12 de agosto de 2022 em Mobilidade

Bike Sem Barreiras promove passeios inclusivos neste sábado (13/08)

Interessados podem comparecer de 8h às 12h ao lado do Centro Cultural Belchior


Opção segura e sustentável, a bicicleta também pode ser inclusiva. Prova disso é o projeto Bike Sem Barreiras, que chega a mais uma edição neste sábado (13/08) a partir de 8h. A iniciativa, voltada para pessoas com deficiência física, mobilidade reduzida ou autismo, é uma iniciativa da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), em parceria com a Uninassau.
 
Consolidado no calendário de esporte e lazer da cidade, o projeto promove passeios inclusivos por meio de bicicletas adaptadas.  Para participar, o cadastro deve ser realizado diretamente na tenda da iniciativa – que funciona ao lado do Centro Cultural Belchior e em frente ao projeto Praia Acessível, na Praia de Iracema – mediante apresentação de um documento de identificação com foto, sem a necessidade de agendamento prévio.
 
No local, são disponibilizados três modelos de bicicletas adaptadas:
 
- Handbike: triciclo adaptado para ser pedalado com as mãos
- Bicicleta dupla: pedalada por uma pessoa com deficiência visual e pelo seu acompanhante
- The Duet: adaptada com uma cadeira de rodas no lugar da roda dianteira, para usuários com tetraplegia ou deficiência múltipla
 
Para o uso das bicicletas adaptadas, os usuários contam com o suporte de profissionais e estudantes do curso de fisioterapia da Uninassau. Quando necessário, os colaboradores orientam e auxiliam na condução das bicicletas.

Bike Sem Barreiras promove passeios inclusivos neste sábado (13/08)

Interessados podem comparecer de 8h às 12h ao lado do Centro Cultural Belchior

Opção segura e sustentável, a bicicleta também pode ser inclusiva. Prova disso é o projeto Bike Sem Barreiras, que chega a mais uma edição neste sábado (13/08) a partir de 8h. A iniciativa, voltada para pessoas com deficiência física, mobilidade reduzida ou autismo, é uma iniciativa da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), em parceria com a Uninassau.
 
Consolidado no calendário de esporte e lazer da cidade, o projeto promove passeios inclusivos por meio de bicicletas adaptadas.  Para participar, o cadastro deve ser realizado diretamente na tenda da iniciativa – que funciona ao lado do Centro Cultural Belchior e em frente ao projeto Praia Acessível, na Praia de Iracema – mediante apresentação de um documento de identificação com foto, sem a necessidade de agendamento prévio.
 
No local, são disponibilizados três modelos de bicicletas adaptadas:
 
- Handbike: triciclo adaptado para ser pedalado com as mãos
- Bicicleta dupla: pedalada por uma pessoa com deficiência visual e pelo seu acompanhante
- The Duet: adaptada com uma cadeira de rodas no lugar da roda dianteira, para usuários com tetraplegia ou deficiência múltipla
 
Para o uso das bicicletas adaptadas, os usuários contam com o suporte de profissionais e estudantes do curso de fisioterapia da Uninassau. Quando necessário, os colaboradores orientam e auxiliam na condução das bicicletas.