Mostrando itens por tag: Vila Das Artes

A Escola Pública de Teatro da Vila das Artes promove, de terça a quarta-feira (27 a 29/07), o evento “Com a Palavra o Mestre – Encontro de Bonequeiros". As atividades ocorrerão das 14h30 às 16h30, por meio de transmissões ao vivo no canal da Vila das Artes na plataforma de vídeos Youtube.

Clique aqui para acessar o canal da Vila das Artes no Youtube

A cada dia, minidocumentários sobre importantes mestres do Teatro de Bonecos do Ceará serão exibidos e em seguida comentados em conversas transmitidas ao vivo, mediadas pela coordenadora da Escola Pública de Teatro, Graça Freitas.

"Trata-se de uma homenagem aos artistas que trabalham com Teatro de Bonecos, os bonequeiros. Os vídeos que realizamos e veremos são registros importantíssimos de demonstrações artísticas e processos de 'abertura de mala', em que os mestres têm a oportunidade de falar sobre a própria carreira, modos de produção, dificuldades, etc", explica Graça.

"O segundo momento é uma conversa com bonequeiros da cidade de Fortaleza, pautadas no que minidocumentários vistos e temas que norteiam reflexões sobre o teatro de bonecos na capital e em todo o Estado", descreve a coordenadora da Escola Pública de Teatro.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação
- "A formação do artista bonequeiro"
Minidocs sobre os mestres bonequeiros Carlos Gomide, Chico Bento e Bil Bonequeiro, seguidos por conversa ao vivo.
Convidado: Andreisson Quintela
Mediação: Graça Freitas (coordenadora da Escola Pública de Teatro)
Data: Terça-feira (27/07)
Hora: 14h30
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

- "Ações de salvaguarda para o teatro de bonecos tradicional"
Minidocs sobre os mestres bonequeiros Cherim, Zé Doido (in memoriam), seguidos por conversa ao vivo.
Convidada: Izabel Vasconcelos
Mediação: Graça Freitas (coordenadora da Escola Pública de Teatro)
Data: Quarta-feira (28/07)
Hora: 14h30
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

- "Mercado de trabalho para o bonequeiro popular"
Minidocs sobre os mestres bonequeiros Vanderley das Laranjeiras, Augusto Oliveira e Gilberto Calungueiro, seguidos por conversa ao vivo.
Convidado: Omar Rocha
Mediação: Graça Freitas (coordenadora da Escola Pública de Teatro)
Data: Quinta-feira (29/07)
Hora: 14h30
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Serviço
Com a Palavra, o Mestre – Encontro de Bonequeiros
Data: Terça, Quarta e Quinta-feira (27 a 29 /07)
Hora: das 14h30 às 16h30
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Publicado em Cultura

A Escola de Pública de Circo da Vila das Artes abre inscrições para o curso "Iniciação ao bambolê: Primeiros Giros", com Irlana Melo Andrade. Integrante da ação "Viva o Circo Hoje – Programa Especial de Fomento à Cadeia do Circo", a atividade ocorre de 28 a 30/07, das 14h às 17h, por meio de videconferências. As Inscrições vão até segunda-feira (26/07). Formações do mesmo programa com início previsto também para o dia 28/07 tiveram o prazo para inscrições prorrogados até também segunda (26/07). Confira mais abaixo a listagem.

Clique aqui para se inscrever

"Estamos encerrando nossa programação mas seguimos com novidades", comenta Ana vieira, coordenadora da Escola Pública de Circo. "Uma delas é o curso de iniciação ao bambolê, que abre inscrições ao mesmo tempo em que aumentamos o prazo de inscrições para algumas formações. Outra: se você acha que está sem tempo para um cursos de artes circenses, repara que várias das atividades são assíncronas. Você pode acompanhar as videoaulas na hora em que puder", explica a coordenadora.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação
- Curso "Movimentos acrobáticos e suas variações Apreciação e difusão da arte circense", com Beatriz Barros
Beatriz Barros explica a proposta: "Com movimentos acrobáticos de solo abordaremos estrelinhas, reversões, rolamentos, entre outros, e suas variações, partindo da base e prosseguindo com suas evoluções".
Data: 28 a 30/07
Hora: das 14h às 17h
Formato: Videoaulas

- Curso "A Lira movimentando o ar e o público", com Carolynne Vital
Serão trabalhados os temas: conhecimentos técnicos e artísticos das artes circenses; movimentos e truques em Lira; movimentos clássicos do circo, posturas estáticas e figuras corporais; coordenação motora no espaço aéreo; e equilíbrio e autoconfiança.
Data: 28 a 30/07
Hora: das 9h às 12h
Formato: Videoaulas

- Curso "Uma abordagem prática da direção de espetáculos circenses", com Cláudio Ivo
O facilitador Cláudio Ivo explica a proposta: "O espetáculo surge a partir de uma ideia, de um texto, uma música, um roteiro, ou até de uma imagem, de qualquer estímulo; afinal de contas, a arte imita a vida. O elementos que são necessários para a concepção de um número, uma cena, um espetáculo, são diversificados: iluminação, figurino, adereços, aparelhos, o gestual, a música, o artista e seu talento. Para orquestrar todos esses componentes, aparece a batuta do diretor circense, que com maestria coordena a encenação, utilizando-se de recursos técnicos-artísticos, procurando assegurar a realização da obra pretendida".
Data: 28 a 30/07
Hora: das 18h às 21h
Formato: Videoaulas

- Curso "O Palhaço Antes do Nariz", com Francisco Glauber
Voltado para o público infanto-juvenil, o curso pretende ensinar o aluno a criar a personalidade, o estilo e a aparência de seu palhaço.
Data: 28 a 30/07
Hora: das 18h às 21h
Formato: Videoaulas

- Curso "Memorial da cena circense do Ceará: Palhaça Nada e Palhaço Pimenta", com Jaderson Gonçalves
Apresentação dos resultados de pesquisa em que se realizaram entrevistas com o Mestre Pimenta e com a Palhaça Nada. Janderson comenta a importância do trabalho: "A memória é tão importante para a identidade de um povo, de uma sociedade, de um coletivo que foi chamada pelos filósofos e poetas gregos de Deusa. Rememorar não significa um retorno ao passado, mas sim um encontrar-se com o passado no presente. Portanto ter um olhar cuidadoso com o passado é cuidar da identidade de um povo, de uma cultura".
Data: 28 a 30/07
Hora: das 18h às 21h
Formato: Videoconferências e Videoaulas

- Curso "Iniciação ao bambolê: Primeiros Giros", com Irlana Melo Andrade
O curso trabalha as noções básicas da manipulação do bambolê, desde os movimentos básicos na cintura até a busca pelo controle do bambolê em diversas partes do corpo (cintura, joelho, tronco, pescoço e mãos). Serão investigadas ainda as possibilidades de manobras com o bambolê: giros nas mãos, passagem de uma parte do corpo para outra, lançamentos simples e formas simples.
Data: 28 a 30/07
Hora: das 14h às 17h
Formato: Formato: Videoconferências e Videoaulas

- Curso "Palhaçaria Tradicional", com Palhaço Baratinha
O curso será ofertado numa dinâmica que diferencia espetáculo, memória e direção dentro do processo criativo da palhaçaria tradicional. As aulas foram gravadas e serão disponibilizadas como material de aprendizagem e pesquisa.
Data: 28 a 30/07
Hora: das 9h às 12h
Formato: Videoaulas

- Curso "O Malabares no Circo Itinerante de Lona", com Palhaço Baratinha
Iniciação de malabares para crianças e adultos, com o objetivo de mostrar que todos têm a capacidade de aprender a arte da palhaçaria.
Data: 28 a 30/07
Hora: das 14h às 17h
Formato: Videoaulas

- Curso "O movimento do corpo no ar, equilíbrio e forças na faixa aéreas", com Rayra Samira
Serão trabalhados os temas: conhecimentos técnicos e artísticos das artes circenses; noções básicas sobre segurança, cuidados com o equipamento e preparação corporal para a prática dos aéreos; movimentos e truques com faixas aéreas; e coordenação motora e autoconfiança no espaço aéreo.
Data: 28 a 30/07
Hora: das 9h às 12h
Formato: Videoaulas

Sobre os facilitadores
BEATRIZ BARROS é acrobata contorcionista/aerialista. Iniciou na ginástica rítmica. É graduanda em Educação Física pela Universidade Estácio de Sá, residente do Grande Bom Jardim e trabalhou em circos de lona de pequeno e médio porte, como o Circo Teatro O Pimenta.

CAROLYNNE VITAL DE SOUSA foi criada no Circo Tropical, onde aprendeu a praticar Lira aos 8 anos de idade. Sua experiência conta com a realização de oficinas pelo Projeto “Hoje tem Espetáculo” e “Férias no Picadeiro”, da Vila das Artes. Além de apresentações no Circo do Tirulipa e no Circo do Motoca. Atualmente trabalha no Circo América.

CLAÚDIO IVO é ator, diretor de teatro e de circo, palhaço e circense. É instrutor de teatro, circo/palhaçaria e máscara balinesas. É consultor e coordenador artístico dos seguintes festivais: Festival internacional de circo do Estado do Ceará, Festival dos Inhamuns de Circo, Bonecos e Artes de Rua, e Mostra Dragão do Mar de Arte e Cultura.

FRANCISCO GLAUBER é artista de rua, palhaço, ator e dramaturgo. Interpreta o palhaço Tio Picolé, possui um canal na Plataforma Youtube chamado "Tio Picolé e Palhaça Sorvetinho", onde produz vídeos de entretenimento para crianças. Atualmente atua na Escola EcoCirco como instrutor de oficinas de palhaçaria, malabares e equilíbrio.

JANDERSON GONÇALVES tem graduação e mestrado em Filosofia, na área de ética e estética pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). É criador e organizador de convenções cearense e brasileiras de circo. É fundador, coordenador geral e professor de circo da Associação Circolar há 7 anos e foi integrante do grupo CIM por 10 anos. Ministrou cursos de malabarismo, equilibrismo e acrobacia no Centro Cultural Bom Jardim, e oficinas de perna de pau em duas edições do Festival Internacional de Circo do Ceará. Atualmente, trabalha com cenografia, cenotecnia e construção de material para circo, teatro de bonecos e teatro em geral.

IRLANA MELO ANDRADE é graduada em letras português pela Universidade Estadual do Ceará (Uece). Malabarista, acrobata e bonequeira, é membro fundadora e professora de circo da Associação Circolar, organizadora da 5°, 6° e 7° Convenção cearense de Circo e da 20° Convenção brasileira de Circo. É professora de circo na Escola Espaço Educar para crianças. É também atriz e produtora cultural da Circolando Animação.

PALHAÇO BARATINHA é acrobata, trapezista, ensaiador circense e ator. Desde os cinco anos de idade, é palhaço de circo tradicional e malabarista e acrobata de solo e aéreo. Participou de diversos festivais no Ceará e no Nordeste.

RAYRA SAMIRA é instrutora de faixa aérea e lira na Escola Ecocirco. Iniciou nas artes circenses há oito anos, em apresentações nas duas modalidades. Apresentou-se em circos nacionais (Circo Broadway, Circo do Tirulipa, Word Circo, Circo do Palhaço Soró), e e internacionais (Abuhadba Circo, da Bolívia; e Los Maluenda, do Chile). Atualmente trabalha no América Circo.

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes promove, às 10h desta sexta-feira (23/07), a palestra "Estudo de dança e pandemia: práticas, estudos e reflexões", com a artista de dança e pedagoga Melina Sanchez. A atividade será transmitida ao vivo por meio do canal da Vila das Artes na plataforma de vídeos YouTube.

Clique aqui para acessar o canal da Vila das Artes no Youtube

A palestra marca o encerramento das atividades de alinhamento pedagógico da Escola Pública de Dança para o segundo semestre do 2021. Ao longo da semana, coordenação e corpo docente da escola estão reunidos para discutir, planejar e avaliar as práticas metodológicas de ensino e aprendizagem referentes às ações do Curso de Formação Básica em Dança.

Professora convidada, Melina Sanchez contribui com o planejamento e participa da palestra para compartilhar reflexões sobre o trabalho realizado ao longo da semana.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre a palestrante
Melina Sanchez é artista da dança, pedagoga, mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSC), de São Paulo, e graduada em Terapia Ocupacional pela mesma universidade. Especializada em Dança-Educação pelo Trinity Laban Conservatoire of Music and Dance (Londres, Inglaterra) e pelo Instituto Caleidos, possui ampla experiência como professora de dança para bebês, crianças e adolescentes em uma abordagem inclusiva que respeita e valoriza as diferentes culturas da infância. Há mais de 20 anos, trabalha com formação de educadores em interface com as diversas linguagens artísticas, em especial, a música. Foi coordenadora da Escola de Dança de São Paulo (Fundação Teatro Municipal) entre 2001 e 2014, com a diretora Susana Yamauchi. Hoje atua na mesma escola como professora de Iniciação à Dança Contemporânea. Em seu trabalho mais autoral, Ateliê de Dança para Crianças, desde o início da pandemia, compartilha práticas por meio de vídeos no Instagram @melina_decorpoearte.

Serviço
Palestra "Estudo de dança e pandemia: práticas, estudos e reflexões", com Melina Sanchez
Data: Sexta-feira (23/07)
Hora: das 10h às 12h
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Publicado em Cultura

A Escola de Pública de Circo da Vila das Artes abre inscrições para a última série de cursos integrantes ação "Viva o Circo Hoje – Programa Especial de Fomento à Cadeia do Circo". As atividades, 17 ao todo, recebem inscrições até esta sexta-feira (23/07). As aulas serão realizadas entre os dias 26 e 30 de julho, em horários variados, por meio de videoconferências, videoaulas e também no formato presencial. Confira o detalhamento de cada curso mais abaixo. As fichas de inscrições estão disponíveis em www.linktr.ee/viladasartes.

Clique aqui para se inscrever

"Finalizamos esta edição do projeto Viva o Circo Hoje com mais uma variedade de cursos ligados a cena circense", anuncia a coordenadora da Escola Pública de Circo da Vila das Artes, Ana Vieira. "Temos agora mais possibilidades de acesso às aulas: temos cursos presenciais, realizados seguindo todos os protocolos de segurança; temos o formato de videoconferências, que já vínhamos utilizando; e agora também videoaulas, apresentando o resultado de duas pesquisas que envolvem o universo circense e também atividades desenvolvidas em circos de lona", explica a coordenadora.

Entre os temas, há cursos com formação em palhaçaria, malabares, segurança, manutenção, pesquisa em circo, figurino, cenografia e dramaturgia. Confira a programação abaixo.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação

- Curso "Movimentos acrobáticos e suas variações Apreciação e difusão da arte circense", com Beatriz Barros
Beatriz Barros explica a proposta: "Com movimentos acrobáticos de solo abordaremos estrelinhas, reversões, rolamentos, entre outros, e suas variações, partindo da base e prosseguindo com suas evoluções".
Data: 28 a 30/07
Hora: das 14h às 17h
Formato: Videoaulas

- Curso "Composição Cênica - Ferramentas para Dramaturgias Circenses", com Caroline Holanda
Serão trabalhados os temas: noção de composição; noção de dramaturgia nas artes do movimento; sistemas parametrizados; elementos compositivos; dispositivos de composição.
Data: 26 a 30/07
Hora: das 14h às 17h
Formato: Videoconferências e Videoaulas

- Curso "A Lira movimentando o ar e o público", com Carolynne Vital
Serão trabalhados os temas: conhecimentos técnicos e artísticos das artes circenses; movimentos e truques em Lira; movimentos clássicos do circo, posturas estáticas e figuras corporais; coordenação motora no espaço aéreo; e equilíbrio e autoconfiança.
Data: 28 a 30/07
Hora: das 9h às 12h
Formato: Videoaulas

- Curso "Introdução à Palhaçaria", com Chico Guerra
Espaço criado para desenvolver a comicidade do participante com elementos básicos do cotidiano e para estudar as relações entre o riso e o ridículo.
Data: 26 a 30/07
Hora: das 9h às 12h
Formato: Videoconferências e Videoaulas

- Curso "Uma abordagem prática da direção de espetáculos circenses", com Cláudio Ivo
O facilitador Cláudio Ivo explica a proposta: "O espetáculo surge a partir de uma ideia, de um texto, uma música, um roteiro, ou até de uma imagem, de qualquer estímulo; afinal de contas, a arte imita a vida. O elementos que são necessários para a concepção de um número, uma cena, um espetáculo, são diversificados: iluminação, figurino, adereços, aparelhos, o gestual, a música, o artista e seu talento. Para orquestrar todos esses componentes, aparece a batuta do diretor circense, que com maestria coordena a encenação, utilizando-se de recursos técnicos-artísticos, procurando assegurar a realização da obra pretendida".
Data: 28 a 30/07
Hora: das 18h às 21h
Formato: Videoaulas

- Curso "O Palhaço Antes do Nariz", com Francisco Glauber
Voltado para o público infanto-juvenil, o curso pretende ensinar o aluno a criar a personalidade, o estilo e a aparência de seu palhaço.
Data: 28 a 30/07
Hora: das 18h às 21h
Formato: Videoaulas

- Curso "Memorial da cena circense do Ceará: Palhaça Nada e Palhaço Pimenta", com Jaderson Gonçalves
Apresentação dos resultados de pesquisa em que se realizaram entrevistas com o Mestre Pimenta e com a Palhaça Nada. Janderson comenta a importância do trabalho: "A memória é tão importante para a identidade de um povo, de uma sociedade, de um coletivo que foi chamada pelos filósofos e poetas gregos de Deusa. Rememorar não significa um retorno ao passado, mas sim um encontrar-se com o passado no presente. Portanto ter um olhar cuidadoso com o passado é cuidar da identidade de um povo, de uma cultura".
Data: 28 a 30/07
Hora: das 18h às 21h
Formato: Videoconferências e Videoaulas

- Curso "Cenoplastia, resgatando a arte cenográfica do circo", com Klebson Alberto
O curso tem como proposta um resgate histórico e afetivo da função do cenoplasta (cenógrafo) dentro dos circo, por meio do aprofundamento técnico e teórico direcionado na usabilidade/aplicabilidade/funcionalidade do cenário para aos mais diversos tipos de circos. A formação ocorre em quatro fases: "conceitos técnicos do desenho cenográfico"; "elaboração de projeto cenográfico"; "seletividade de recursos"; e "planejamento e execução cenográfica".
Data: 26 a 30/07
Hora: das 18h às 21h
Formato: Videoconferências e Videoaulas

- Curso "A Diversidade de Figurino para o Mundo Circense", com Lara Leoncio
A facilitadora explica a proposta da oficina: "Podemos entender que o mundo circense hoje em dia tem uma variedade de linguagens, desde o circo tradicional ate o circo contemporâneo, circo performance. E com isso podemos perceber a diversidade dentro de criação de figurino. É importante entender que não existe certo ou errado e sim escolhas. Nessa formação queremos contemplar essa diversidade e da artifícios e caminhos para poder realizar essas escolhas mais assertivamente, trazendo um conhecimento mais técnico, para se somar com a pratica muitas vezes que já é executada a gerações".
Data: 26 a 30/07
Hora: das 14h às 17h
Formato: Videoconferências e Videoaulas

- Curso "Em busca do grotesco e a desconstrução no jogo da palhaça", com Maruska Ribeiro
Em busca do grotesco e a desconstrução no jogo da palhaça, o curso propõe encontros com mulheres palhaças, bufonas e artistas em geral. O encontro visa descobrir, extrair e vivenciar a existência grotesca dentro do ser mulher na construção pessoal e social, dando um novo olhar para cada participante sobre si ao experimentar o corpo por outra perspectiva. Será um período de imersão com propostas teóricas e práticas, com conversas sobre a bufonaria, o grotesco no feminino, a mulher e a bufonaria.
Data: 26 a 30/07
Hora: das 14h às 17h
Formato: Videoconferências e Videoaulas

- Curso "Palhaçaria Tradicional", com Palhaço Baratinha
O curso será ofertado numa dinâmica que diferencia espetáculo, memória e direção dentro do processo criativo da palhaçaria tradicional. As aulas foram gravadas e serão disponibilizadas como material de aprendizagem e pesquisa.
Data: 28 a 30/07
Hora: das 9h às 12h
Formato: Videoaulas

- Curso "O Malabares no Circo Itinerante de Lona", com Palhaço Baratinha
Iniciação de malabares para crianças e adultos, com o objetivo de mostrar que todos têm a capacidade de aprender a arte da palhaçaria.
Data: 28 a 30/07
Hora: das 14h às 17h
Formato: Videoaulas

- Curso "Figurino - Tecidos de Guarda-Chuva Costurados à Mão", com Paulo José
Serão trabalhados os conhecimentos básicos da roupa de cena, percebendo relação entre roupa, tecido e movimento, e noções de modelagem tridimensional, por meio de temas como desenho de figurino, desenho técnico da roupa e processos de costura e acabamentos manuais.
Data: 26 a 30/07
Hora: das 9h às 12h
Formato: Videoconferências e Videoaulas

- Curso " Manutenção - Manter a lona para não parar o espetáculo", com Pedro Lopes
O curso visa a capacitação de artistas e capatazes para a realização de reparos e manutenção em lonas.
Data: 26 a 30/07
Hora: das 9h às 12h
Formato: Presencial
Local: Circo América (Praça do Jequitibá - Conjunto Ceará, 4ª Etapa, Avenida C com Rua 1084

- Curso "O movimento do corpo no ar, equilíbrio e forças na faixa aéreas", com Rayra Samira
Serão trabalhados os temas: conhecimentos técnicos e artísticos das artes circenses; noções básicas sobre segurança, cuidados com o equipamento e preparação corporal para a prática dos aéreos; movimentos e truques com faixas aéreas; e coordenação motora e autoconfiança no espaço aéreo.
Data: 28 a 30/07
Hora: das 9h às 12h
Formato: Videoaulas

- Curso "The Bauches de Primavera - Dês Locum", com Tatiana Valente
Trata-se da apresentação do resultado de uma pesquisa intitulada "The Bauches DÊS LOCUM", em que foram entrevistadas pessoas relacionadas com a linguagem circense mas não necessariamente ligados diretamente ao circo.
Tatiana explica: "É 'dês locum' porque se pensarmos o circo que acontece na lona como "in locum", estamos deslocando (por isso dês locum) do local socialmente reconhecido"
Data: 26 a 30/07
Hora: das 9h às 12h
Formato: Videoconferências e Videoaulas

- Curso "Com a Palavra: As Palhaças", com Vânia Rodrigues
Serão trabalhados os temas: "Eu Sou Palhaça e Etc e Tal"; "A Palhaça e Seus Arquétipos"; "A Palhaça e Sua Voz Intuitiva"; e "Só Palhaça".
Data: 26 a 30/07
Hora: das 18h às 21h
Formato: Videoconferências e Videoaulas

Sobre os facilitadores
BEATRIZ BARROS é acrobata contorcionista/aerialista. Iniciou na ginástica rítmica. É graduanda em Educação Física pela Universidade Estácio de Sá, residente do Grande Bom Jardim e trabalhou em circos de lona de pequeno e médio porte, como o Circo Teatro O Pimenta.

CAROLINE HOLANDA é artista e docente cênica-instalativa. Investiga composição, tomando como referência os eixos corpo-matéria-movimento-espaço. Tem base na dança, com sistemas parametrizados de qualidade de movimento e de composição, e na marionete. Atua no circo com a Palhaçada e a Magie Nouvelle. Coreografa coisas, pessoas, espaços (as instalações), robôs e outras construções.

CAROLYNNE VITAL DE SOUSA foi criada no Circo Tropical, onde aprendeu a praticar Lira aos 8 anos de idade. Sua experiência conta com a realização de oficinas pelo Projeto “Hoje tem Espetáculo” e “Férias no Picadeiro”, da Vila das Artes. Além de apresentações no Circo do Tirulipa e no Circo do Motoca. Atualmente trabalha no Circo América.

CHICO GUERRA é ator e palhaço. Natural de Fortaleza (CE), é formado pela Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo (ECA/USP), pela Escola de Teatro e Doutores da Alegria. Em 2015, foi agraciado com a bolsa Linnus Palm do Governo Sueco, a partir da qual intensificou sua pesquisa em comicidade na Stockholm Academy of Dramatic Art (Estocolmo/Suécia), onde estudou teatro físico, mímica e improvisação. Em 2018, viajou pela América do Sul participando de convenções e encontros de circo no Paraguai e no Uruguai, e desenvolvendo números de palhaço nas Noites LGBTQUIA+ no Circo no Beco, Arena Conta AI-5 (Teatro de Arena/SP), Circo na Praça, entre outros.

CLAÚDIO IVO é ator, diretor de teatro e de circo, palhaço e circense. É instrutor de teatro, circo/palhaçaria e máscara balinesas. É consultor e coordenador artístico dos seguintes festivais: Festival internacional de circo do Estado do Ceará, Festival dos Inhamuns de Circo, Bonecos e Artes de Rua, e Mostra Dragão do Mar de Arte e Cultura.

FRANCISCO GLAUBER é artista de rua, palhaço, ator e dramaturgo. Interpreta o palhaço Tio Picolé, possui um canal na Plataforma Youtube chamado "Tio Picolé e Palhaça Sorvetinho", onde produz vídeos de entretenimento para crianças. Atualmente atua na Escola EcoCirco como instrutor de oficinas de palhaçaria, malabares e equilíbrio.

JANDERSON GONÇALVES tem graduação e mestrado em Filosofia, na área de ética e estética pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). É criador e organizador de convenções cearense e brasileiras de circo. É fundador, coordenador geral e professor de circo da Associação Circolar há 7 anos e foi integrante do grupo CIM por 10 anos. Ministrou cursos de malabarismo, equilibrismo e acrobacia no Centro Cultural Bom Jardim, e oficinas de perna de pau em duas edições do Festival Internacional de Circo do Ceará. Atualmente, trabalha com cenografia, cenotecnia e construção de material para circo, teatro de bonecos e teatro em geral.

KLEBSON ALBERTO é artista polímata, formado em Gestão e Marketing. Atualmente é estudante de arquitetura e urbanismo (6º semestre), tem suas inquietações artísticas desde 2000 com foco em economia criativa, circular e sustentável, com diversos trabalhos em diversas linguagens artísticas e traz uma trajetória de experiências de cenotecnia e cenografia, além de orientação e acompanhamentos em cenografia.

LARA LEONCIO PEREIRA é mulher, negra, mãe, atriz, figurinista e produtora cultural, formada em Design de Moda e graduação incompleta em Licenciatura em teatro. Iniciou no teatro em 2003 e no ano de 2012 assumiu as funções de produtora cultural. Em 2015, fundou a empresa Lara Leon, que trabalha com criação e concepção de figurino para teatro, dança, circo, audiovisual, entre outros.

MARUSKA RIBEIRO é artista multilíngue, produtora cultural e iluminadora cênica. É graduanda em Licenciatura e Teatro pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) e participou da Formação Continuada em Teatro: Conexões Contemporâneas, da Vila das Artes. Pesquisa Bufonaria, Performance e Iluminação Cênica. É realizadora do PerFortaleza e integrante do Marminina Coletiv@.

PALHAÇO BARATINHA é acrobata, trapezista, ensaiador circense e ator. Desde os cinco anos de idade, é palhaço de circo tradicional e malabarista e acrobata de solo e aéreo. Participou de diversos festivais no Ceará e no Nordeste.

PAULO JOSÉ aproximou-se das artes em 1999. Ator, bailarino e coreógrafo, atua como figurinista desde 2013, trazendo para o figurino o conhecimento da cena. Estuda modelagem e costura, além de ser técnico em dança e licenciado em teatro.

PEDRO LOPES é diretor circense, educador físico, formador em capatazia para Circo.

RAYRA SAMIRA é instrutora de faixa aérea e lira na Escola Ecocirco. Iniciou nas artes circenses há oito anos, em apresentações nas duas modalidades. Apresentou-se em circos nacionais (Circo Broadway, Circo do Tirulipa, Word Circo, Circo do Palhaço Soró), e e internacionais (Abuhadba Circo, da Bolívia; e Los Maluenda, do Chile). Atualmente trabalha no América Circo.

TATIANA VALENTE é graduanda em Licenciatura em Teatro pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) e em Fisioterapia pela UNINASSAU. Formou-se em 2006 no curso Técnico em Dança (IACC - SENAC - SECULT). É facilitadora de aulas de tecido acrobático desde 2009. Tem formação Básica no Método Pilates, pela VOLL. Ministrou aulas de pilates solo e bola no Espaço Galpão da Vila e no APÊ cultural. Residiu artisticamente e ministrou aulas no CO LABORATORIO de Artes Circenses.

VÂNIA RODRIGUES é atriz, formada pelo curso de arte dramática da Universidade Federal do Ceará (UFC). É palhaça, formada na rua com o íntimo e o coração. Estudou Pedagogia na Universidade Estadual do Ceará (UECE), com especialização em Arte e Educação. Hoje, dedica-se à arte da palhaçaria, por meio de sua palhaça @chuáá_chuvosa, é mãe e contadora de histórias. Atua em hospitais com palhaçaria feminina.


Serviço
Cursos ação "Viva o Circo Hoje – Programa Especial de Fomento à Cadeia do Circo"
Inscrições: até sexta-feira (23/07), em www.linktr.ee/viladasartes
Gratuito

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes abre inscrições para as oficinas da ação "Dançando na Vila". São 11 oficinas que abarcam os mais diferentes temas ligados ao universo da Dança. As aulas ocorrem por meio de videoconferências, entre os dias 19 e 30 deste mês de julho. A ficha de inscrições se encontra disponível em www.linktr.ee/viladasartes.

Clique aqui para se inscrever

A coordenadora da Escola Pública de Dança da Vila das Artes, Marina Carleial, fala sobre a açao. "Trata-se de mais uma série de oficinas que incrementam a programação de férias da Vila. São temas muito diversos, como hip-hop, dança a dois, videodança, alongamento e diversos outros, todos conduzidos por nosso querido time de professores do Curso de Formação Básica em Dança da escola", explica Marina.

Confira o detalhamento da programação abaixo.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação

Semana 1
19 a 23/07

- "A Psicologia da Dança", com Amanda Teixeira e Francisca Talitta Muniz Saboya (Psicóloga - CRP 11/04620)
Oficina destinada aos que desejam aprimorar desenvolvimento e desempenho na dança por meio do conhecimento e intervenção de aspectos psicológicos a serem considerados na atividade do bailarino ou bailarina. Serão trabalhados os aspectos psicológicos envolvidos no desempenho de bailarinos; o autoconhecimento e a potencialização da performance no palco; e temas como ansiedade, estresse, memória, cognição, motivação e controle emocional.
Data: Segunda-feira (19/07)
Hora: das 13h30 às 15h30

- "Alongamento", com Dandara Matos
O alongamento muscular é de suma importância para a manutenção da qualidade de vida e melhora da aptidão física. Tratam-se de movimentos que dão mais elasticidade e aumentam a amplitude muscular, aliviando possíveis tensões e dores. A oficina visa promover a prática do alongamento e sensibilizar quanto à necessidade da realização frequente desse tipo de exercício.
Data: Segunda e Quarta-feira (19 e 21/07)
Hora: das 18h às 19h

- "Elementos da Música", com Makito Vieira
A oficina é um convite a explorar os elementos básicos que compõe a música e nos possibilitam ampliar a nossa percepção e compreensão musical.
Data: Terça e Sexta-feira (20 e 23/07)
Hora: das 18h às 20h

- "Dança e Fotografia", com Dayana Ferreira
Supor caminhos entre imagem pousada e movimento dançado no desejo de exercitar o olhar sobre imagens que dançam e movimentos que pousam. Uma brincadeira de sensibilização entre a câmera, a luz, os corpos, os movimentos e contexto virtual.
Data: Quarta-feira (21/07)
Hora: das 18h às 20h

- "Preparação para as Pontas", com Amanda Teixeira
Na oficina, serão trabalhados exercícios para o equilíbrio entre força e estimulação articular dos pés, para auxiliar no trabalho de pontas.
Data: Quinta-feira (22/07)
Hora: das 18h às 19h

Semana 2
26 a 30/07

- "Videodança: Quadros para Videodançar", com Dayana Ferreira
O que é Videodança? É uma dança filmada no formato de vídeo? É um vídeo que contém cenas de Dança? Qualquer vídeo que tenha cenas de dança é Videodança? Quais as possíveis respostas para nos motivar para criação? Esta oficina é um mergulho na prática e nas conexões com o contexto virtual.
Data: Segunda a Sexta-feira (26 a 30/07)
Hora: das 9h às 11h

- "PBT - Progressing Ballet Technique", com Amanda Teixeira
Progressing Ballet Technique (PBT) é um método desenvolvido exclusivamente para bailarinos para melhorar a força muscular, impulsão, o famoso "en dehors", intensificar a percepção no trabalho de controle do corpo, estimular a respiração para o comando do movimento, entre outras coisas. O diferencial desta oficina é abordagem na sequência de uma aula de ballet, potencializando o que durante a prática geralmente não há tempo de o professor reforçar.
Data: Segunda, Quarta e Sexta-feira (26, 28 e 30/07)
Hora: das 10h às 11h

- "Danças Populares Regionais", com Beatriz Leão
Um passeio pelas diferentes nuances da cultura popular tradicional em suas danças no Brasil, seu papel e presença na vida dos brincantes.
Data: Terça e Quinta-feira (27 e 29/07)
Hora: das 10h às 11h

- "Pas de Deux", com Amanda Teixeira e Daniel Lessa
Através de uma análise historiográfica das origens do Ballet, será oferecido uma oficina de "Pas de Deux" que se concentra em elencar obras do repertório relativo a essa modalidade de dança, como forma de se entender a evolução da arte de se dançar a dois, desde as origens do ballet de corte, passando pelo repertório romântico e acadêmico, até a chegada dessa arte no mundo moderno e contemporâneo.
Data: Segunda a Sexta-feira (26 a 30/07)
Hora: das 14h às 16h

- "Hip Hop Dance: Corpo Festa e Possibilidades de Criação", com Coreano
Introdução rítmica e técnica do Hip Hop Dance, para sensibilizar os sentidos e a criatividade a partir do próprio pulso corporal, o ‘’corpo festa’’. Serão investigadas danças sociais, para o desenvolvimento de sensibilidade musical e motora, possibilitando descobertas pessoais dos próprios movimentos, das próprias sensações.
Data: Segunda, Quarta e Sexta-feira (26, 28 e 30/07)
Hora: das 16h às 18h

- "Análise de Movimento nas Danças Urbanas", com Angela Souza e Coreano
A proposta da oficina é estudar conceitos do Sistema Laban, considerando as categorias de "esforço", "corpo" e "espaço", a partir da experimentação dos movimentos e passos das danças urbanas.
Data: Quinta-feira (29/07)
Horário: das 16h às 18h

Sobre os facilitadores
ANGELA SOUZA atua como professora, pesquisadora, parecerista e na criação e produção em dança. É Mestre em Dança pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Cursou Pós-Graduação Lato Sensu em Sistema Laban/Bartenieff. Tem uma formação diversificada no campo da Dança e foi aluna coreógrafa do Colégio de Dança do Ceará.

AMANDA TEIXEIRA Formação técnica em dança, e pelas escolas de ballet clássica de Fortaleza tais como ugo Bianch, Madiana Romcy, trabalha na sala de aula com ballet clássico á 27 onde 6 deles na Vila das artes. Para além da dança clássica atualmente trabalha com o método de PBT e analista corporal e comportamental.

BEATRIZ LEÃO é professora de Danças Tradicionais e Populares no curso de formação básica em dança da Escola Pública de Dança da Vila das Artes. Possui Licenciatura em Educação Física através da Universidade Federal do Ceará (UFC). Atua no grupo Oré Anacã, grupo de dança popular da UFC, nas áreas de pesquisa, ensino/aprendizagem, montagens, ensaios e apresentações de danças tradicionais brasileiras

COREANO é artista, dançarino, pesquisador em dança e DJ. Atua como professor no Curso de Formação Básica em Dança na Escola Pública de Dança da Vila das Artes. É formado na 6º turma do Curso técnico em dança da Escola Porto Iracema das Artes.

DANDARA MATOS é bailarina e professora, pós-graduada em Educação Física e especialista em metodologia do ensino da Dança. Atualmente integra o corpo docente de algumas escolas na cidade, como a Escola Pública de Dança da Vila das Artes.

DANIEL LESSA é ex-bailarino do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, formado por expoentes do Ballet Clássico no Brasil, como Tatiana Leskova, Halina Biernacka, Toshie Kobayashi e Emílio Martins. Estudou pelo método da Royal Academy of Dancing (RAD). É graduado em Educação Física pela Universidade Estadual do Ceará (UECE) e Pós-Graduado em Treinamento Esportivo pela mesma instituição.

DAYANE FERREIRA é artista da Dança, capoeirista, artesã e macumbeira. Bacharela em Dança pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e licencianda pela mesma instituição, é formada pelo Curso Técnico em Dança do Ceará pelo IACC e SESC/SENAC. Integra o Nodo Coletivo: Mediação Cultural e Criativa, criado na Colômbia em 2018 e é coordenadora pedagógica do UmaRuma de Educação em Dança. É uma das coordenadoras do projeto Vai dar Videodança. Integra o corpo docente do Curso de Formação Básica em Dança da Escola Pública de Dança da Vila das Artes desde 2017. É desenvolvedora da pesquisa "Vadiação: Veículo de Criação da Capoeirança". É também professora, coreografa, diretora e curadora de diferentes escolas e festivais.

MAKITO VIEIRA é músico, multi-instrumentista e brincante. Vem desde 2000 mergulhando no universo da música, tendo estudado com destacados músicos da cena cearense, como Tarcísio Sardinha, Liduino Pitombeira e Alfredo Barros. É formado pela Instituto Adventista de Tecnologia (IATEC) como produtor musical e está concluindo o curso de Bach em Composição na Universidade Estadual do Ceará (UECE). Atualmente é músico do Quinteto Agreste, integra a Trupe do Riso, é educador musical no Instituto Chico Mota e na Vila das Artes. Tem uma carreira solo como músico/brincante em que apresenta seu show Costura Fina.

TALITTA SABOYA é graduada em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Tem formação em Terapia Comportamental (CEMP), em coach (SBCoaching), em Arteterapia (IEMB) e é Mestre em Psicologia (UFC). Possui experiência nas áreas organizacional, educacional e clínica, em que desenvolve atividades em avaliação, desenvolvimento, inclusão, grupos e carreira. Participou do grupo BCAD no período de 1996 a 1999 e atualmente é bailarina em formação pelo Ballet Hugo Bianchi.


Serviço

Oficinas Dançando na Vila
Inscrições em www.linktr.ee/viladasartes
Gratuito

Publicado em Cultura

A Vila das Artes mantém, ao longo de todo o mês de julho, cursos, oficinas, aulas abertas, debates, sessões cineclubistas, entre outras ações especiais. A programação, promovida pelas Escolas Públicas de Audiovisual, de Dança, de Teatro e de Circo do complexo cultural, é inteiramente on-line, por meio de videoconferências ou transmitidas ao vivo no canal da Vila das Artes no Youtube.

Clique aqui para ver a programação completa
Clique aqui para se inscrever
Clique aqui para acessar o canal da Vila das Artes no Youtube

Mileide Flores, diretora do Complexo Cultural Vila das Artes, reforça o convite: "O período de férias é por tradição um tempo de intensa atividade na Vila. Com a impossibilidade de realizar atividades presenciais de forma plena, lives e videoconferências seguem bombando em nossas plataformas virtuais, levando variadíssima programação artística e formativa, em Audiovisual, Circo, Dança e Teatro", descreve a diretora.

Confira abaixo os destaques da programação de férias de cada uma das Escolas Públicas do Complexo Cultural Vila das Artes.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Audiovisual
Segue com inscrições abertas até quarta-feira (21/07) o curso "Produção de Videoclipe", com Camila de Almeida. As aulas ocorrerão por meio de videoconferências, entre os dias 26 e 30/07, das 14h às 16h. A atividade é a última de uma série de 6 minicursos promovidos pelo Núcleo de Produção Digital (NPD) da Escola Pública de Audiovisual. Estão sendo trabalhados temas variados, como correção de cor, finalização de som, direção, preservação audiovisual, entre outros.

Já o Cineclube Vila das Artes segue com a mostra cineclubista "Habitando Margens e Fronteiras". Todas as quintas-feiras, o canal da Vila no Youtube promove sessões com exibição on-line e gratuita de filmes, seguidos por debates ao vivo. A curadoria é da cineasta carioca Raquel Gandra.

Circo
A Escola Pública de Circo da Vila das Artes realiza, em julho, as oficinas da ação "Viva o Circo Hoje – Programa Especial de Fomento à Cadeia do Circo". Doze oficinas já se encontram em andamento e outras 11 seguem com inscrições abertas até esta sexta-feira (16/07). Ao todo, 43 minicursos, com cargas-horárias de 20h ou de 40h, serão ofertados pela escola.

São cursos sobre musicalidade, contorcionismo, produção cultural, direitos culturais, práticas de equilíbrio, criação cenográfica, bufonaria, figurino e diversos outros temas.

Dança
A Escola Pública de Dança da Vila das Artes promove, ao longo de todo o mês de julho, o Programa de Aulas Abertas "Edição Ceará". Especialmente desenvolvido para o período de férias, o programa conta com 16 cursos ministrados por importantes nomes da dança cênica do Estado.

Cada curso consiste em três encontros on-line. O primeiro é aberto ao público e ocorre por meio de uma live no canal da Vila das Artes no YouTube. As outras duas aulas ocorrem por meio de videoconferências na plataforma Google Meet. Para participar delas, é preciso estar inscrito no curso.

Teatro
Segue com inscrições abertas até esta sexta-feira (16/07), a atividade "Oficina de Sombra: Dispositivo para Carimbar Paisagens Efêmeras", com Tatiane Sousa. Aulas por videoconferência ocorrerão de 19 a 29/07, das 9h às 11h.

Outras oito atividades on-line já se encontram em andamentos: a ação "Férias na Vila – Teatro", com cinco oficinas ofertadas para crianças e adolescentes, com idade entre 8 e 14 anos; e a ação "Cursos Livres – Teatro", com três oficinas destinadas ao público estudante de dramaturgia, e profissionais e entusiastas da arte teatral.

Serviço
Programação de Férias da Vila das Artes
Veja a programação completa
Inscrições em www.linktr.ee/viladasartes
Gratuito

Publicado em Cultura

A Escola de Pública de Circo da Vila das Artes abre inscrições para mais uma série de oficinas da ação "Viva o Circo Hoje – Programa Especial de Fomento à Cadeia do Circo". Ao todo, 12 oficinas abrem inscrições com prazo até esta sexta-feira (16/07). As aulas serão realizadas a partir do dia 19 de julho, em horários variados, por meio de videoconferências e também presencialmente. As fichas de inscrição estão disponíveis em www.linktr.ee/viladasartes. Confira mais abaixo a programação completa.

Clique aqui para se inscrever

"Dando continuidade à programação do Viva o Circo Hoje, temos mais 12 formações com inscrições abertas", anuncia coordenadora da Escola Pública de Circo da Vila das Artes, Ana Vieira. Segundo a coordenadora, as atividades apresentam enorme potencial para o diálogo e para a difusão do saber circense, bem como para o compartilhamento do fazer artístico."Vamos falar sobre produção, palhaçaria, iluminação, acrobacias, dança e ainda sobre segurança no circo, com a oferta do curso de NR35", lista a coordenadora.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação
Inscrições devem ser realizadas on-line em www.linktr.ee/viladasartes. Os participantes das oficinas serão notificados por e-mail quanto à participação nas aulas.

- Oficina " Produção Cultural para o Circo" com Andrea Vasconcelos
A formação visa qualificar agentes culturais para a produção de eventos, propostas e programas voltados para a linguagem circense. Apresentando as possibilidades de organização e elaboração de projetos, assim como a execução das propostas, levando em conta o conhecimento sobre editais de fomento federais, estaduais e municipais. Também serão trabalhados processos de pós-produção, como prestações de contas e relatórios, e outras políticas públicas pertinentes ao setor cultural.Data: 19 a 23/07 e 26 a 30/07
Hora: das 9h às 12h
Formato: Videoconferências

- Oficina "O Malabares e a Criação Cênica", com Celino Ferreira
A proposta pretende trabalhar 15 malabaristas em vários níveis de habilidade e de diversas áreas (circo de lona, de rua, de animação infantil, semáforo, entre outras, abrindo espaço de troca de conhecimento sobre malabares e criação cênica. Diálogos, pesquisas, experimentação e criação são eixos que norteiam a proposta.
Data: 19 a 23/07 e 26 a 27/07
Hora: das 14h às 17h
Formato: Videoconferências

- Oficina "A Criação de Luz na Linguagem Circense" , com Ciel Carvalho
A oficina pretende explorar tanto aspectos teóricos que abordam a criação de dramaturgia da luz e seu uso como dispositivo de criação de gagues e/ou elemento de jogo cênico circense, como: a luz na mágica, acrobacia, criação do universo do circo, entre outros. Aspectos práticos de criação também serão explorados, como a construção de refletores artesanais, varais de lâmpadas e desenho de mapa de luz.
Data: 19 a 24/07
Hora: das 9h às 12h
Formato: Videoconferências (19 e 20/07) / Presencial (21 a 23/07)Endereço: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221, Centro)

- Oficina "Certificação em NR35", com Diego Aerius
Curso de trabalho em altura conforme a norma regulamentadora nº 35 (NR35) voltado para as práticas circenses. O curso é composto por exposição teórico prática seguida de debates entre os participantes. As mais variadas realidades do universo circense serão discutidas sobre a óptica de três conceitos chaves: risco, acidente e segurança. Num terceiro momento é realizada uma vivência prática com o objetivo de aprimorar o conhecimento dos participantes sobre aspectos ligados à segurança, com ênfase na análise de risco das atividades e na instalação de aparelhos aéreos.Data: 22 a 25/07
Hora: das 9h às 13h (Turma 1) e das 14h às 18h (Turma 2)
Formato: Presencial (Circo América)Endereço: Praça do Jequitibá - Conjunto Ceará (4ª Etapa), Avenida C com Rua 1084

- Oficina "Dança Acrobática", com Dyego Stefann
A oficina é voltada para artistas circenses, bailarinos/dançarinos, atores e público em geral. Permitirá a experiência com uma forma diferente de pensar o corpo, por meio de exercícios que vão promover o fortalecimento muscular, a mobilidade corporal e a resistência física para práticas diversas. O trabalho é voltado para o desenvolvimento da técnica de acrobacia de solo, mas é também de alta relevância para outras modalidades. Trabalharemos o desenvolvimento de posturas isométricas, exercícios destinados para o avanço na técnica de parada de mãos e exercícios de potência de explosão, para aprimorar movimentos dinâmicos como saltos e giros
Data: 19 a 23/07
Hora: das 9h às 12h
Formato: Videoconferências

- Oficina "Criação em Circo e Comédia em Tempos Digitais: Montagem de Cenas e Conteúdo para Internet", com Fred Raposo
O curso ensinará quais são e como se usar as ferramentas para a criação e divulgação de trabalhos nos tempos digitais (vídeos editados, flyers, e maneiras de interagir com o público dentro das redes sociais). Além da gestão de ideias para redes, também trabalharemos ideias de conteúdos para melhor interação lúdica nas redes sociais, como ideias de cenas, utilizando recursos de aplicativos gratuitos para a criação de um conteúdo mais diverso e mais potente.
Data: 19 a 23/07
Hora: das 18h às 21h
Formato: Videoconferências

- Oficina "O Riso e o Corpo do Palhaço: A Palhaçaria em Espaços Convencionais", com João Victor
A oficina tem por proposta a investigação técnico-criativa de noções ligadas à palhaçaria e à comicidade, através de experimentações, exercícios corporais e jogos teatrais cômicos, a partir do repertório corporal de cada um dos participantes.Também serão propostas discussões acerca de teorias da comicidade e textos sobre a arte do palhaço em espaços como circo, teatro, rua e no formato audiovisual. Tais processos artístico-pedagógicos visam a elaboração coletiva de experimentos cênicos-performativos em ambiente doméstico, mediados pelas tecnologias, disparando reflexões sobre palhaçaria, comicidade, performance e política, em conexão com nosso atual momento histórico.
Data: 19 a 23/07
Hora: das 18h às 21h
Formato: Videoconferências

- Oficina "O Gracejo do Bobo - Princípios Básicos da Palhaçaria", com Jonh Wellington
A oficina permite que os participantes possam descobrir, divertir e vivenciar seu interior, sua ingenuidade, suas manias, defeitos e qualidades. Destina-se a crianças e adolescentes que queiram aprender e brincar dentro do universo do palhaço e do riso, além de oferecer um estado de prazer e disponibilidade para o jogo e relações em cena para improvisação, individual ou coletiva. A intensa troca e pesquisa converge para a criação de argumentos e encenação.
Data: 19 a 21/07
Hora: das 18h às 21h
Formato: Videoconferências

- Oficina "Fundamentos da Dança para Criações Circenses", com Leonora Cardani
Durante a oficina serão oferecidos instrumentos e ferramentas da dança que possam contribuir para formação circense de maneira global: preparação corporal, noção espacial, expressividade, qualidades de movimento, dinâmica e criação na dança para as artes circenses. Participantes trabalharão o corpo e experimentarão pequenas criações que podem contribuir para o desenvolvimento de suas próprias criações circenses.
Data: 19 a 23/07 e 26 a 27/07
Hora: das 9h às 12h
Formato: Videoconferências

- Oficina "Circo-Teatro no Instagram: A Técnica da Palhaçaria Digital", com Neto Holanda
O facilitador Neto Holanda explica a proposta: "Ao longo da criação do espetáculo virtual 'Buraco de Minhoca', do Coletivo Paralelo, fomos descobrindo técnicas muito únicas para a elaboração do que passamos a chamar de 'circo-teatro digital'. Palhaçaria em frente a câmeras compromete um fator tido como essencial na prática do palhaço e da palhaça: a relação. Contudo, é possível preservar esse princípio se o artista estiver aberto a enxergar seu processo criativo por outros ângulos, tornando assim a 'cena digital' uma verdadeira aliada em seu trabalho".
Data: 19 a 23/07
Hora: das 14h às 17h
Formato: Videoconferências

- Oficina "VesteResto no Picadeiro: Criação de Figurino para Circo", com Ruth Aragão
Como proposta prático-experimental, utilizando metodologia do REUSO para a construção de figurino para circo, a oficina investe na potência da transformação e na ressignificação de itens do vestuário e demais bens-de-consumo. Com esse intuito, é solicitado que cada participante utilize recursos materiais disponíveis em casa, como materiais específicos de costura e manualidades artesanais, agulhas, linhas, cordões e aviamentos em geral. O trabalho proposto visa fortalecer os elos entre autonomia de criação, sustentabilidade e consumo consciente.
Data: 19 a 23/07
Hora: das 18h às 21h
Formato: Videoconferências

Sobre os facilitadores
ANDREA VASCONCELOS MARANHÃO é bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Ceará (UFC), pós-graduada com Especialização em Gestão Estratégica de Políticas Públicas (Unicamp/FPA), com cursos em Gestão de Parcerias (Itaú/UNICEF) e em Produção, Gestão e Elaboração de Projetos Culturais (UNIFOR/SECULT).

CELINO FERREIRA é preto, periférico, pai, artista circense, educador social, educador físico e investigador do corpo circense e técnicas possíveis. Foi aluno do Circo Escola Bom Jardim por seis anos e professor deste mesmo projeto por quase dez anos. É criador e diretor de espetáculos circenses e facilitador de oficinas de circo nas modalidades malabares, acrobacia solo, acrobacia em grupo, perna de pau e rola rola. É pesquisador de preparação física voltada para o circo.

CIEL CARVALHO é iluminador e cenotécnico. É mestre em Artes pelo PPGArtes do IFCE e possui formação em Artes Cênicas. Tem experiência como professor de iluminação e participou de diversos festivais de Circo, Teatro e Dança, nacionais e internacionais.

DIEGO AERIUS é mestre em Educação física pela Unicamp. Autor de capítulo sobre segurança no circo do livro "Pedagogia das Atividades Circenses", volume 2. Autor do "Livro Segurança no Circo Questão de Prioridade", editado com fomento da Lei de incentivo Carequinha – Funarte. É supervisor de trabalho em altura, resgatista em altura e técnico em acesso por corda.

DYEGO STEFANN é formado em Licenciatura em Teatro no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), no Curso Técnico em Dança (SENAC/IACC) e no Co-Laboratório de Artes Circense (Galpão da Vila) na modalidade de Acrobacia de Solo.É instrutor do projeto “Pensando as Artes do Circo: Formação Para o Circo Cearense”, na modalidade de acrobacia de solo, e pesquisador e diretor artístico do Coletivo Panelinha de Teatro.

FRED RAPOSO é de Fortaleza, começou seus estudos no Teatro José de Alencar, ao mesmo tempo que iniciava seu trabalho como palhaço hospitalar na Trupe do Riso, em 2010. No mesmo ano, viaja à Argentina para estudar teatro e comicidade. Fazendo a ponte entre Fortaleza e Ceará desde 2012, já formou mais de 200 alunos somente na capital. Artista multilinguagem, já trabalhou em cinema, teatro e televisão, como preparador de atores, diretor e intérprete. Entre seus últimos trabalhos estão "FUCKME" (estreado na Argentina em 2020), "Marcenaria" (estreado em Fortaleza em 2020) e "História de Um Nascimento.doc" (premiado pela Funarte Respirarte em 2020).

JOÃO VICTOR FERREIRA é artista público, palhaço, performer, psicólogo e pesquisador. Possui graduação em Psicologia na Universidade de Fortaleza (UNIFOR) e é mestrando em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Em 2013, foi co-fundador do grupo "As 10 Graças de Palhaçaria". Entre 2016 e 2018, dedicou-se à Atenção em Saúde Mental, no atendimento público. Também desenvolve, a partir de 2019, a ação formativa “Olha o Palhaço no Meio da Rua - Oficina de Comicidade Urbana”.

JONH WELLINGTON é ator e palhaço. Iniciou sua carreira artística em 2008 no curso de "Iniciação teatral" promovido pela secretaria de cultura e turismo da cidade de Quixeramobim (CE). No ano de 2010, iniciou a sua pesquisa na palhaçaria no curso de "Iniciação a arte do palhaço", realizado pelo grupo Terceira margem de Belo Horizonte (MG). No ano de 2012, fundou em Quixeramobim a Cia. Lamparim, onde atuou como diretor, ator e palhaço.

LEONORA CARDANI é Mestra e graduada em Educação Física na UNICAMP desenvolvendo estudos sobre os processos pedagógicos do circo. Artista Circense com formação na Escola Nacional de Circo Luiz Olimecha (RJ) e no Galpão do Circo (SP). Realiza apresentações de dança desde os 13 anos e participou de espetáculos nacionais e internacionais com o Grupo Ginástico UNICAMP. Professora de circo e práticas corporais desde 2012. Estagiária de oficinas de criação da Autonomia Criativa de Lu Lopes (Palhaça Rubra).

NETO HOLANDA é arte-educador, ator, palestrante e palhaço pelo Coletivo Paralelo (Maracanaú/CE). Pesquisa temas como corporeidade, ludicidade e espiritualidade no trabalho do artista e do não artista. É idealizador e professor da residência artística Academia do Riso: Escola de Iniciação à Palhaçaria (Fortaleza/CE). É tamném Gestor do Apê Cultural, centro cultural independente radicado em Maracanaú/CE.

RUTH ARAGÃO é figurinista com pós-graduação em Criação de Imagem e Styling de Moda pelo Senac-Sp, atuando tanto no campo criativo, quanto no formativo, nas diversas linguagens artísticas. Em Circo, ministrou seu último curso no projeto Arte Urgente. Sua trajetória inclui mais de 100 trabalhos e diversos prêmios.

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes recebe inscrições para o curso "Produção de Videoclipe". As aulas terão a condução de Camila de Almeida e ocorrerão por meio de videoconferências na plataforma Google Meet, entre os dias 26 e 30 de julho, das 14h às 16h. As inscrições devem ser realizadas até o dia 21 de julho, por meio do preenchimento de ficha de inscrição on-line disponível em www.linktr.ee/viladasartes.

Clique aqui para se inscrever

O curso visa mostrar a produção audiovisual de videoclipes com seus formatos e linguagens, referências de produções e diretores, elaboração de roteiro, produção e gravação, montagem, finalização, e regulamentação pela Ancine. Também serão investigados os processos de reflexão e criação na forma teórica.

A atividade é a sexta e última a ser lançada da série de cursos livres previstos para o mês de julho, promovidos pelo Núcleo de Produção Digital da Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes. A lista de participantes será divulgada no dia 23 de julho. Os selecionados serão notificados por e-mail.

A Vila das Artes é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre a ministrante
Camila de Almeida é publicitária, fotógrafa e diretora de fotografia há 9 anos. Atualmente, sócia da produtora audiovisual Estúdio Voa, segue fazendo trabalhos em videoclipes, documentários e institucionais, trabalhando com artistas como Anitta e Silva.

Sobre o NPD
Criado em novembro de 2006, o Núcleo de Produção Digital (NPD) é um programa de apoio à realização em audiovisual que visa a democratização da atividade por meio da realização de cursos livres, convocatórias, oficinas e palestras; e do empréstimo de equipamentos de câmera, som, iluminação e ilha de edição para a realização de produções autorais.

Serviço
Curso “Produção de Videoclipe", com Camila de Almeida – Inscrições Abertas
Inscrições: até 21/07, em www.linktr.ee/viladasartes
Data de realização: de 26 a 30/07
Hora: das 14h às 16h
Local: Videoconferências por meio da plataforma Google Meet
Gratuito

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes promove, ao longo de todo o mês de julho, o Programa de Aulas Abertas "Edição Ceará". Especialmente desenvolvido para o período de férias, o programa conta com 16 cursos ministrados por importantes nomes da dança cênica do Estado. Com exceção da aula inaugural de cada uma das atividades, que será aberta ao público e com transmissão ao vivo do canal da Vila das Artes na plataforma de vídeos Youtube, as aulas ocorrerão por meio de videoconferências na plataforma Google Meet. As inscrições devem ser realizadas on-line em www.linktr.ee/viladasartes.

Clique aqui para se inscrever

Participam como professores deste segundo bloco de atividade da Edição Ceará do Programa de Aulas Abertas: Alysson Amancio, Graça Martins, Tiago Monteiro, Gerson Moreno, Juliana Passos, Lourdes Macena, Katiana Pena e Wilemara Barros. Para saber mais sobre os cursos, confira a programação abaixo. Os cursos da "Semana 1" já foram realizados e os vídeos de todas as aulas inaugurais se encontram disponíveis no YouTube da Vila.

"Esse segundo bloco de atividades traz a diversidade, a pluralidade e a representatividade da Dança em diversas abordagens", comenta Marina Carleial, coordenadora da Escola Pública de Dança da Vila das Artes. "É, novamente, muito gratificante para a Vila das Artes realizar esse projeto e saber que esse deve ser o início de outras iniciativas que contemplem as danças de nossa cidade, de nosso Estado e de nosso país", complementa a coordenadora.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação
Cada curso consiste em três encontros on-line. O primeiro é aberto ao público e ocorre por meio de uma live no canal da Vila das Artes no YouTube. Para acessar o canal da Vila, clique aqui.

As outras duas aulas ocorrem por meio de videoconferências na plataforma Google Meet. Para participar delas, é preciso estar inscrito no curso. Confira abaixo o detalhamento de cada uma das atividades. As inscrições podem ser realizadas clicando aqui.

- "Danças (Des)fronteirizadas", com Alysson Amancio:
O processo prevê experimentos de educação somática, dança contemporânea e improvisação. "Romper as fronteiras do mover/pensar também são micropolíticas de enfrentamento. Vivemos um período de transição, tempos que nos solicitam outros modos de ser e estar no mundo. Corpos atentos, porosos, sensíveis, multifacetados e que estejam disponíveis para repensar as fronteiras coloniais sociais que muitas vezes estão impregnadas não só nas nossas peles, mas também nas nossas danças", explica Alysson.
Data: 12 a 14/07
Hora: das 8h30 às 10h
Live no YouTube: 12/07, às 8h30

- "A expressão do Flamenco no cotidiano", com Graça Martins:
A proposta visa trazer um pouco da postura flamenca para o nosso dia a dia, abrindo e trilhando caminhos na construção do conhecimento. "O Flamenco, como criação contínua e renovação constante, fundamenta nossos movimentos e entendimentos, como expressão da alma, através da garra, do orgulho e da força de sermos o que somos. Mostraremos um pouco da história do Flamenco para chegarmos a nossa própria história, de resistência, persistência e resiliência", comenta Graça.
Data: 12 a 14/07
Hora: das 10h30 às 12h
Live no YouTube: 12/07, às 10h30

- "Tradições da Cultura Junina", com Tiago Monteiro:
Partilhar conhecimentos sobre a cultura junina no Ceará e didáticas de como se manifesta em dança esse movimento tão vivo em nossa região.
Data: 15 a 17/07
Hora: das 8h30 às 10h
Live no YouTube: 15/07, às 8h30

- "Minha política é a dança que gero no mundo", com Gerson Moreno:
Compartilhamento de exercícios, ritos e treinos de criação/improvisação em danças cênicas contra-coloniais, enfatizando temas recorrentes na trajetória pessoal do ministrante do curso, tais como: ancestralidades negras/indígenas/periféricas, danças comunitárias e estéticas da libertação.
Data: 15 a 17/07
Hora: das 10h30 às 12h
Live no YouTube: 15/07, às 10h30

- "Como a dança pode te ajudar?", com Juliana Passos:
Juliana explica a proposta dos encontros: "A minha proposta é mostrar que a vida fica melhor com a dança e, especificamente melhor, com o jazz. A dança desenvolve a coordenação motora, agilidade, ritmo, percepção espacial e cognitiva, fortalece a musculatura estimula a memória. Também melhora a autoestima, as relações interpessoais, reduz os bloqueios psicológicos, melhora a concentração, sensibilidade e a motivação; fatores importantes para potencializar a criatividade".
Data: 26 a 28/07
Hora: das 8h30 às 10h
Live no YouTube: 26/07, às 8h30

- “Matrizes estéticas tradicionais das danças cearenses em processos criativos”, com Lourdes Macena:
A oficina pretende fazer o reconhecimento e as reflexões sobre os elementos estéticos das Danças Tradicionais Cearenses e sua aplicação como dispositivo criativo em práticas de aprendizagem dos saberes e fazeres tradicionais populares. Tradição, reinvenção e corporeidade do vivido. Ancestralidade festiva e memória do espetacular. Durante as aulas, têm-se os objetivos de incentivar a utilização das matrizes estéticas tradicionais das danças Cearenses no âmbito da docência em Dança e ou artística e contribuir para qualificar profissionais artistas docentes no âmbito do uso da Dança e Tradicional Popular.
Data: 26 a 28/07
Hora: das 10h30 às 12h
Live no YouTube: 26/07, às 10h30

- "Dança Contemporânea", com Katiana Pena:
O curso visa proporcionar uma vivência corporal, para dar ao corpo uma oportunidade de movimento e respiração que garanta um fluxo de trabalho que passeie por diversas linguagens dançantes sem a preocupação com questões técnicas. "O mais importante é permitir a esse corpo um movimento, gerando sensibilidade e proporcionando uma liberdade de fluxo corporal", explica Katiana.
Data: 29 a 31/07
Hora: das 8h30 às 10h
Live no YouTube: 29/07, às 8h30

- "A Dança Clássica sob um olhar contemporâneo", com Wilemara Barros:
A oficina tem como proposta trabalhar a percepção da organização postural, com perspectivas do bailarino da atualidade.
Data: 29 a 31/07
Hora: das 10h30 às 12h
Live no YouTube: 29/07, às 10h30

Sobre os ministrantes
ALYSSON AMANCIO é professor, bailarino e coreógrafo. Professor Efetivo do Departamento de Teatro do Centro de Artes Reitora Violeta Arraes Gervaiseau - URCA (CE); Doutor em Artes na Universidade do Estado do Rio de Janeiro/UERJ; Mestre em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN; Especialista em Língua Portuguesa e Arte Educação na URCA (CE); Licenciado em Dança na UniverCidade (RJ); Graduado em Dança e Coreografia na Faculdade Gama Filho e no Colégio de Dança do Ceará. Fundador da Associação Dança Cariri.

GRAÇA MARTINS é formada em Letras/Espanhol pela Universidade Estadual do Ceará - UECE. Concluiu o Curso de Extensão em Dança e Pensamento pela UFC / Funcet. Sua ligação com as danças folclóricas veio desde sua terra natal, Barbalha (CE), seguindo no Grupo de Tradições Cearenses, quando veio morar em Fortaleza, nos anos de 1980. Ao longo de sua trajetória, entrou em contato com a Cultura Hispânica, apaixonou-se pela Dança Flamenca, aprofundou seus conhecimentos, constituiu o Grupo de Dança Tablado, há 27 anos, que dirige e atua como dançarina e coreógrafa.

TIAGO MONTEIRO é coreógrafo da Quadrilha Junina Babaçu desde 2015. É dançarino atuante em danças urbanas, professor de ritmos desde 2013, instrutor fitdance classic, kids e teens, coreógrafo de quadrilha infantil, eventos como casamentos, aniversários e trabalhos colegiais e artísticos em geral.

GERSON MORENO é artista de dança, educador, multimídia, escritor, artivista interiorano atuante no Ceará há 30 anos. Desenvolve processos coletivos de pesquisAção em danças ancestrais de matrizes negras, indígenas e periféricas, bem como suas implicações na contemporaneidade. É formado pelo Colégio de Dança do Ceará, graduado em pedagogia pela Faculdade de Educação de Itapipoca (FACEDI/UECE) com especialização em Educação Biocêntrica e Mestre em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC). É diretor da Cia Balé Baião, coordenador pedagógico da Escola Livre Balé Baião em Itapipoca (CE) e curador/produtor do Festival de Dança do Litoral Oeste.

JULIANA PASSOS é bailarina, professora, coreógrafa e diretora. Formada em Educação Física pela Faculdade Integrada do Ceará. Pós graduada em Psicomotricidade pela UNIFOR. Participou da primeira turma do Colégio de Dança do Ceará no Teatro José de Alencar com Direção e coordenação de Flávio Sampaio e Ernesto Gadelha. Conta com inúmeros cursos e formações de aperfeiçoamento técnico de jazz, sapateado, ragga jam, danças urbanas e contemporâneo em seu currículo ao longo desses 28 anos de profissão. Junto a sua mãe Tereza e irmã Roberta dirige a Academia Tereza Passos e com o apoio da Organização Educacional Farias Brito dirige a Academia de Dança FB.

LOURDES MACENA é doutora em Artes pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com estudos na linha de pesquisa "Artes Cênicas - Teorias e Práticas e Ensino em Arte", possui Mestrado Profissional em Turismo com dissertação sobre Festas Populares de Fortaleza (2002) e graduação em Licenciatura em Música pela UECE (1981). É coordenadora do Mestrado Profissional em Artes do IFCE onde também atua como professora de Danças Tradicionais e Sociais, coordenadora do grupo de estudos em Cultura Folclórica Aplicada e dirige o Miraira - Laboratório de práticas culturais tradicionais. Tem experiência na área de Ensino em Artes, com ênfase em práticas docentes em Danças Dramáticas, Folclore/culturapopular/patrimônio imaterial, cultura tradicional popular cearense, arte-educação, arte nordestina, Folclore Cearense, teatro popular tradicional e turismo cultural.

KATIANA PENA é bailarina, coreógrafa e diretora geral do Instituto Katiana Pena. Iniciou a vida artística aos 7 anos, quando descobriu o ABC Circo Escola – Bom Jardim. Com três anos no circo, fez o teste de seleção da recém criada EDISCA. Na EDISCA ficou de 1992 a 2006, conheceu o Brasil inteiro com sua dança, bem como parte da Europa. Em 2007, trabalhou no Centro Cultural Bom Jardim, onde permaneceu até criar a sua própria Escola de Dança, que posteriormente tornou-se o Instituto Katiana Pena, equipamento sociocultural que atende a 600 crianças, adolescentes e jovens carentes do grande Bom Jardim.

WILEMARA BARROS é formada pelo Colégio de Dança do Ceará. Desenvolve relevante atuação como professora de dança clássica nos principais equipamentos de formação em dança locais e em cidades dos interiores e capitais do Brasil.

Aulas Abertas
O Programa de Aulas Abertas da Vila das Artes é um projeto que visa proporcionar aos artistas da dança local oportunidades regulares e adequadas de trabalho e aperfeiçoamento técnico-corporal.

"O programa é constituído por módulos independentes entre si e, a cada ação, visa possibilitar o contato de profissionais e estudantes com distintas propostas de trabalho corporal e artístico desenvolvidas em diferentes contextos de pesquisa e criação em dança", explica Marina Carleial, coordenadora da Escola Pública de Dança da Vila das Artes. "No formato virtual, a ação pode ainda ser ampliada para públicos em localidades mais distantes".

Serviço
Programa de Aulas Abertas – Edição Ceará
Inscrições em www.linktr.ee/viladasartes
Transmissões ao vivo abertas ao público nos dias 12, 15, 26 e 29/07, às 8h30 e às 10h30, pelo canal da Vila das Artes no YouTube

Publicado em Cultura

A Vila das Artes desenvolve, ao longo de todo o mês de julho, extensa programação especial de férias. São cursos, oficinas, aulas abertas, debates, sessões cineclubistas, entre outras ações especiais, promovidas pelas Escolas Públicas de Audiovisual, de Dança, de Teatro e de Circo do complexo cultural. As atividades são todas on-line, realizadas por meio de videoconferências ou transmitidas ao vivo no canal da Vila das Artes no Youtube.

Clique aqui para acessar a programação completa e detalhada
Clique aqui para se inscrever nas atividades com inscrições abertas

Clique aqui para acessar o canal da Vila das Artes no Youtube

Mileide Flores, diretora do Complexo Cultural Vila das Artes, ressalta que o mês de férias já é por tradição um período de intensa atividade. "É importante reservar um bom estoque de pipoca e água, separar caneta e caderno para anotações, pois a sala de casa vai se transformar em estúdio, sala de aula, picadeiros e palcos, conforme for a ação escolhida! Venha conferir o que as escolas públicas da Vila prepararam para você", convida Mileide.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Confira abaixo os destaque da programação de férias de cada uma das escolas públicas integrantes da Vila das Artes.

Circo
A Escola Pública de Circo da Vila das Artes realiza, em julho, as oficinas da ação "Viva o Circo Hoje – Programa Especial de Fomento à Cadeia do Circo". Doze oficinas já se encontram com inscrições abertas até este sábado (10/07) e novas atividades abrirão inscrições ao longo das próximas semanas, sempre às segundas-feiras. Ao todo 43 minicursos com carga-horária 20h ou 40h, serão ofertados pela escola.

São cursos sobre musicalidade, contorcionismo, produção cultural, direitos culturais, práticas de equilíbrio, criação cenográfica, bufonaria e diversos outros temas. As fichas de inscrições estão disponíveis em www.linktr.ee/viladasartes. Os participantes das oficinas serão notificados por e-mail quanto à participação nas aulas. Confira aqui a programação detalhada.

Dança
A Escola Pública de Dança da Vila das Artes promove, ao longo de todo o mês de julho, o Programa de Aulas Abertas "Edição Ceará". Especialmente desenvolvido para o período de férias, o programa conta com 16 cursos ministrados por importantes nomes da dança cênica do Estado.

Interessados poderão participar de cursos conduzidos por Alysson Amancio, Graça Martins, Tiago Monteiro, Gerson Moreno, Juliana Passos, Lourdes Macena, Katiana Pena e Wilemara Barros.

Cada curso consiste em três encontros on-line. O primeiro é aberto ao público e ocorre por meio de uma live no canal da Vila das Artes no YouTube. As outras duas aulas ocorrem por meio de videoconferências na plataforma Google Meet. Para participar delas, é preciso estar inscrito no curso.

As fichas de inscrições estão disponíveis em www.linktr.ee/viladasartes. Os participantes dos cursos serão notificados por e-mail quanto à participação nas aulas. Confira aqui a programação detalhada.

Audiovisual
A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes também mantém programação especial durante todo o mês de julho. Novos cursos on-line abrem inscrições a cada semana e todas as quintas-feiras ocorre mais um sessão do Cineclube Vila das Artes, com exibição de filmes on-line seguidos por debates ao vivo, com transmissão ao vivo por meio do canal da Vila das Artes no Youtube.

A mostra "Habitando Margens e Fronteiras" é a segunda oriunda da convocatória Telas Abertas 2021, chamada pública da Escola Pública de Audiovisual que selecionou propostas de curadoria de mostra de filmes com temática livre para compor a programação do Cineclube da Vila das Artes durante o período de junho a dezembro de 2021. A curadoria é da cineasta carioca Raquel Gandra.

A programação conta também com 6 minicursos promovidos pelo Núcleo de Produção Digital (NPD) da escola. São trabalhados temas variados, como correção de cor, finalização de som, direção e roteiro, produção de videoclipes, entre outros. A cada semana, uma nova atividade abre inscrições. As aulas ocorrerão de forma remota, por meio de videoconferências na plataforma Google Meet.

Por fim, há ainda a abertura de vagas para ouvintes nos módulos do Ciclo "Imagem e Narrativa", do Curso de Realização em Audiovisual da Escola Pública de Audiovisual, uma das principais formações da Vila das Artes.

As fichas de inscrições estão disponíveis em www.linktr.ee/viladasartes. Os participantes das ações serão notificados por e-mail quanto à participação nas aulas. Confira aqui a programação detalhada.

Teatro
A Escola Pública de Teatro da Vila das Artes promove oficinas on-line para diversas idades neste mês de julho. A ação "Férias na Vila – Teatro" realiza cinco oficinas ofertadas para crianças e adolescentes, com idade entre 8 e 14 anos. Na ação "Cursos Livres – Teatro", mais quatro oficinas são ofertadas, destinadas ao público estudante de dramaturgia, profissionais e entusiastas da arte teatral. As aulas serão realizadas por meio de videoconferências e as inscrições devem ser realizadas até sábado (10/07). Confira aqui a programação detalhada.

Publicado em Cultura
Página 1 de 31