19 de abril de 2013 em Saúde

Secretaria de Saúde convida população para dia D de vacinação contra a gripe

A previsão é que 421 mil pessoas que fazem parte do grupo prioritário sejam vacinadas até 26 de abril


No sábado, cerca de de 3.000 profissionais da Secretaria Municipal de Saúde serão envolvidos no dia D de vacinação (Foto: Marcos Moura)

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou nesta sexta-feira (19/4), no Centro de Saúde da Família Matos Dourado, no bairro Edson Queiroz, a abertura da campanha municipal de vacinação contra a Influenza. De acordo com a Secretária de Saúde Socorro Martins, pelo menos 170 pontos de atendimento, entre fixos e volantes, espalhados por todos os bairros de Fortaleza vão possibilitar a vacinação de 421 mil pessoas até o dia 26 de abril.

Neste sábado (20/4), cerca de de 3.000 profissionais da Secretaria Municipal de Saúde serão envolvidos no dia D de vacinação contra a gripe. Em Fortaleza, a 15ª campanha nacional de vacinação contra a influenza (vírus da gripe), estima vacinar aproximadamente 421 mil pessoas que fazem parte do grupo prioritário (adultos com 60 anos ou mais, crianças menores de dois anos, gestantes, puérperas (mulheres que deram a luz recentemente), portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clinicas especiais).

“Temos que fazer esse chamamento à população. A melhor maneira de prevenir é vacinar”, afirmou a secretária de Saúde, Socorro Martins. Ela também informou que nos bairros onde postos de saúde estiverem passando por reformas, unidades de saúde de bairros vizinhos receberão reforço de profissionais e de vacinas.

A primeira dama de Fortaleza, Carol Bezerra, acompanhou o evento, que contou ainda com a participação de dirigentes municipais, vereadores e do coordenador da Promoção e Proteção à Saúde do Estado, Manoel Fonsêca.

Carol Bezerra, que tem participado de ações de defesa dos direitos da criança e do adolescente, comentou a campanha de vacinação. “Os cuidados com a criança começam desde cedo. Por isso estou envolvida na campanha de vacinação que também envolve outros grupos prioritários”, disse a Primeira-dama.

Sobre a Hepatite B
Aproveitando o período de campanha contra a influenza, as Secretarias de Saúde do Município e do Estado intensificam a vacinação contra a Hepatite B. A primeira dose será administrada no dia 20/04, que é o dia D da campanha contra a Influenza. O objetivo é diminuir a incidência da doença, principalmente entre adolescentes e adultos jovens, que constituem a população mais vulnerável.

Serviço:
- Dia de mobilização nacional
20/04 – sábado (se estende até dia 26/04)
161 (postos fixos: 92; minipostos: 68; posto volante: 1)
140 veículos
2.782 pessoas envolvidas

- Vacinas disponíveis:
Influenza Trivalente
Dupla Adulto (dT) – contra o tétano (atualização dos esquemas vacinais de rotina)
Hepatite B – 0 a 29 anos e grupos prioritários

- População a ser vacinada contra a gripe
Pessoas com idade igual ou superior a 60 anos
Gestantes
Crianças de 6 meses a menores de 2 anos
Puérperas
Pessoas com comorbidades
Trabalhadores da saúde que atuam no enfrentamento à influenza

Secretaria de Saúde convida população para dia D de vacinação contra a gripe

A previsão é que 421 mil pessoas que fazem parte do grupo prioritário sejam vacinadas até 26 de abril

No sábado, cerca de de 3.000 profissionais da Secretaria Municipal de Saúde serão envolvidos no dia D de vacinação (Foto: Marcos Moura)

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou nesta sexta-feira (19/4), no Centro de Saúde da Família Matos Dourado, no bairro Edson Queiroz, a abertura da campanha municipal de vacinação contra a Influenza. De acordo com a Secretária de Saúde Socorro Martins, pelo menos 170 pontos de atendimento, entre fixos e volantes, espalhados por todos os bairros de Fortaleza vão possibilitar a vacinação de 421 mil pessoas até o dia 26 de abril.

Neste sábado (20/4), cerca de de 3.000 profissionais da Secretaria Municipal de Saúde serão envolvidos no dia D de vacinação contra a gripe. Em Fortaleza, a 15ª campanha nacional de vacinação contra a influenza (vírus da gripe), estima vacinar aproximadamente 421 mil pessoas que fazem parte do grupo prioritário (adultos com 60 anos ou mais, crianças menores de dois anos, gestantes, puérperas (mulheres que deram a luz recentemente), portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clinicas especiais).

“Temos que fazer esse chamamento à população. A melhor maneira de prevenir é vacinar”, afirmou a secretária de Saúde, Socorro Martins. Ela também informou que nos bairros onde postos de saúde estiverem passando por reformas, unidades de saúde de bairros vizinhos receberão reforço de profissionais e de vacinas.

A primeira dama de Fortaleza, Carol Bezerra, acompanhou o evento, que contou ainda com a participação de dirigentes municipais, vereadores e do coordenador da Promoção e Proteção à Saúde do Estado, Manoel Fonsêca.

Carol Bezerra, que tem participado de ações de defesa dos direitos da criança e do adolescente, comentou a campanha de vacinação. “Os cuidados com a criança começam desde cedo. Por isso estou envolvida na campanha de vacinação que também envolve outros grupos prioritários”, disse a Primeira-dama.

Sobre a Hepatite B
Aproveitando o período de campanha contra a influenza, as Secretarias de Saúde do Município e do Estado intensificam a vacinação contra a Hepatite B. A primeira dose será administrada no dia 20/04, que é o dia D da campanha contra a Influenza. O objetivo é diminuir a incidência da doença, principalmente entre adolescentes e adultos jovens, que constituem a população mais vulnerável.

Serviço:
- Dia de mobilização nacional
20/04 – sábado (se estende até dia 26/04)
161 (postos fixos: 92; minipostos: 68; posto volante: 1)
140 veículos
2.782 pessoas envolvidas

- Vacinas disponíveis:
Influenza Trivalente
Dupla Adulto (dT) – contra o tétano (atualização dos esquemas vacinais de rotina)
Hepatite B – 0 a 29 anos e grupos prioritários

- População a ser vacinada contra a gripe
Pessoas com idade igual ou superior a 60 anos
Gestantes
Crianças de 6 meses a menores de 2 anos
Puérperas
Pessoas com comorbidades
Trabalhadores da saúde que atuam no enfrentamento à influenza