14 de dezembro de 2013 em Saúde

Unidade móvel percorrerá Fortaleza para fazer diagnóstico rápido de HIV/Aids

O veículo adaptado levará informação a adolescentes e jovens, além da realização de testes para o diagnóstico precoce de doenças


O veículo possui dois consultórios e um ambulatório que terá por meta realizar 2.240 testes de HIV, Sífilis, Hepatites Virais B e C

Educar para a prevenção e diagnosticar precocemente o HIV/Aids por intermédio de uma abordagem próxima a jovens e adolescentes. A isto se propõe o Projeto Fique Sabendo Jovem, lançado nesta sexta-feira (13/12) pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Para tanto, durante solenidade no auditório do Paço Municipal, foi assinado o termo de doação da unidade móvel pelo Unicef.

O veículo possui dois consultórios e um ambulatório que terá por meta realizar 2.240 testes de HIV, Sífilis, Hepatites Virais B e C, além de imunização para Hepatite B. A unidade conta com uma equipe multidisciplinar de cinco profissionais da área da saúde. Haverá ainda aconselhamento sobre questões relacionadas a direitos sexuais e reprodutivos e prevenção de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs).

Segundo a secretária de Saúde Socorro Martins, o público alvo do projeto é composto por adolescentes de 13 a 17 anos e jovens de 18 a 24 anos, sobretudo gays e adolescentes em sistema de internação. “Essa é uma iniciativa diferente, na qual o município de Fortaleza foi selecionado como cidade pioneira para recebê-la. A ideia é levar informação e diagnosticar as doenças o quanto antes. Já temos um cronograma para visitar lugares estratégicos em todas as regionais”, comentou Socorro.

Fortaleza foi escolhida para receber o projeto piloto de implantação do programa em razão das políticas públicas no combate ao HIV/Aids do município. Em seguida, a ação será expandida para outras cidades brasileiras e demais países onde o Unicef atua. “O teste de Aids é gratuito e o sigilo sobre o resultado também é garantido. O exame deve ser feito sempre que tenha ocorrido uma relação de risco, sexo desprotegido”, ressalta a coordenadora da Área Técnica de DST/Aids e Hepatites Virais da SMS, Fabiana Sales.

O equipamento foi apresentado à comunidade no sábado (14/12), durante o IV Abraça Fortaleza, na Praça Mauá, no bairro Demócrito Rocha. Estiveram ainda presentes ao evento do Paço o coordenador do Unicef para o Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte, Rui Aguiar; a vice-presidenta do Unicef, Antonella Escolamiero; o assessor do Unicef para Aids em Nova Iorque, Ken Legins; o representante da Rede Jovem Vivendo com o HIV/Aids, Rodrigo Alencar; e o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Walter Cavalcante.

Unidade móvel percorrerá Fortaleza para fazer diagnóstico rápido de HIV/Aids

O veículo adaptado levará informação a adolescentes e jovens, além da realização de testes para o diagnóstico precoce de doenças

O veículo possui dois consultórios e um ambulatório que terá por meta realizar 2.240 testes de HIV, Sífilis, Hepatites Virais B e C

Educar para a prevenção e diagnosticar precocemente o HIV/Aids por intermédio de uma abordagem próxima a jovens e adolescentes. A isto se propõe o Projeto Fique Sabendo Jovem, lançado nesta sexta-feira (13/12) pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Para tanto, durante solenidade no auditório do Paço Municipal, foi assinado o termo de doação da unidade móvel pelo Unicef.

O veículo possui dois consultórios e um ambulatório que terá por meta realizar 2.240 testes de HIV, Sífilis, Hepatites Virais B e C, além de imunização para Hepatite B. A unidade conta com uma equipe multidisciplinar de cinco profissionais da área da saúde. Haverá ainda aconselhamento sobre questões relacionadas a direitos sexuais e reprodutivos e prevenção de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs).

Segundo a secretária de Saúde Socorro Martins, o público alvo do projeto é composto por adolescentes de 13 a 17 anos e jovens de 18 a 24 anos, sobretudo gays e adolescentes em sistema de internação. “Essa é uma iniciativa diferente, na qual o município de Fortaleza foi selecionado como cidade pioneira para recebê-la. A ideia é levar informação e diagnosticar as doenças o quanto antes. Já temos um cronograma para visitar lugares estratégicos em todas as regionais”, comentou Socorro.

Fortaleza foi escolhida para receber o projeto piloto de implantação do programa em razão das políticas públicas no combate ao HIV/Aids do município. Em seguida, a ação será expandida para outras cidades brasileiras e demais países onde o Unicef atua. “O teste de Aids é gratuito e o sigilo sobre o resultado também é garantido. O exame deve ser feito sempre que tenha ocorrido uma relação de risco, sexo desprotegido”, ressalta a coordenadora da Área Técnica de DST/Aids e Hepatites Virais da SMS, Fabiana Sales.

O equipamento foi apresentado à comunidade no sábado (14/12), durante o IV Abraça Fortaleza, na Praça Mauá, no bairro Demócrito Rocha. Estiveram ainda presentes ao evento do Paço o coordenador do Unicef para o Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte, Rui Aguiar; a vice-presidenta do Unicef, Antonella Escolamiero; o assessor do Unicef para Aids em Nova Iorque, Ken Legins; o representante da Rede Jovem Vivendo com o HIV/Aids, Rodrigo Alencar; e o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Walter Cavalcante.