12 de maio de 2022 em Educação

Representantes do Unicef acompanham ações da UAPI em Centro de Educação Infantil

Comitiva é formada por representantes do Unicef de estados como Amazonas, Bahia e São Paulo


Imagem da reunião
Durante a visita, foi apresentado o percurso da iniciativa UAPI na Educação, enfatizando a participação e envolvimento de diferentes atores da Rede Municipal

Representantes do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) visitaram, nesta quarta-feira (11/05), o Centro de Educação Infantil (CEI) Professor Maurício de Mattos Dourado, no Edson Queiroz, para acompanhar as ações desenvolvidas dentro do Programa Unidade Amiga da Primeira Infância (UAPI). O CEI é uma das 33 unidades de Educação Infantil, da Rede Municipal de Ensino, que aderiram ao programa, em novembro passado. A comitiva, que está em Fortaleza para conhecer iniciativa direcionadas à primeira infância, é formada por representantes do Unicef no Amazonas, Ceará, Maranhão, Pará, Pernambuco, Bahia, São Paulo e do Distrito Federal.

A comitiva foi recepcionada pelo secretário adjunto, Jefferson Maia, que destacou os avanços de Fortaleza na área da Educação Infantil. “A Prefeitura de Fortaleza tem investido fortemente na qualificação do serviço educacional prestado às crianças matriculadas na Rede de Ensino. Esse investimento envolve a ampliação de matrícula, assim como a formação continuada de todos os profissionais que atuam na primeira infância”, elencou o secretário.

Os representantes do Unicef interagiram com as crianças, conheceram os espaços da unidade, assim como as iniciativas desenvolvidas dentro da estratégia da UAPI. A coordenadora pedagógica da Unidade Escolar, Sammya Moura, enfatizou que “a partir da UAPI, estabelecemos parcerias intersetoriais, ampliamos outras já existentes. Mapeamos a comunidade, transformamos ambientes e fortalecemos a parceria com a comunidade escolar. A UAPI ampliou também nosso olhar e fortaleceu, ainda mais, o trabalho conjunto já realizado com as unidades de saúde”.

Durante a visita, a coordenadora da Educação Infantil de Fortaleza, Simone Calandrine, apresentou o o percurso da iniciativa UAPI na Educação, enfatizando a participação e envolvimento de diferentes atores da Rede Municipal de Ensino: “A UAPI é uma estratégia que veio para fortalecer as ações cotidianas que são imprescindíveis para a boa qualidade do atendimento na Educação Infantil. Envolver toda a comunidade escolar nesse processo de autoavaliação dos serviços prestados aos bebês e crianças tem possibilitado reflexões e avanços na qualificação do atendimento cotidiano”. Simone apresentou também uma plataforma para o acompanhamento das ações desenvolvidas nas unidades escolares, utilizado pela equipe da SME, Distritos de Educação e Comitê Científico.

Grupo de profissionais no CEI
Comitiva do Unicef visitou Centro de Educação Infantil nesta quarta-feira (11/05)

Carol Velho, consultora do Unicef para o Brasil, ressaltou, ao final da visita, a satisfação de ver na prática as ações sendo efetuadas. “Missão dada é missão cumprida para Fortaleza! Aqui podemos checar o indicador de felicidade infantil, que mostra como as crianças estão tranquilas e com pessoas qualificadas ao seu redor, mesmo com visitas que mudam e interferem na rotina. Vocês trazem muitas contribuições para a UAPI na Educação Nacional e inspiram todos nesse processo”, pontuou a consultora ao parabenizar a equipe de Fortaleza.

UAPI na educação

A UAPI, com foco na área da Educação, é uma estratégia de assistência técnica, capacitação, monitoramento, acompanhamento e certificação da melhoria da oferta de serviços e diálogo entre profissionais e famílias para melhor comunicação sobre o desenvolvimento das crianças de até seis anos de idade, atendidas em Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) e Unidades de Educação Infantil. Alguns dos objetivos da UAPI são incentivar o trabalho intersetorial e integrado entre saúde e educação, fortalecer a aprendizagem das crianças de 0 a 6 anos e melhorar a qualidade do atendimento nas unidades de educação infantil.

A certificação das unidades escolares ocorrerá de acordo com a avaliação dos dados alcançados para cada indicador trabalhado após os 18 meses de adesão na iniciativa. Serão certificadas todas as unidades que alcançarem pelo menos 75% dos pontos totais previstos.

Representantes do Unicef acompanham ações da UAPI em Centro de Educação Infantil

Comitiva é formada por representantes do Unicef de estados como Amazonas, Bahia e São Paulo

Imagem da reunião
Durante a visita, foi apresentado o percurso da iniciativa UAPI na Educação, enfatizando a participação e envolvimento de diferentes atores da Rede Municipal

Representantes do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) visitaram, nesta quarta-feira (11/05), o Centro de Educação Infantil (CEI) Professor Maurício de Mattos Dourado, no Edson Queiroz, para acompanhar as ações desenvolvidas dentro do Programa Unidade Amiga da Primeira Infância (UAPI). O CEI é uma das 33 unidades de Educação Infantil, da Rede Municipal de Ensino, que aderiram ao programa, em novembro passado. A comitiva, que está em Fortaleza para conhecer iniciativa direcionadas à primeira infância, é formada por representantes do Unicef no Amazonas, Ceará, Maranhão, Pará, Pernambuco, Bahia, São Paulo e do Distrito Federal.

A comitiva foi recepcionada pelo secretário adjunto, Jefferson Maia, que destacou os avanços de Fortaleza na área da Educação Infantil. “A Prefeitura de Fortaleza tem investido fortemente na qualificação do serviço educacional prestado às crianças matriculadas na Rede de Ensino. Esse investimento envolve a ampliação de matrícula, assim como a formação continuada de todos os profissionais que atuam na primeira infância”, elencou o secretário.

Os representantes do Unicef interagiram com as crianças, conheceram os espaços da unidade, assim como as iniciativas desenvolvidas dentro da estratégia da UAPI. A coordenadora pedagógica da Unidade Escolar, Sammya Moura, enfatizou que “a partir da UAPI, estabelecemos parcerias intersetoriais, ampliamos outras já existentes. Mapeamos a comunidade, transformamos ambientes e fortalecemos a parceria com a comunidade escolar. A UAPI ampliou também nosso olhar e fortaleceu, ainda mais, o trabalho conjunto já realizado com as unidades de saúde”.

Durante a visita, a coordenadora da Educação Infantil de Fortaleza, Simone Calandrine, apresentou o o percurso da iniciativa UAPI na Educação, enfatizando a participação e envolvimento de diferentes atores da Rede Municipal de Ensino: “A UAPI é uma estratégia que veio para fortalecer as ações cotidianas que são imprescindíveis para a boa qualidade do atendimento na Educação Infantil. Envolver toda a comunidade escolar nesse processo de autoavaliação dos serviços prestados aos bebês e crianças tem possibilitado reflexões e avanços na qualificação do atendimento cotidiano”. Simone apresentou também uma plataforma para o acompanhamento das ações desenvolvidas nas unidades escolares, utilizado pela equipe da SME, Distritos de Educação e Comitê Científico.

Grupo de profissionais no CEI
Comitiva do Unicef visitou Centro de Educação Infantil nesta quarta-feira (11/05)

Carol Velho, consultora do Unicef para o Brasil, ressaltou, ao final da visita, a satisfação de ver na prática as ações sendo efetuadas. “Missão dada é missão cumprida para Fortaleza! Aqui podemos checar o indicador de felicidade infantil, que mostra como as crianças estão tranquilas e com pessoas qualificadas ao seu redor, mesmo com visitas que mudam e interferem na rotina. Vocês trazem muitas contribuições para a UAPI na Educação Nacional e inspiram todos nesse processo”, pontuou a consultora ao parabenizar a equipe de Fortaleza.

UAPI na educação

A UAPI, com foco na área da Educação, é uma estratégia de assistência técnica, capacitação, monitoramento, acompanhamento e certificação da melhoria da oferta de serviços e diálogo entre profissionais e famílias para melhor comunicação sobre o desenvolvimento das crianças de até seis anos de idade, atendidas em Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) e Unidades de Educação Infantil. Alguns dos objetivos da UAPI são incentivar o trabalho intersetorial e integrado entre saúde e educação, fortalecer a aprendizagem das crianças de 0 a 6 anos e melhorar a qualidade do atendimento nas unidades de educação infantil.

A certificação das unidades escolares ocorrerá de acordo com a avaliação dos dados alcançados para cada indicador trabalhado após os 18 meses de adesão na iniciativa. Serão certificadas todas as unidades que alcançarem pelo menos 75% dos pontos totais previstos.