28 de julho de 2022 em Saúde

Sarto anuncia novo piso salarial com aumento de 56% a agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias

Com a garantia do piso a todos os 3.705 servidores da categoria, a folha de pagamento passará de R$ 13 milhões para R$ 19 milhões


grupo de pessoas posa para a foto
O anúncio foi feito durante reunião com entidades representativas dos trabalhadores (Foto: Kiko Silva)

O prefeito José Sarto anunciou, nesta quinta-feira (28/07), o novo piso salarial de agentes comunitários de saúde e de agentes de combate às endemias de Fortaleza. Será concedido aumento de 56%, assegurando piso de dois salários mínimos a todos os 3.705 servidores de todos os níveis da categoria. O anúncio foi feito durante reunião com entidades representativas dos trabalhadores.

“É um grande orgulho anunciar que estamos assegurando o piso. Este é um importante reconhecimento a trabalhadores que têm um papel primordial. Servidores que estão no dia a dia da nossa gente, atuando porta a porta, sensibilizando e orientando para promoção da saúde da população”, afirmou o prefeito.

De acordo com o prefeito, com a medida, o piso salarial da categoria, que hoje é de R$ 1.550, passará a R$ 2.424, o que corresponde a um reajuste de 56,39%. Com a garantia do piso, a folha de pagamento passará de R$ 13 milhões para R$ 19 milhões.

“Esse anúncio é resultado de uma extensa mesa de negociação, prática valorizada pela Gestão. Foram atendidos os pleitos da categoria, que tem importante papel na Cidade, e merece o reconhecimento pelos trabalhos prestados desde à pandemia.”, enfatizou o Secretário do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), Marcelo Pinheiro.

A Mensagem sobre o tema será enviada à Câmara Municipal e, após aprovação, o reajuste será concedido retroativamente ao mês de maio. A matéria deve tramitar em regime de urgência.

“Esse é um momento de grande alegria. Nós sabemos que o repasse federal foi feito mas que a Prefeitura está complementando com os cofres municipais e desde o início das conversas o Governo se mostrou favorável à nossa solicitação”, comemora a Vice-presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Endemias no Estado do Ceará (Sinasce), Vera Darc.

O encontro contou com a presença de representantes do Sinasce, Sindifort e Sindisaúde.

Sarto anuncia novo piso salarial com aumento de 56% a agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias

Com a garantia do piso a todos os 3.705 servidores da categoria, a folha de pagamento passará de R$ 13 milhões para R$ 19 milhões

grupo de pessoas posa para a foto
O anúncio foi feito durante reunião com entidades representativas dos trabalhadores (Foto: Kiko Silva)

O prefeito José Sarto anunciou, nesta quinta-feira (28/07), o novo piso salarial de agentes comunitários de saúde e de agentes de combate às endemias de Fortaleza. Será concedido aumento de 56%, assegurando piso de dois salários mínimos a todos os 3.705 servidores de todos os níveis da categoria. O anúncio foi feito durante reunião com entidades representativas dos trabalhadores.

“É um grande orgulho anunciar que estamos assegurando o piso. Este é um importante reconhecimento a trabalhadores que têm um papel primordial. Servidores que estão no dia a dia da nossa gente, atuando porta a porta, sensibilizando e orientando para promoção da saúde da população”, afirmou o prefeito.

De acordo com o prefeito, com a medida, o piso salarial da categoria, que hoje é de R$ 1.550, passará a R$ 2.424, o que corresponde a um reajuste de 56,39%. Com a garantia do piso, a folha de pagamento passará de R$ 13 milhões para R$ 19 milhões.

“Esse anúncio é resultado de uma extensa mesa de negociação, prática valorizada pela Gestão. Foram atendidos os pleitos da categoria, que tem importante papel na Cidade, e merece o reconhecimento pelos trabalhos prestados desde à pandemia.”, enfatizou o Secretário do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), Marcelo Pinheiro.

A Mensagem sobre o tema será enviada à Câmara Municipal e, após aprovação, o reajuste será concedido retroativamente ao mês de maio. A matéria deve tramitar em regime de urgência.

“Esse é um momento de grande alegria. Nós sabemos que o repasse federal foi feito mas que a Prefeitura está complementando com os cofres municipais e desde o início das conversas o Governo se mostrou favorável à nossa solicitação”, comemora a Vice-presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Endemias no Estado do Ceará (Sinasce), Vera Darc.

O encontro contou com a presença de representantes do Sinasce, Sindifort e Sindisaúde.