02 de maio de 2013 em Cultura

Escola Pública de Dança traz oportunidade inédita para profissionais da dança contemporânea


Serão selecionados até 15 projetos e as inscrições se encerram no dia 29 de maio

Este ano, a Prefeitura de Fortaleza lança uma novidade para a Escola Pública de Dança da Vila das Artes. É o lançamento do “Ateliê de Composição Coreográfica e Processos Criativos em Dança”, que tem por objetivo promover a qualificação e o aperfeiçoamento de artistas da dança no desenvolvimento de projetos autorais de criação coreográfica.

Nesta primeira edição, o Ateliê é direcionado prioritariamente para artistas com experiência em processos criativos em dança contemporânea. O curso é dividido em módulos teórico-práticos, ministrados por profissionais qualificados do Brasil e do exterior, e consiste no desenvolvimento de projetos coreográficos, no acompanhamento e orientação dos processos de criação e na apresentação pública dos projetos desenvolvidos. Serão selecionados até 15 projetos de criação coreográfica. O curso terá uma carga horária total de 200 h/a.

De acordo com o coordenador da Escola Pública de Dança, Ernesto Gadelha é a primeira vez que a cidade ganha um Ateliê nesse formato. “É um projeto inédito, pensado de forma contextualizada e que vai ao encontro de uma demanda identificada junto a uma nova geração de artistas da dança na cidade”, adianta.

O ineditismo da ação se dá também pelo fato de “utilizar o desenvolvimento do projeto do próprio proponente como estratégia pedagógica”. O ponto de partida são os projetos autorais dos participantes, mesmo tendo uma proposta de conteúdos a ser desenvolvida no decorrer dos seis meses de duração. “O foco principal é o desenvolvimento do projeto e as atividades implicadas nesse processo. O produto final torna-se assim um meio para a existência desse processo. Os alunos terão a oportunidade de refletir sobre suas estratégias de criação, tendo o acompanhamento qualificado de profissionais nacionais e internacionais”, explica.

Para a diretora da Vila das Artes, Cláudia Pires, a ação gera oportunidade para os profissionais desenvolverem, de forma sistematizada o pensamento criativo. “O Ateliê vai oferecer aos criadores a oportunidade de se debruçarem sobre seus processos de criação, de forma a organizar com mais consistência a dramaturgia dos seus trabalhos”, declara.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no período de 30 de abril a 29 de maio de 2013. Os interessados deverão preencher ficha de inscrição, disponível no site http://viladasartes.fortaleza.ce.gov.br/ e comparecer, dentro do período de inscrição, à secretaria da Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1.221 – Centro), das 9h às 20h, para entrega dos documentos solicitados no edital.

Escola Pública de Dança traz oportunidade inédita para profissionais da dança contemporânea

Serão selecionados até 15 projetos e as inscrições se encerram no dia 29 de maio

Este ano, a Prefeitura de Fortaleza lança uma novidade para a Escola Pública de Dança da Vila das Artes. É o lançamento do “Ateliê de Composição Coreográfica e Processos Criativos em Dança”, que tem por objetivo promover a qualificação e o aperfeiçoamento de artistas da dança no desenvolvimento de projetos autorais de criação coreográfica.

Nesta primeira edição, o Ateliê é direcionado prioritariamente para artistas com experiência em processos criativos em dança contemporânea. O curso é dividido em módulos teórico-práticos, ministrados por profissionais qualificados do Brasil e do exterior, e consiste no desenvolvimento de projetos coreográficos, no acompanhamento e orientação dos processos de criação e na apresentação pública dos projetos desenvolvidos. Serão selecionados até 15 projetos de criação coreográfica. O curso terá uma carga horária total de 200 h/a.

De acordo com o coordenador da Escola Pública de Dança, Ernesto Gadelha é a primeira vez que a cidade ganha um Ateliê nesse formato. “É um projeto inédito, pensado de forma contextualizada e que vai ao encontro de uma demanda identificada junto a uma nova geração de artistas da dança na cidade”, adianta.

O ineditismo da ação se dá também pelo fato de “utilizar o desenvolvimento do projeto do próprio proponente como estratégia pedagógica”. O ponto de partida são os projetos autorais dos participantes, mesmo tendo uma proposta de conteúdos a ser desenvolvida no decorrer dos seis meses de duração. “O foco principal é o desenvolvimento do projeto e as atividades implicadas nesse processo. O produto final torna-se assim um meio para a existência desse processo. Os alunos terão a oportunidade de refletir sobre suas estratégias de criação, tendo o acompanhamento qualificado de profissionais nacionais e internacionais”, explica.

Para a diretora da Vila das Artes, Cláudia Pires, a ação gera oportunidade para os profissionais desenvolverem, de forma sistematizada o pensamento criativo. “O Ateliê vai oferecer aos criadores a oportunidade de se debruçarem sobre seus processos de criação, de forma a organizar com mais consistência a dramaturgia dos seus trabalhos”, declara.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no período de 30 de abril a 29 de maio de 2013. Os interessados deverão preencher ficha de inscrição, disponível no site http://viladasartes.fortaleza.ce.gov.br/ e comparecer, dentro do período de inscrição, à secretaria da Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1.221 – Centro), das 9h às 20h, para entrega dos documentos solicitados no edital.