29 de novembro de 2013 em Educação

Rede pública municipal de Fortaleza inicia matrículas para alunos da EJA

Jovens, adultos e idosos interessados deverão se matricular no período de 16 a 20 de dezembro


As matrículas podem ser realizadas em qualquer escola da rede municipal

A rede pública municipal de Fortaleza iniciará, no mês de dezembro, a matrícula dos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) para o ano letivo 2014.  Os alunos interessados deverão se matricular no período de 16 a 20 de dezembro, mesmo prazo estabelecido para os alunos novatos a partir de 4 anos de idade (pré-escola).

As matrículas podem ser realizadas em qualquer escola da rede municipal. A unidade que receber a matrícula encaminhará o aluno para um dos polos da EJA, localizados nos seis Distritos Educacionais do município de Fortaleza, optando pelo mais próximo da residência do aluno. Os documentos necessários para a efetivação da matrícula são: identidade, três fotos 3x4 e a pasta escolar.

EJA
A Educação de Jovens, Adultos e Idosos (EJA) é uma modalidade de ensino destinada às pessoas que por alguma razão não tiveram acesso à educação escolar ou que apresentam descontinuidade em seus estudos. A EJA atende as demandas específicas de cada aluno, contribuindo para sua compreensão e inclusão no mundo do trabalho.

De acordo com o gerente da Célula da Educação de Jovens e Adultos e Diversidades da Secretaria Municipal da Educação (SME), Lafaete Almeida, um dos objetivos e inovações da Secretaria para este ano é fortalecer a modalidade através da formação profissional. “Ao se matricular na EJA, o aluno terá a oportunidade de elevar o seu grau de escolaridade, além de ter acesso aos cursos de qualificação profissional, o que contribuirá para o seu acesso ao mercado de trabalho”.

O gestor reforça ainda que a Prefeitura de Fortaleza, por meio da SME, vem desenvolvendo um trabalho que visa possibilitar a articulação entre trabalho, educação e desenvolvimento, tendo como primícias o reconhecimento da qualificação profissional como direito e o trabalho como princípio educativo, considerando o saber dos trabalhadores na busca pela qualidade pedagógica.

Os polos
Com o objetivo de reverter as elevadas taxas de evasão, reprovação e abandono nos vários níveis da modalidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA), vivenciadas pelas escolas municipais de Fortaleza em anos anteriores, a SME reestruturou, no ano de 2013, as escolas do turno noturno. Foram estabelecidos os polos da EJA, a fim de garantir o acesso e a permanência desse público, bem como ofertar uma educação voltada às necessidades específicas do mesmo. Com a implantação dos polos, a EJA se tornou muito mais atrativa e eficaz para os alunos.

Atualmente, a rede municipal tem 92 polos da EJA, mas a quantidade pode aumentar se houver demanda. Nesses espaços, funcionarão também as turmas do Programa Brasil Alfabetizado (PBA) e do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem Urbano).

Rede pública municipal de Fortaleza inicia matrículas para alunos da EJA

Jovens, adultos e idosos interessados deverão se matricular no período de 16 a 20 de dezembro

As matrículas podem ser realizadas em qualquer escola da rede municipal

A rede pública municipal de Fortaleza iniciará, no mês de dezembro, a matrícula dos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) para o ano letivo 2014.  Os alunos interessados deverão se matricular no período de 16 a 20 de dezembro, mesmo prazo estabelecido para os alunos novatos a partir de 4 anos de idade (pré-escola).

As matrículas podem ser realizadas em qualquer escola da rede municipal. A unidade que receber a matrícula encaminhará o aluno para um dos polos da EJA, localizados nos seis Distritos Educacionais do município de Fortaleza, optando pelo mais próximo da residência do aluno. Os documentos necessários para a efetivação da matrícula são: identidade, três fotos 3x4 e a pasta escolar.

EJA
A Educação de Jovens, Adultos e Idosos (EJA) é uma modalidade de ensino destinada às pessoas que por alguma razão não tiveram acesso à educação escolar ou que apresentam descontinuidade em seus estudos. A EJA atende as demandas específicas de cada aluno, contribuindo para sua compreensão e inclusão no mundo do trabalho.

De acordo com o gerente da Célula da Educação de Jovens e Adultos e Diversidades da Secretaria Municipal da Educação (SME), Lafaete Almeida, um dos objetivos e inovações da Secretaria para este ano é fortalecer a modalidade através da formação profissional. “Ao se matricular na EJA, o aluno terá a oportunidade de elevar o seu grau de escolaridade, além de ter acesso aos cursos de qualificação profissional, o que contribuirá para o seu acesso ao mercado de trabalho”.

O gestor reforça ainda que a Prefeitura de Fortaleza, por meio da SME, vem desenvolvendo um trabalho que visa possibilitar a articulação entre trabalho, educação e desenvolvimento, tendo como primícias o reconhecimento da qualificação profissional como direito e o trabalho como princípio educativo, considerando o saber dos trabalhadores na busca pela qualidade pedagógica.

Os polos
Com o objetivo de reverter as elevadas taxas de evasão, reprovação e abandono nos vários níveis da modalidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA), vivenciadas pelas escolas municipais de Fortaleza em anos anteriores, a SME reestruturou, no ano de 2013, as escolas do turno noturno. Foram estabelecidos os polos da EJA, a fim de garantir o acesso e a permanência desse público, bem como ofertar uma educação voltada às necessidades específicas do mesmo. Com a implantação dos polos, a EJA se tornou muito mais atrativa e eficaz para os alunos.

Atualmente, a rede municipal tem 92 polos da EJA, mas a quantidade pode aumentar se houver demanda. Nesses espaços, funcionarão também as turmas do Programa Brasil Alfabetizado (PBA) e do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem Urbano).