18 de março de 2022 em Mobilidade

Bike sem Barreiras promove prática de esporte com inclusão e lazer

A ação disponibiliza três modelos diferentes de bicicletas adaptadas


Mais uma edição do projeto Bike sem Barreiras será realizada neste sábado (19/03). A iniciativa, promovida pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), em parceria com a Uninassau, beneficia pessoas com deficiência, mobilidade reduzida ou autistas para a prática do esporte e convivência no espaço público da cidade.
 
A ação disponibiliza três modelos diferentes de bicicletas adaptadas de 8h às 12h, na Praia de Iracema. São oferecidos um triciclo adaptado para ser pedalado com as mãos, conhecido como ‘handbike’; uma bicicleta dupla, que é pedalada por uma pessoa com deficiência visual e pelo acompanhante; e uma bike adaptada composta por uma cadeira de rodas no lugar da roda dianteira, voltada para usuários com tetraplegia ou deficiência múltipla, chamada de ‘The Duet’.
 
Para esta edição, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) levará 25 beneficiários do cartão gratuidade da pessoa com deficiência. São cidadãos com idade entre 7 e 65 anos que participarão da iniciativa. 
 
Como participar
 
Para ter acesso aos passeios do Bike sem Barreiras não é necessário agendamento prévio. Os interessados devem apenas apresentar documento de identificação com foto na tenda do programa, que funciona ao lado do Centro Cultural Belchior e em frente ao projeto Praia Acessível, idealizado pelo pelo Governo do Estado, via Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), e executado em parceria com a Secretaria Municipal do Turismo (Setfor).
 
Os usuários contam ainda com o suporte de profissionais e alunos do curso de fisioterapia da Uninassau, disponíveis para orientá-los e conduzir as bicicletas, quando necessário.
 
O Bike sem Barreiras integra o projeto-piloto Rota Acessível. Idealizado pela Coordenadoria Especial da Pessoa com Deficiência (Copedef), vinculado à Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), em parceria com a Secretaria Municipal da Gestão Regional (Seger), a iniciativa é um projeto de configuração de rotas totalmente acessíveis, que podem ser utilizadas por pessoas com diferentes deficiências.
 
Saiba mais sobre o Cartão Gratuidade da Pessoa com Deficiência 
 
O cartão é destinado às pessoas que comprovem a deficiência física, mental, auditiva, visual ou múltipla, através do laudo médico padrão emitido pela Rede Pública de Saúde dos níveis Municipal, Estadual, Federal ou pela rede conveniada ao SUS. 
 
Para ter direito ao cartão, o usuário deve atender aos critérios da Lei No. 0057/2008 e sua regulamentação (Decreto nº 12.540/2009) que são residir em Fortaleza, estar fora do mercado formal de trabalho, ser beneficiário do Benefício da Prestação Continuada (BPC) da Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS); pertencer a uma família beneficiária do Bolsa Família e estar inscrito no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal.

Bike sem Barreiras promove prática de esporte com inclusão e lazer

A ação disponibiliza três modelos diferentes de bicicletas adaptadas

Mais uma edição do projeto Bike sem Barreiras será realizada neste sábado (19/03). A iniciativa, promovida pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), em parceria com a Uninassau, beneficia pessoas com deficiência, mobilidade reduzida ou autistas para a prática do esporte e convivência no espaço público da cidade.
 
A ação disponibiliza três modelos diferentes de bicicletas adaptadas de 8h às 12h, na Praia de Iracema. São oferecidos um triciclo adaptado para ser pedalado com as mãos, conhecido como ‘handbike’; uma bicicleta dupla, que é pedalada por uma pessoa com deficiência visual e pelo acompanhante; e uma bike adaptada composta por uma cadeira de rodas no lugar da roda dianteira, voltada para usuários com tetraplegia ou deficiência múltipla, chamada de ‘The Duet’.
 
Para esta edição, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) levará 25 beneficiários do cartão gratuidade da pessoa com deficiência. São cidadãos com idade entre 7 e 65 anos que participarão da iniciativa. 
 
Como participar
 
Para ter acesso aos passeios do Bike sem Barreiras não é necessário agendamento prévio. Os interessados devem apenas apresentar documento de identificação com foto na tenda do programa, que funciona ao lado do Centro Cultural Belchior e em frente ao projeto Praia Acessível, idealizado pelo pelo Governo do Estado, via Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), e executado em parceria com a Secretaria Municipal do Turismo (Setfor).
 
Os usuários contam ainda com o suporte de profissionais e alunos do curso de fisioterapia da Uninassau, disponíveis para orientá-los e conduzir as bicicletas, quando necessário.
 
O Bike sem Barreiras integra o projeto-piloto Rota Acessível. Idealizado pela Coordenadoria Especial da Pessoa com Deficiência (Copedef), vinculado à Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), em parceria com a Secretaria Municipal da Gestão Regional (Seger), a iniciativa é um projeto de configuração de rotas totalmente acessíveis, que podem ser utilizadas por pessoas com diferentes deficiências.
 
Saiba mais sobre o Cartão Gratuidade da Pessoa com Deficiência 
 
O cartão é destinado às pessoas que comprovem a deficiência física, mental, auditiva, visual ou múltipla, através do laudo médico padrão emitido pela Rede Pública de Saúde dos níveis Municipal, Estadual, Federal ou pela rede conveniada ao SUS. 
 
Para ter direito ao cartão, o usuário deve atender aos critérios da Lei No. 0057/2008 e sua regulamentação (Decreto nº 12.540/2009) que são residir em Fortaleza, estar fora do mercado formal de trabalho, ser beneficiário do Benefício da Prestação Continuada (BPC) da Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS); pertencer a uma família beneficiária do Bolsa Família e estar inscrito no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal.