07 de agosto de 2014 em Gestão

Roberto Cláudio assina ordem de serviço para construção de Escola de Tempo Integral no Siqueira


"Priorizamos as áreas mais pobres da cidade para instalar essas escolas", destacou Roberto Cláudio na solenidade (Foto: Nely Rosa)

Um dos compromissos assumidos pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, é o de implantar o funcionamento das escolas de tempo integral no Município. Nesta quarta-feira (6/8), mais um passo foi dado nessa direção, com a assinatura da ordem de serviço para a construção de uma escola tempo integral no Siqueira (Regional V), que atenderá cerca de 400 alunos do sexto ao nono ano. Essa foi a segunda ordem de serviço das 29 novas escolas em tempo integral que serão construídas até o final da gestão (outras seis já funcionam plenamente em edifícios que já existiam).

“Nossa ideia é criar um polo de educação aqui, com a creche que está sendo construída ao lado. Priorizamos as áreas mais pobres da cidade para instalar essas escolas”, declarou Roberto Cláudio durante a solenidade, que aconteceu no terreno onde a escola será construída. Segundo o prefeito, as crianças aprendem mais, pois passam o dia inteiro na escola, realizam três refeições, praticam atividade física e realizam as tarefas da escola.

O investimento total será de R$ 7.459.152,67, dos quais R$ 5.401.450,81 são oriundos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), enquanto a contrapartida do Município é de R$ 2.057.701,86. A infraestrutura das escolas contará com salas temáticas, refeitório, auditório, sala de apoio para o Professor Diretor de Turma (PDT), biblioteca, laboratórios de Química e Biologia, Física e Matemática, laboratórios de informática educativa e de Língua Estrangeira, dentre outros espaços de suporte para o funcionamento da escola em jornada ampliada.

As Escolas Municipais de Tempo Integral são a efetivação de uma política de ampliação da jornada escolar. A estratégia soma-se ao conjunto de ações da SME que visa promover a qualidade do ensino aos estudantes da rede pública municipal.

Para a diarista Sandra Elita e o porteiro Antônio Carlos, casados e moradores do bairro há sete anos, pais da pequena Maria Raiane, a iniciativa da Prefeitura é bem vinda. “Era tudo que a gente tava precisando, vai ser uma maravilha, uma benção de Deus”, disse Sandra. Os pais atualmente pagam uma escola particular para a filha e, mesmo assim, precisam se revezar para dar conta de cuidar da Raiane. “Com a escola em tempo integral, ela vai passar o dia aqui e vamos poder aumentar nossa renda familiar”, acredita Carlos.

Roberto Cláudio assina ordem de serviço para construção de Escola de Tempo Integral no Siqueira

"Priorizamos as áreas mais pobres da cidade para instalar essas escolas", destacou Roberto Cláudio na solenidade (Foto: Nely Rosa)

Um dos compromissos assumidos pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, é o de implantar o funcionamento das escolas de tempo integral no Município. Nesta quarta-feira (6/8), mais um passo foi dado nessa direção, com a assinatura da ordem de serviço para a construção de uma escola tempo integral no Siqueira (Regional V), que atenderá cerca de 400 alunos do sexto ao nono ano. Essa foi a segunda ordem de serviço das 29 novas escolas em tempo integral que serão construídas até o final da gestão (outras seis já funcionam plenamente em edifícios que já existiam).

“Nossa ideia é criar um polo de educação aqui, com a creche que está sendo construída ao lado. Priorizamos as áreas mais pobres da cidade para instalar essas escolas”, declarou Roberto Cláudio durante a solenidade, que aconteceu no terreno onde a escola será construída. Segundo o prefeito, as crianças aprendem mais, pois passam o dia inteiro na escola, realizam três refeições, praticam atividade física e realizam as tarefas da escola.

O investimento total será de R$ 7.459.152,67, dos quais R$ 5.401.450,81 são oriundos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), enquanto a contrapartida do Município é de R$ 2.057.701,86. A infraestrutura das escolas contará com salas temáticas, refeitório, auditório, sala de apoio para o Professor Diretor de Turma (PDT), biblioteca, laboratórios de Química e Biologia, Física e Matemática, laboratórios de informática educativa e de Língua Estrangeira, dentre outros espaços de suporte para o funcionamento da escola em jornada ampliada.

As Escolas Municipais de Tempo Integral são a efetivação de uma política de ampliação da jornada escolar. A estratégia soma-se ao conjunto de ações da SME que visa promover a qualidade do ensino aos estudantes da rede pública municipal.

Para a diarista Sandra Elita e o porteiro Antônio Carlos, casados e moradores do bairro há sete anos, pais da pequena Maria Raiane, a iniciativa da Prefeitura é bem vinda. “Era tudo que a gente tava precisando, vai ser uma maravilha, uma benção de Deus”, disse Sandra. Os pais atualmente pagam uma escola particular para a filha e, mesmo assim, precisam se revezar para dar conta de cuidar da Raiane. “Com a escola em tempo integral, ela vai passar o dia aqui e vamos poder aumentar nossa renda familiar”, acredita Carlos.