21 de maio de 2020 em Saúde

Prefeitura e Governo do Estado elaboram estratégias para assegurar o cumprimento do isolamento social rígido

Prefeito Roberto Cláudio destacou a atuação dos Agentes Comunitários de Saúde na busca ativa por pacientes de risco. Mais de 18 mil pessoas já foram visitadas


prefeito em pé falando
“Um conjunto de ações foi e está sendo implantado na Atenção Primária. O fortalecimento das equipes do PSF tem sido uma importante medida", ressaltou o Prefeito

A Prefeitura de Fortaleza, em parceria com o Governo do Estado do Ceará, segue investindo em medidas preventivas e assistenciais direcionadas ao combate à Covid-19. Nesta quinta-feira (21/05), em transmissão ao vivo pelas redes sociais, o prefeito Roberto Cláudio atualizou ações em execução no âmbito municipal.

Clique e assista ao pronunciamento na íntegra

Após a renovação do decreto que prorroga o isolamento social rígido na Capital até 31 de maio, as forças locais de fiscalização e de segurança seguem atuando nas vias da Cidade. Ao longo desta tarde, o Prefeito esteve reunido com o governador Camilo Santana e com representantes de diversos órgãos municipais e estaduais para a elaboração de estratégias que assegurem o cumprimento das determinações previstas.

De acordo com Roberto Cláudio, o intuito da proposta é garantir a fiscalização e estimular a consciência coletiva em torno do papel preventivo que o isolamento social rígido desempenha. “Nosso objetivo é defender a saúde e proteger a vida do cidadão fortalezense. Para isso, seguem atuando, de forma sóbria, responsável, séria e focada, profissionais da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, AMC e Agefis. No entanto, o fiscal mais eficaz segue sendo a nossa consciência”, introduziu.

Visando à redução de aglomerações e de deslocamentos desnecessários, a fiscalização será diversificada por meio da implantação de nova metodologia. “Para garantir a devida orientação à população, as equipes envolvidas irão agir de forma diversificada e contundente. O isolamento social é a medida mais simples, mais efetiva e mais barata neste momento. Nosso esforço deverá segurar o número de casos da doença. Esse esforço é individual e coletivo”, reafirmou.

O Gestor agradeceu a compreensão da população e reiterou a execução de medidas socioeconômicas para minimizar os impactos decorrentes do atual quadro pandêmico. “Há um plano de apoio à retomada da economia. Mas, neste momento, quanto mais a gente cumprir o isolamento social, mais rapidamente sairemos desta crise”, esclareceu.

Atenção Primária

Além da implantação de um sistema de saúde paralelo em Fortaleza, especificamente voltado ao tratamento de pacientes acometidos pelo novo coronavírus, o Prefeito destacou os gradativos investimentos direcionados à Atenção Primária.

155 novos médicos

Os 113 Postos de Saúde de Capital têm exercido, por meio das equipes do Programa de Saúde da Família, um papel fundamental neste momento. A contratação de novos profissionais vêm fortalecendo a realidade, sobretudo, das unidades instaladas em territórios mais vulneráveis de Fortaleza.

“Um conjunto de ações foi e está sendo implantado na Atenção Primária. O fortalecimento das equipes do PSF tem sido uma importante medida. De março até agora, 155 novos médicos estão atuando de maneira imprescindível para diagnosticar casos e estabelecer estratégias de tratamento. Esses profissionais chegaram, principalmente, em lugares que cronicamente mais sofrem com a carência de médicos”, informou.

Protocolo assistencial

Paralelamente, objetivando identificar riscos e implantar protocolos específicos diante de quadros sugestivos de Covid-19, o Município segue investindo em equipamentos e na otimização da logística assistencial.

“Agora, todos os Postos de Saúde contam com oxímetros de pulso para avaliar o oxigênio no sangue de pacientes sintomáticos. Este é um indicador importante em casos de Covid. Além disso, para facilitar a regulação entre unidades de saúde, dispomos de transportes sanitários. Estamos também investindo nos laboratórios para a realização de exames. Um simples hemograma pode ajudar a orientar a conduta médica”, elencou.

Casos sugestivos

Durante a transmissão, o Prefeito apresentou um balanço do número de pacientes com quadros gripais assistidos pela Atenção Primária de março a maio de 2020, que totalizou cerca de 45 mil casos. “Alguns foram confirmados, outros sugestivos, outros descartados. Mas, em todos os casos, foi explorada a possibilidade de contaminação pelo novo coronavírus. Nosso protocolo identifica riscos”, acrescentou.

Busca ativa por pacientes de risco

Por meio da atuação de Agentes Comunitários de Saúde (ACS), em parceria com Agentes de Endemias, a Prefeitura de Fortaleza tem desenvolvido, desde abril, a busca domiciliar por pacientes de risco. A medida visa ao monitoramento adequado e à identificação precoce de quadros sintomáticos preocupantes. Para a finalidade, a gestão municipal tem disponibilizado máscaras e equipamentos de proteção individual.

“Pacientes dos grupos de risco assistidos pelas equipes de Saúde da Família estão sendo acompanhados pela visita dos ACS, a quem registro a minha gratidão. Mais de 18 mil pessoas já foram visitadas. Paralelamente, por meio da atuação dos agentes de endemias e dos mobilizadores sociais, outras duas mil pessoas foram contempladas. Isso serve para identificar precocemente casos graves e garantir o tratamento adequado”, pontuou o Roberto Cláudio.

Postos de Saúde nos finais de semana

Para expandir as portas de entrada para o sistema de saúde, assegurando um diagnóstico adequado e uma eventual transferência hospitalar precoce, alguns Postos de Saúde da Capital seguem abertos nos finais de semana.

“Ao abrir 12 Postos de Saúde aos sábados e domingos, nós temos aliviado a pressão assistencial nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e otimizado o atendimento, inclusive, dos casos que demandam internação”, finalizou Roberto Cláudio, agradecendo a todos os profissionais envolvidos neste esforço coletivo.

arte escrito Fortaleza contra coronavírus, clique aqui e saiba mais

Prefeitura e Governo do Estado elaboram estratégias para assegurar o cumprimento do isolamento social rígido

Prefeito Roberto Cláudio destacou a atuação dos Agentes Comunitários de Saúde na busca ativa por pacientes de risco. Mais de 18 mil pessoas já foram visitadas

prefeito em pé falando
“Um conjunto de ações foi e está sendo implantado na Atenção Primária. O fortalecimento das equipes do PSF tem sido uma importante medida", ressaltou o Prefeito

A Prefeitura de Fortaleza, em parceria com o Governo do Estado do Ceará, segue investindo em medidas preventivas e assistenciais direcionadas ao combate à Covid-19. Nesta quinta-feira (21/05), em transmissão ao vivo pelas redes sociais, o prefeito Roberto Cláudio atualizou ações em execução no âmbito municipal.

Clique e assista ao pronunciamento na íntegra

Após a renovação do decreto que prorroga o isolamento social rígido na Capital até 31 de maio, as forças locais de fiscalização e de segurança seguem atuando nas vias da Cidade. Ao longo desta tarde, o Prefeito esteve reunido com o governador Camilo Santana e com representantes de diversos órgãos municipais e estaduais para a elaboração de estratégias que assegurem o cumprimento das determinações previstas.

De acordo com Roberto Cláudio, o intuito da proposta é garantir a fiscalização e estimular a consciência coletiva em torno do papel preventivo que o isolamento social rígido desempenha. “Nosso objetivo é defender a saúde e proteger a vida do cidadão fortalezense. Para isso, seguem atuando, de forma sóbria, responsável, séria e focada, profissionais da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, AMC e Agefis. No entanto, o fiscal mais eficaz segue sendo a nossa consciência”, introduziu.

Visando à redução de aglomerações e de deslocamentos desnecessários, a fiscalização será diversificada por meio da implantação de nova metodologia. “Para garantir a devida orientação à população, as equipes envolvidas irão agir de forma diversificada e contundente. O isolamento social é a medida mais simples, mais efetiva e mais barata neste momento. Nosso esforço deverá segurar o número de casos da doença. Esse esforço é individual e coletivo”, reafirmou.

O Gestor agradeceu a compreensão da população e reiterou a execução de medidas socioeconômicas para minimizar os impactos decorrentes do atual quadro pandêmico. “Há um plano de apoio à retomada da economia. Mas, neste momento, quanto mais a gente cumprir o isolamento social, mais rapidamente sairemos desta crise”, esclareceu.

Atenção Primária

Além da implantação de um sistema de saúde paralelo em Fortaleza, especificamente voltado ao tratamento de pacientes acometidos pelo novo coronavírus, o Prefeito destacou os gradativos investimentos direcionados à Atenção Primária.

155 novos médicos

Os 113 Postos de Saúde de Capital têm exercido, por meio das equipes do Programa de Saúde da Família, um papel fundamental neste momento. A contratação de novos profissionais vêm fortalecendo a realidade, sobretudo, das unidades instaladas em territórios mais vulneráveis de Fortaleza.

“Um conjunto de ações foi e está sendo implantado na Atenção Primária. O fortalecimento das equipes do PSF tem sido uma importante medida. De março até agora, 155 novos médicos estão atuando de maneira imprescindível para diagnosticar casos e estabelecer estratégias de tratamento. Esses profissionais chegaram, principalmente, em lugares que cronicamente mais sofrem com a carência de médicos”, informou.

Protocolo assistencial

Paralelamente, objetivando identificar riscos e implantar protocolos específicos diante de quadros sugestivos de Covid-19, o Município segue investindo em equipamentos e na otimização da logística assistencial.

“Agora, todos os Postos de Saúde contam com oxímetros de pulso para avaliar o oxigênio no sangue de pacientes sintomáticos. Este é um indicador importante em casos de Covid. Além disso, para facilitar a regulação entre unidades de saúde, dispomos de transportes sanitários. Estamos também investindo nos laboratórios para a realização de exames. Um simples hemograma pode ajudar a orientar a conduta médica”, elencou.

Casos sugestivos

Durante a transmissão, o Prefeito apresentou um balanço do número de pacientes com quadros gripais assistidos pela Atenção Primária de março a maio de 2020, que totalizou cerca de 45 mil casos. “Alguns foram confirmados, outros sugestivos, outros descartados. Mas, em todos os casos, foi explorada a possibilidade de contaminação pelo novo coronavírus. Nosso protocolo identifica riscos”, acrescentou.

Busca ativa por pacientes de risco

Por meio da atuação de Agentes Comunitários de Saúde (ACS), em parceria com Agentes de Endemias, a Prefeitura de Fortaleza tem desenvolvido, desde abril, a busca domiciliar por pacientes de risco. A medida visa ao monitoramento adequado e à identificação precoce de quadros sintomáticos preocupantes. Para a finalidade, a gestão municipal tem disponibilizado máscaras e equipamentos de proteção individual.

“Pacientes dos grupos de risco assistidos pelas equipes de Saúde da Família estão sendo acompanhados pela visita dos ACS, a quem registro a minha gratidão. Mais de 18 mil pessoas já foram visitadas. Paralelamente, por meio da atuação dos agentes de endemias e dos mobilizadores sociais, outras duas mil pessoas foram contempladas. Isso serve para identificar precocemente casos graves e garantir o tratamento adequado”, pontuou o Roberto Cláudio.

Postos de Saúde nos finais de semana

Para expandir as portas de entrada para o sistema de saúde, assegurando um diagnóstico adequado e uma eventual transferência hospitalar precoce, alguns Postos de Saúde da Capital seguem abertos nos finais de semana.

“Ao abrir 12 Postos de Saúde aos sábados e domingos, nós temos aliviado a pressão assistencial nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e otimizado o atendimento, inclusive, dos casos que demandam internação”, finalizou Roberto Cláudio, agradecendo a todos os profissionais envolvidos neste esforço coletivo.

arte escrito Fortaleza contra coronavírus, clique aqui e saiba mais