de 8h às 12h na Praça Cruz Grande, próximo à Uece

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) já está oferecendo a vacina em nove boxes do Centro de Controle de Zoonozes (CCZ)

A Prefeitura de Fortaleza, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), abre oficialmente a Campanha de Vacinação Antirrábica nesta sexta-feira (27/9), em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (Sesa). A atividade acontece de 8h às 12h na Praça Cruz Grande, localizada na Av. Dedé Brasil – Serrinha, próximo à Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Na oportunidade, acontecerá a apresentação da banda de música e do canil da Polícia Militar do Ceará. Além disso, o público poderá assistir a uma peça teatral produzida pelas equipes de mobilização do Estado e do Município. O dia "D" de vacinação acontece 28 de setembro. De acordo com a Célula de Vigilância Ambiental e de Riscos Biológicos, a Capital possui cerca de 310 mil cães e gatos.

O principal mecanismo de controle da Raiva Urbana é a campanha de vacinação. Por meio dela é possível controlar a doença entre os animais de companhia e proteger a população de contrair esse tipo de patologia. Por isso, a SMS convoca a população que possui esses animais domésticos para participar desse momento de prevenção à saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) já está oferecendo a vacina em nove boxes do Centro de Controle de Zoonozes (CCZ):

Regional I

Posto de Saúde João Medeiros (Av. Dom Aloízio Lorscheider, 982 – Vila Velha. Telefone: 3452-6645/ 3452-6646);

Regional II

Posto de Saúde Paulo Marcelo (Rua 25 de março, 607 – Centro. Telefone: 3254-2273);
Posto de Saúde Rigoberto Romero (Rua Alameda das Graviolas, 195 – Cidade 2000. Telefone: 3433-2746);
Posto de Saúde Aida dos Santos (Rua Trajano de Medeiros, 813 – Vicente Pinzon. Telefone: 3265-6566);
Posto de Saúde Pio XII (Rua Belizário Távora, s/n – Pio XII. Telefone: 3452-1896);

Regional III

Rua da Liberdade, 65 – Autran Nunes. Telefone: 3488-3257;

Regional IV

CCZ (Rua Betel, 2980 – Dendê. Telefone: 3131-7846/ 3131-7849);

Regional V

Posto de Saúde Maciel de Brito (Av. A, 1ª etapa – Conjunto Ceará. Telefone: 3452-2486);
CSU (Av. D, 2ª etapa – Conjunto Ceará. Telefone:8615-3393/ 9616-8326);

Regional VI

Associação Comunitária (Rua C, 11 – Conjunto Bandeirantes – Messejana).

O dia “D” de vacinação estrategicamente coincide com o Dia Mundial de Luta contra a Raiva. Nesse dia, a SMS vai disponibilizar 861 postos de vacinação que serão distribuídos nas seis Regionais da Cidade. O dia “D” vai contar com a participação de nove veterinários e 1.722 agentes sanitaristas e agentes comunitários de saúde. Os locais serão divulgados posteriormente no site da SMS.

Saiba mais

Em 2013, o município de Fortaleza completa dez anos sem casos de Raiva Humana, Canina e Felina. As últimas ocorrências foram em 2003 com 19 casos caninos, 3 humanos e 1 felino. É importante ressaltar que a Raiva é uma doença grave para a população e para o sistema de saúde devido à sua alta letalidade, que é próxima a 100%.