A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes recebe inscrições para o curso livre "Preservação audiovisual: história, princípios e práticas". Com a condução de Lila Foster, as aulas ocorrerão por meio de videoconferências na plataforma Google Meet, entre os dias 12 e 16 de julho, a partir das 9h. As inscrições devem ser realizadas até dia 7 de julho, por meio do preenchimento de ficha de inscrição on-line.

Clique aqui para se inscrever

O curso tem por objetivo introduzir os participantes ao universo da preservação audiovisual, partindo da história dos arquivos fílmicos e dos princípios básicos que guiam as práticas de salvaguarda de materiais fílmicos e correlatos, a saber: conservação, catalogação, documentação, pesquisa e difusão.

"Com especial atenção às particularidades do caso brasileiro, pretendemos discutir a história e os dilemas da preservação audiovisual aqui no Brasil, e as estratégias para projetos de preservação que possam ser desenvolvidos em diversas instâncias da cadeira audiovisual. Seja na filmagem, na pesquisa, nos processos de finalização, entre outros", detalha Lila Foster. "Desta maneira, propomos exercícios práticos que incentivem projetos de pesquisa e preservação que tenham relação direta com histórias locais", complementa a ministrante.

A atividade é a terceira de uma série de cursos livres previstos para o mês de julho, promovidos pelo Núcleo de Produção Digital da Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes. A lista de participantes será divulgada no dia 9 de julho. Candidatos selecionados serão notificados por e-mail.

A Vila das Artes é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre a ministrante
Lila Foster é pesquisadora, curadora e preservacionista audiovisual. Atualmente, desenvolve pesquisa de pós-doutorado junto ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade de Brasília. Articulando pesquisa histórica e preservação audiovisual, o seu trabalho se concentra no levantamento da produção amadora e experimental no Brasil. Trabalhou como catalogadora na Cinemateca Brasileira e, no primeiro semestre de 2010, participou do programa de estágios em preservação e curadoria audiovisual da Haghefilm Foundation (Amsterdam), sob a orientação de Paolo Cherchi Usai. Como curadora, atuou nos festivais Curta 8 - Festival Internacional de Cinema Super 8 de Curitiba, Mostra de Cinema Periférico (La Coruña, Espanha), Mostra de Cinema de Ouro Preto e Mostra de Cinema de Tiradentes. É membra do Laboratório Universitário de Preservação Audiovisual (Lupa), da Universidade Federal Fluminense, e da diretoria da Associação Brasileira de Preservação Audiovisual (ABPA).

Sobre o NPD
Criado em novembro de 2006, o Núcleo de Produção Digital (NPD) é um programa de apoio à realização em audiovisual que visa a democratização da atividade por meio da realização de cursos livres, convocatórias, oficinas e palestras; e do empréstimo de equipamentos de câmera, som, iluminação e ilha de edição para a realização de produções autorais.

Serviço
“Preservação audiovisual: história, princípios e práticas", com Lila Foster – Inscrições Abertas
Inscrições: até quarta-feira (07/07), em www.linktr.ee/viladasartes
Resultado: 09/07
Data de realização: de 12 a 16/07
Hora: 09h
Local: Videoconferências por meio da plataforma Google Meet
Gratuito

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes recebe inscrições para interessados em participar do módulo "Decupagem e Direção Cinematográfica: Espaço, Olhar e Mise-en-Scène", integrante do Curso de Realização em Audiovisual da escola. Com mediação de Affonso Uchôa, as aulas ocorrerão de forma remota, por meio de videoconferências na plataforma Google Meet, entre os dias 5 e 9 de julho, sempre das 16h às 18h. As inscrições devem ser realizadas até sexta-feira (02/07), por meio do preenchimento de ficha de inscrição on-line.

Clique aqui para se inscrever

O minicurso tem por objetivo estudar os preceitos básicos da decupagem cinematográfica e associá-la ao trabalho da direção em cinema. "Partimos de uma premissa simples: a decupagem cinematográfica é o ponto de culminância de diversos processos relativos à direção cinematográfica. De modo básico, podemos descrever a decupagem como a organização da sucessão dos planos de uma cena. Por sua vez, os planos são o registro visual das presenças (sonoras, plásticas e também corporais) em um espaço físico. Nesse sentido, é no processo de composição da decupagem que veremos reunido o pensamento da direção sobre os corpos, movimento, espaço, imagem e tempo", explica Affonso Uchôa.

O resultado será divulgado na manhã de segunda-feira (05/07). Candidatos selecionados serão notificados por e-mail.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre o ministrante
Affonso Uchôa é cineasta. Seu primeiro filme, "Mulher à Tarde" (2010) foi exibido nos festivais Mostra de Tiradentes, Semana dos Realizadores e Festival Internacional do Uruguai, entre outros. Também dirigiu "A Vizinhança do Tigre" (2014), premiado na Mostra de Tiradentes (2014) e também em outros festivais, como Olhar de Cinema e Fronteira. O filme foi exibido internacionalmente nos festivais Hamburgo Filmfest (Alemanha), Lussasdoc (França) e Viennale (Áustria), assim como em importantes instituições, como a Cinemateca Francesa (França) e o Anthology Film Archive (EUA). É codiretor de "Arábia" (2017), que estreou na competição principal do Festival Internacional de Roterdã (2017) e foi exibido em mais de 60 festivais ao redor do mundo. O filme recebeu cinco prêmios no Festival de Brasília (2017), incluindo o de melhor filme, e também foi premiado nos festivais Indielisboa (Portugal), Golden Apricot (Armenia) e BAFICI (Argentina). “Arábia” também foi eleito o melhor filme de 2018 nas votações da ABRACCINE, APCA, Folha de São Paulo e SESC Melhores Filmes, além de ter sido eleito um dos 100 melhores filmes da década pela International Cinephile Society (ICS). "Sete Anos em Maio" (2019) é seu mais recente filme. Após a estreia no festival Visions du réel (Suiça), o filme foi exibido em outros festivais, como Toronto (Canadá), Viennale (Áustria) e Mar del Plata (Argentina), além de outros quase 40 festivais ao redor do mundo. “Sete Anos em Maio” ganhou prêmios nos festivais Indielisboa (Portugal), Filmadrid (Espanha) e Festival do Rio (Brasil), e foi eleito o melhor curta/média de 2019 pela ABRACCINE.

Curso de Realização em Audiovisual
Gratuito e com duração de dois anos, o Curso de Realização em Audiovisual é uma das principais formações da Vila das Artes. Por meio da Escola Pública de Audiovisual do equipamento, são ofertadas 1.700 h/a de carga horária, com a chancela de extensão certificada pelo curso de Cinema e Audiovisual do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará (ICA/UFC). O curso é constituído por ciclos e cada um dele é composto por módulos, divididos nos seguintes eixos: histórico, teórico, linguagem, técnico, aproximativo e ateliê.

Serviço
Curso de Realização em Audiovisual: Módulo "Decupagem e Direção Cinematográfica: Espaço, Olhar e Mise-en-Scène", com Affonso Uchôa – Inscrições para Ouvintes
Inscrições: até sexta-feira (02/07), em www.linktr.ee/viladasartes
Data de realização: 05 a 09/07
Hora: das 16h às 18h
Local: Videoconferências por meio da plataforma Google Meet
Vagas: 10
Gratuito

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes exibe, ao longo do mês de julho, a mostra "Habitando Margens e Fronteiras". A programação é inteiramente on-line e consiste em cinco sessões cineclubistas com exibições de filmes seguidas por debates ao vivo, transmitidas por meio do canal da Vila das Artes no YouTube. A curadoria dos filmes e a mediação dos debates é da cineasta e artista visual Raquel Gandra.

Clique aqui para acessar o canal da Vila das Artes no YouTube

Os filmes iniciam sempre às 17h, nas quinta-feira ao longo de todo o mês, e são seguidos por debates ao vivo com participação da curadora, realizadores dos filmes integrantes da sessão e outros convidados. Confira mais abaixo o detalhamento da programação.

Sobre a curadoria, Raquel Gandra explica: "De onde vem o sentido de pertencimento? Que possíveis geografias e dobras poderão gerar acolhimento em um mundo tão desgarrado da ideia de coletivo? Pensando nestas e em outras tantas perguntas, fico inquieta diante das fronteiras invisíveis que se intensificam todos os dias em meio ao caos político, às quebras de paradigmas culturais e ao abismo social. Os filmes selecionados para esta mostra nos apresentam estas contradições, mas também nos oferecem possíveis brechas para tamanhos desencontros", defende a cineasta.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre a Curadora
Cineasta, artista visual e andarilha, Raquel Gandra é do Rio de Janeiro, bacharel em Comunicação Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e mestre em Belas Artes pela mesma instituição. Realizou um master em Fotografia Artística e Documental no Instituto de Produção Cultural & Imagem (IPCI), na cidade de Porto, em Portugal, em 2019.

Programação
Sessão 1
Filmes: "Volta Grande" (2020 / 26’/ Livre), de Fábio Nascimento (MG); "Entre nós talvez estejam multidões" (2020 /92’), de Aiano Bemfica (MG) e Pedro Maia de Brito (PE); filmes seguidos por conversa ao vivo entre os realizadores Fábio Nascimento e Aiano Bemfica com a curadora da mostra, Raquel Gandra
Data: Quinta-feira (01/07)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Sessão 2
Filmes: "Espero tua Revolta" (2019 / 93' / 14 anos), de Eliza Capai (SP); "Polis" (2018 / 8' / Livre), de Rafael Baptista (RJ); filmes seguidos por conversa ao vivo entre o realizador Rafael Baptista, a atriz Marcela Jesus e a curadora da mostra, Raquel Gandra
Data: Quinta-feira (08/07)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Sessão 3
Filmes: "Rio em Chamas" (2014 / 110' / 16 anos), de Daniel Caetano, Cavi Borges, Vinicius Reis, Clara Linhart, André Sampaio, Eduardo Souza Lima, Diego Felipe Souza e Luiz Claudio Lima (RJ); filme seguido por conversa ao vivo entre o realizador Daniel Caetano e a curadora da mostra, Raquel Gandra
Data: Quinta-feira (15/07)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Sessão 4
Filmes: "Irmãos" (26’ / 12 anos), de Maria Eduarda Andrade (PE); "A Vizinhança do Tigre" (2014 / 95' / 16 anos), de Affonso Uchoas (MG);
filmes seguidos por conversa ao vivo entre a realizadora Maria Eduarda Andrade, o pesquisador Hernani Heffner e a curadora da mostra, Raquel Gandra
Data: Quinta-feira (22/07)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Sessão 5
Filmes: "Não te amo mais" (2020 / 10’), de Yasmin Gomes (CE); "Pedras não flutuam" (2019 / 8' / Livre), de Lara Ovídio (RN); "Hálito Azul" (2018 / 79’), de Rodrigo Areias (Portugal); filme seguido por conversa ao vivo entre as realizadoras Lara Ovídio e Yasmin Gomes, a artista e educadora Barbara Bija, a atriz Tania Dinis e a curadora da mostra, Raquel Gandra
Data: Quinta-feira (29/07)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Telas Abertas
A mostra "Habitando Margens e Fronteiras" é a segunda oriunda da convocatória Telas Abertas 2021, que selecionou propostas de curadoria de mostra de filmes com temática livre para compor a programação do Cineclube da Vila das Artes durante o período de junho a dezembro de 2021. Das sete vagas preenchidas, quatro se destinaram a proponentes residentes em Fortaleza e três a residentes em outras localidades do País.

Serviço
Cineclube Vila das artes – Mostra "Habitando Margens e Fronteiras"
Data: Quintas-feiras do mês de julho
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes recebe inscrições para o curso livre "Documentário e lutas populares no Brasil: memória, montagem". As aulas serão conduzidas de forma remota por Ewerton Belico, por meio de videoconferências na plataforma Google Meet, entre os dias 5 e 9 de julho deste ano, sempre às 14h. As inscrições devem ser realizadas até quinta-feira (01/07), por meio do preenchimento de ficha de inscrição on-line.

Clique aqui para se inscrever

O minicurso pretende investigar capítulos da história do documentário brasileiro a partir de elaborações fílmicas de processos sociais, com ênfase nos sentidos trabalhados na montagem de documentários específicos. "A história do documentário brasileiro poderia ser reescrita a partir do engajamento de diretores e diretoras em lutas populares rurais e urbanas nas últimas seis décadas. Processos audiovisuais que não apenas interviram no curso das lutas, como inscreveram toda uma memória – sempre ameaçada – de seus percursos", comenta Ewerton Belico, ministrante do curso.

A atividade é a primeira de uma série de cursos livres previstos para o mês de julho, promovidos pelo Núcleo de Produção Digital da Escola Pública de Audiviosual da Vila das Artes. A lista de participantes será divulgada na sexta-feira (02/07). Candidatos selecionados serão notificados por e-mail.

A Vila das Artes é um equipamento cultural da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre o ministrante
Ewerton Belico é curador, educador, roteirista e diretor. Integra a Associação Filmes de Quintal, responsável pelo Festival do Filme Documentário e Etnográfico de Belo Horizonte (forumdoc.bh), do qual é um dos organizadores e curadores.

Sobre o NPD
Criado em novembro de 2006, o Núcleo de Produção Digital (NPD) é um programa de apoio à realização em audiovisual que visa a democratização da atividade por meio da realização de cursos livres, convocatórias, oficinas e palestras; e do empréstimo de equipamentos de câmera, som, iluminação e ilha de edição para a realização de produções autorais.

Serviço
"Documentário e lutas populares no Brasil: memória, montagem", com Ewerton Belico – Inscrições Abertas
Inscrições: até quinta-feira (01/07), em www.linktr.ee/viladasartes
Data de realização: de 05 a 09/07
Hora: 14h
Local: Videoconferências por meio da plataforma Google Meet

Publicado em Cultura
identidade visual do Cineclube da Vila das Artes

A Vila das Artes, por meio da Escola Pública de Audiovisual, exibe "Memórias Reveladas", de Marilena Lima, às 17h desta sexta-feira (12/03). A exibição é seguida por debate ao vivo sobre o filme, com participação da diretora do documentário e convidados. A atividade integra a programação do Cineclube Vila das Artes em sua primeira sessão on-line de 2021, inteiramente por meio do canal da Vila das Artes na plataforma de vídeos YouTube.

Acesse a Vila das Artes no Youtube

O filme tem por base informações coletadas pela Comissão da Verdade, Memória e Justiça dos Jornalistas do Ceará, organizada pelo Sindicato dos Jornalistas do Ceará (Sindjorce) em 2013, que realizou levantamento dos casos de violações dos direitos humanos cometidos contra integrantes da categoria no Estado durante o período de 1964 a 1988.

Iniciado em 2013, o filme foi finalizado em 2021 graças a recursos da Lei Aldir Blanc, por meio de edital lançado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor). A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Debatedores
Após a exibição de "Memórias Reveladas", o canal da Vila das Artes no YouTube transmite ao vivo, às 17h45, debate mediado pela jornalista Samira de Castro, com participação de Marilena Lima, produtora e diretora do documentário, e os convidados: Evaldo Lima, secretário executivo da Secultfor; Urariano Mota, jornalista e escritor; Iracema Sales, jornalista e integrante da Comissão da Verdade Memória e Justiça dos Jornalistas do Ceará; Paulo Verlaine Coelho, jornalista; Nazareno Albuquerque, jornalista, advogado e publicitário; e Alex Fedox, cineasta e professor, idealizador do cineclube Cine Molotov.

Vila na Rede
Toda a programação online da Vila das Artes faz parte do projeto "Vila na Rede", iniciativa que visa a manutenção das atividades do equipamento cultural e oferece alternativas culturais que podem ser apreciadas no conforto de casa, durante o período de distanciamento social recomendado devido à pandemia da Covid-19.

Serviço
Cineclube Vila das Artes - Exibição do filme "Memórias Reveladas" e debate ao vivo em seguida
Data: 12/03 (sexta-feira)
Hora: 17h
Local: Canal da Vila das artes no Youtube

Publicado em Cultura

A Vila das Artes abre inscrições para a III Jornada de Teatro & Educação. Com o tema “O Ensino de Teatro e a Cultura Popular”, o evento, organizado pela Escola Pública de Teatro da Vila das Artes, ocorre de 22 a 26 de março e apresenta programação on-line e inteiramente gratuita, com especial direcionamento para arte-educadores, professores formadores, estudantes, artistas e pesquisadores da arte teatral. As inscrições seguem até 19 de março de janeiro.

Clique aqui para se inscrever

A terceira edição do evento tem por objetivo possibilitar que o Teatro Tradicional Popular possa ser "apreciado, conhecido e difundido, além de vivenciado e investigado por meio do ensino de Teatro", explica Graça Freitas, coordenadora da Escola Pública de Teatro da Vila das Artes. "Entre dramas, maracatus, reisados, fandangos e outras manifestações, pretendemos que os aspectos pedagógicos dessas 'brincadeiras' possam enriquecer a atividade artística na sala de aula, ao mesmo tempo em que revividos a partir do intercâmbio com professores e alunos", complementa.

A programação é formada por seminário com três dias de palestras abertas ao público, transmitido ao vivo no canal da Vila das Artes na plataforma de vídeos YouTube, e por duas vivências fechadas aos inscritos, a serem realizadas na plataforma de videoconferências Google Meet. Confira mais abaixo o detalhamento da programação.

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, gerido pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Programação
A programação da III Jornada de Teatro & Educação é inteiramente on-line e gratuita. Os interessados devem realizar inscrições, até o dia 19 de março, por meio de formulário online disponibilizado acima, no Canal da Cultura ou na árvore de links da Vila das Artes (linktr.ee/viladasartes). O preenchimento da ficha garante inscrição em todas as atividades do evento. Confira:

- Vivência "Imersão nos Dramas Populares": conduzida pelos atores e professores Bruno Monteiro e Léo Laxmy, a oficina tem por objetivo refletir a respeito dos Dramas, manifestação tradicional popular que reverbera por várias regiões cearenses, caracterizada pela multiplicidade de elementos cênicos e musicais. Ocorre de segunda a sexta-feira, dias 22 a 26 de março, das 14h30 às 17h, por meio da plataforma de videoconferências Google Meet.

- Vivência “Fandango”: com a condução da atriz, dançarina e docente Circe Macena, a oficina tem por finalidade permitir que os participantes possam experimentar e conhecer o Fandango, dança dramática do litoral cearense que conta histórias e aventuras de marinheiros em alto mar, através da dança, da música e do teatro. A oficina proporciona vivência no Fandango do Mucuripe, que se encontra semi-desaparecido na comunidade. "Por meio da teoria e da prática iremos vivenciar a dramaturgia da brincadeira, os aspectos cênicos, musicais e corporais dessa manifestação. Além de dialogar sobre as danças dramáticas e suas características interdisciplinares na docência", explica Circe Macena. Ocorre de segunda a sexta-feira, dias 22 a 26 de março, das 18h30 às 21h, por meio da plataforma de videoconferências Google Meet.

- Seminário “O Ensino de Teatro e a Cultura Popular”: com a mediação de Hertenha Glauce, o seminário contará com palestras conduzidas por Ângela Linhares (24/03), Oswald Barroso (25/03) e Lourdes Macena (26/03), sempre das 9h às 11h, por meio de transmissão ao vivo no canal da Vila das Artes no YouTube.

Serviço
III Jornada de Teatro & Educação – O Ensino de Teatro e a Cultura Popular
Data: 22 a 26 de março de 2021
Local: Canal da Vila das Artes no YouTube e plataforma de videoconferências YouTube

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Circo da Vila das Artes segue com inscrições abertas, até quinta-feira (25), para Prestação de Serviço como Professor do Curso de Formação Continuada em Arte Circense. Interessados podem se inscrever de forma inteiramente on-line.

Link para inscrição
Confira o edital aqui

Serão ofertadas oito vagas para profissionais que se encaixem nas seguintes modalidades requeridas para composição do corpo docente da escola: Circense Acrobacias I, Circense Aérea I, Circense Equilíbrios I, Circense Manipulação de Objetos I, Projeto de Pesquisa Circense I, Fundamentos Teatrais para as Artes do Circo I, Fundamentos da Dança para as Artes do Circo I e Introdução à Anatomia e Cinesiologia aplicada às Artes do Circo. Após o período de inscrição, o processo de seleção vai do dia 01 a 04 de março e o resultado será divulgado no dia 05 de março.

Dúvidas sobre o edital e as inscrições, com a coordenação da Escola Pública de Circo da Vila das Artes, por meio do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Escola
A Escola Pública de Circo da Vila das Artes tem como objetivo capacitar e habilitar pessoas para as atividades de criação, execução e produção de espetáculos, números e performances circenses. Utilizando uma metodologia pedagógica construída em conjunto com a classe circense e contemplando o circo em todas as suas vertentes (tradicional, contemporânea, trupes, grupos e artistas de rua), a escola atua com a visão de se tornar referência na construção de conhecimentos e práticas inovadoras, especialmente no campo da formação de artes circenses de Fortaleza.

Serviço
Chamada Pública para professor/professora da Escola de Circo – Inscrições Abertas
Inscrições: Até 25 de fevereiro de 2021, em https://linktr.ee/viladasartes
Informações: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. / (85)99997-7733

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Circo da Vila das Artes abre vagas para atividade do Projeto Cursos Livres “Circo-teatro no Instagram: a Técnica da Palhaçaria Digital”, com Neto Holanda e Carlos Coreano. A ação ocorrerá em plataforma digital do Google Meet e as inscrições seguem até a sexta-feira (19/02).

A oficina acontece entre os dias 22 e 25 de fevereiro, das 18h30 às 20h30, em plataforma digital fechada. Podem participar artistas, profissionais circenses e pessoas interessadas nas artes da palhaçaria em geral, que tenham acima de 16 anos de idade.

Ministrado por Neto Holanda e Carlos Coreano, a oficina pretende abordar conteúdos essenciais para desenvolver um trabalho dentro do universo da palhaçaria para as redes sociais. Após o estudo de conceitos e bases metodológicas relacionadas às artes circenses e o meio digital, haverá vivência coletiva e construção de uma cena para plataformas virtuais.

A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Serviço
Projeto Cursos Livres - “Circo-teatro no Instagram: a Técnica da Palhaçaria Digital”
Inscrições: 16 a 19/02 (http://linktr.ee/viladasartes)
Data de realização: 22 a 25/02
Hora: das 18h30 às 20h30
Local: Plataforma do Google Meet

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Teatro da Vila das Artes promove, nesta quinta-feira (18/02), o lançamento do espetáculo de conclusão da Formação Continuada em Teatro Conexões Contemporâneas. O experimento virtual “Isso Não É Uma Bússola (?)” estreia em plataforma on-line, acessível no portal da Cultura da Prefeitura de Fortaleza.

Segundo Graça Freitas, coordenadora da Escola Pública de Teatro da Vila das Artes, a segunda edição do curso Conexões Contemporâneas foi bastante exitosa, mesmo no contexto social da atualidade, o que foi determinante para o resultado final. “A montagem foi construída nessa pandemia, então esse trabalho de conclusão é também um retrato do momento em que o Teatro cearense está enfrentando”, afirma.

Dirigido pelo ator e diretor Murillo Ramos, a performance conta com a atuação dos alunos do curso em vídeos que compõem uma espécie de mapa digital da cidade de Fortaleza, construído pelo artista visual Garu. A ação conta com a participação dos alunos Arnnaldo Moura, Brenda Louise, Daniele Teotonio, Fábio Frota, Fran Raulino, Ivens Ranor, Karem Cristine, Luiza Pontes, Lukas Alves, Maruska Ribeiro, Nairton Santos, Pedro Araújo, Rhamon Matarazzo, Shirley Alencar, Renato Rodrigues e Priscila Queiroz.

Promovida pela Escola Pública de Teatro da Vila das Artes, a “Formação Continuada em Teatro: Conexões Contemporâneas” tem dois anos de duração. Espaço de pesquisa, criação e experimentação, tem o objetivo de fortalecer e consolidar as ações dos artistas e coletivos de teatro na Cidade.

A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), em parceria com o Instituto Cultural Iracema.

“Isso Não É Uma Bússola (?)”

Isso Não É Uma Bússola (?) é o trabalho de conclusão da Formação Continuada em Teatro Conexões Contemporâneas. Nele o público é convidado a experienciar, por meio do mapa virtual da cidade de Fortaleza e de Maracanaú, um mosaico de ações perfomativas construídas pelos alunos/intérpretes, tendo como ponto de partida suas subjetividades em meio a materialidade da existência.

É importante observar que cada quadro acompanha um tópico contendo um pequeno texto onde particularidades das áreas residenciais dos intérpretes são expostas, revelando máculas, expandindo o olhar do expectador e dando sustentação na sua fabulação. Uma experiência digital interativa onde o embricamento de Performance, artes visuais e teatro operam de maneira livre, tornando as fronteiras propositadamente borradas a fim de se chegar na pessoalidade e organicidade de cada intérprete e suas potências artísticas.

Dirigido por Murillo Ramos, o trabalho teve quatro meses de processo absolutamente on-line, por conta da pandemia, e isso foi disparador de questões e escolhas estéticas e poéticas que são reveladas na obra. Um trabalho onde o público literalmente desbrava as possibilidades do existir, a tecnologia, a cidade, seus corpos e fronteiras. Mas afinal isso não é uma Bússola (?).

Serviço
Estreia do espetáculo “Isso Não É Uma Bússola (?)”
Data: Quinta-feira (18/02)
Local: https://cultura.fortaleza.ce.gov.br

Publicado em Cultura

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes promove a primeira edição do projeto Conversa de Academia de 2021, nesta sexta-feira (19/02), às 16h, no canal da Vila das Artes na plataforma de vídeos YouTube. O encontro on-line desta semana será com a fisioterapeuta Diana Junqueira, com o tema “Uma experiência de cuidado e positivação do envelhecimento em um Centro de Convivência público para idosos no município do Rio de Janeiro”.

O trabalho desenvolvido por Diana Junqueira tem como objetivo investigar a inserção da dança na vida dos sujeitos praticantes dessa atividade, se a dança promove de fato uma facilitação de um despertar para um corpo brincante, sensível e criativo e analisar a dimensão interativa e intersubjetiva e os possíveis efeitos psicossociais da experiência de dançar para o sujeito, como atividade grupal.

Diana Junqueira é fisioterapeuta, especialista em Saúde do Idoso pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e mestre em Saúde Pública pela ENSP Fiocruz, onde desenvolveu pesquisa acerca da dança como cuidado para idosos.

Conversa de Academia
O programa, que acontece desde 2015, surgiu da percepção da importância de promover encontros nos quais pesquisadores tenham a oportunidade de expor suas pesquisas fora do espaço acadêmico, dando mais visibilidade a esses estudos e partilhando-os com um público interessado diverso.

A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Serviço
Conversa de Academia, com Diana Junqueira
Data: Sexta-feira (19/02)
Hora: 16h
Local: Canal da Vila das Artes na plataforma de vídeos YouTube

Publicado em Cultura