02 de dezembro de 2020 em Segurança Cidadã

Prefeitura de Fortaleza realiza curso de videomonitoramento para Guardas Municipais

Os alunos recebem todo o conhecimento necessário sobre os equipamentos, procedimentos operacionais e legislação em relação ao videomonitoramento


A Prefeitura de Fortaleza iniciou, por meio da Secretaria Municipal da Segurança Cidadã (Sesec), na manhã desta segunda-feira (01/12), o curso de videomonitoramento para 24 guardas municipais que atuarão nas Células de Proteção Comunitária do Programa Municipal de Proteção Urbana (PMPU).

O curso, realizado pela Academia da Segurança Cidadã (Amsec), acontece no auditório da Sesec e possui duração de 40h/aula, sendo 24 horas teóricas e 15 horas práticas, a serem realizadas nas Células de Proteção Comunitária do Jangurussu e da Comunidade Pôr do Sol. Os alunos recebem todo o conhecimento necessário sobre os equipamentos, procedimentos operacionais e legislação em relação ao videomonitoramento.

O Sistema de Videomonitoramento é mantido pela Sesec e operacionalizado pela Coordenadoria de Videomonitoramento. Esse trabalho garante operações mais bem planejadas, ações preventivas e integradas, além do atendimento direto e rápido ao cidadão e da fiscalização dos órgãos públicos.

De acordo com o titular da Coordenadoria de Videomonitoramento, inspetor Ferreira Alencar, a atividade proporciona maior agilidade na comunicação com os efetivos operacionais. “Com o sistema de câmeras, demos mais operacionalidade ao trabalho do setor, realizando desde a identificação da ação delituosa, passando pelo acionamento das equipes da Guarda e do Ciops, bem como a chegada da viatura para as abordagens”, explicou. Para Alencar, o setor também desempenha outros papéis, destacando a possibilidade de planejamento prévio das operações, acompanhamento das técnicas empregadas pelos agentes e, finalmente, o direcionamento correto das ações, evitando o desgaste das equipes. “Estamos intimamente ligados aos efetivos operacionais, assessorando para garantir o sucesso das missões”, completou.

O serviço é realizado 24 horas por meio de câmeras distribuídas em pontos estratégicos da Cidade e também nos perímetros das Células de Proteção Comunitária, localizadas nos bairros Jangurussu, Goiabeiras, Vila Velha, Barra do Ceará, Caça e Pesca, Canindezinho, Bonsucesso, Pôr do Sol, Pan Americano e Mondubim.

Prefeitura de Fortaleza realiza curso de videomonitoramento para Guardas Municipais

Os alunos recebem todo o conhecimento necessário sobre os equipamentos, procedimentos operacionais e legislação em relação ao videomonitoramento

A Prefeitura de Fortaleza iniciou, por meio da Secretaria Municipal da Segurança Cidadã (Sesec), na manhã desta segunda-feira (01/12), o curso de videomonitoramento para 24 guardas municipais que atuarão nas Células de Proteção Comunitária do Programa Municipal de Proteção Urbana (PMPU).

O curso, realizado pela Academia da Segurança Cidadã (Amsec), acontece no auditório da Sesec e possui duração de 40h/aula, sendo 24 horas teóricas e 15 horas práticas, a serem realizadas nas Células de Proteção Comunitária do Jangurussu e da Comunidade Pôr do Sol. Os alunos recebem todo o conhecimento necessário sobre os equipamentos, procedimentos operacionais e legislação em relação ao videomonitoramento.

O Sistema de Videomonitoramento é mantido pela Sesec e operacionalizado pela Coordenadoria de Videomonitoramento. Esse trabalho garante operações mais bem planejadas, ações preventivas e integradas, além do atendimento direto e rápido ao cidadão e da fiscalização dos órgãos públicos.

De acordo com o titular da Coordenadoria de Videomonitoramento, inspetor Ferreira Alencar, a atividade proporciona maior agilidade na comunicação com os efetivos operacionais. “Com o sistema de câmeras, demos mais operacionalidade ao trabalho do setor, realizando desde a identificação da ação delituosa, passando pelo acionamento das equipes da Guarda e do Ciops, bem como a chegada da viatura para as abordagens”, explicou. Para Alencar, o setor também desempenha outros papéis, destacando a possibilidade de planejamento prévio das operações, acompanhamento das técnicas empregadas pelos agentes e, finalmente, o direcionamento correto das ações, evitando o desgaste das equipes. “Estamos intimamente ligados aos efetivos operacionais, assessorando para garantir o sucesso das missões”, completou.

O serviço é realizado 24 horas por meio de câmeras distribuídas em pontos estratégicos da Cidade e também nos perímetros das Células de Proteção Comunitária, localizadas nos bairros Jangurussu, Goiabeiras, Vila Velha, Barra do Ceará, Caça e Pesca, Canindezinho, Bonsucesso, Pôr do Sol, Pan Americano e Mondubim.