24 de fevereiro de 2022 em Mobilidade

Mobilidade de Fortaleza é destaque em relatório internacional da OECD

Projetos Esquina Segura, Praças e Calçadas Vivas foram reconhecidos na publicação


As boas práticas de mobilidade urbana de Fortaleza foram destaque em mais uma edição do relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD - Paris), publicado em fevereiro deste ano. A publicação, que reúne as melhores experiências internacionais em soluções de Desenho Viário e Gerenciamento de Tráfego, citou os projetos Esquina Segura, Praças e Calçadas Vivas. 

Leia o relatório

De acordo com a superintendente da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Juliana Coelho, o reconhecimento é mais uma demonstração do compromisso da gestão municipal com a segurança viária. "Nos últimos anos quebramos paradigmas na forma das pessoas se deslocarem pela cidade. Incentivamos a ocupação dos espaços públicos, priorizando pedestres e reduzimos acidentes ao reforçarmos a sinalização e fiscalização preventiva", esclarece.

Esquina Segura

A intervenção inclui o alargamento de calçada exclusiva para pedestre e tem como objetivo reduzir a prática de estacionar nas esquinas, melhorar a percepção dos usuários acerca do limite de cinco metros e facilitar a visibilidade dos condutores, além de diminuir os riscos de acidentes.

Atualmente, mais de 400 cruzamentos de Fortaleza possuem o reforço da sinalização. De acordo com pesquisa da AMC desenvolvida em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC), o projeto reduziu em 61% o número de acidentes com vítimas nos locais contemplados com a medida.

Além do destaque no relatório, o programa recebeu o Prince Michael International Road Safety 2021, a mais importante premiação que reconhece boas praticas para a promoção da Segurança no Trânsito. Nas palavras do Príncipe Michael de Kent, membro da família real britânica e que apresenta a premiação, o Esquina Segura é "um exemplo que deve ser replicado ao redor do mundo".

Praças e Calçadas Vivas

O projeto Praças Vivas consiste em um conjunto de intervenções de baixo custo que visa ocupar de forma democrática espaços da malha viária da cidade com requalificação e sinalização para a proteção dos usuários mais vulneráveis. O projeto é realidade em 13 bairros da Capital.

No caso das Calçadas Vivas, os pedestres são priorizados e conseguem caminhar de modo mais seguro devido à ampliação e requalificação das áreas de passeio. Na Rua Barão do Rio Branco, exemplo citado no relatório, o número de pedestres utilizando a pista reduziu em 92% após a intervenção. Os carros trafegando acima de 30km/h e 40km/h diminuíram em 65% e 84%, respectivamente. Tais indicadores mostram uma melhoraria na segurança viária da região.

 

Mobilidade de Fortaleza é destaque em relatório internacional da OECD

Projetos Esquina Segura, Praças e Calçadas Vivas foram reconhecidos na publicação

As boas práticas de mobilidade urbana de Fortaleza foram destaque em mais uma edição do relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD - Paris), publicado em fevereiro deste ano. A publicação, que reúne as melhores experiências internacionais em soluções de Desenho Viário e Gerenciamento de Tráfego, citou os projetos Esquina Segura, Praças e Calçadas Vivas. 

Leia o relatório

De acordo com a superintendente da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Juliana Coelho, o reconhecimento é mais uma demonstração do compromisso da gestão municipal com a segurança viária. "Nos últimos anos quebramos paradigmas na forma das pessoas se deslocarem pela cidade. Incentivamos a ocupação dos espaços públicos, priorizando pedestres e reduzimos acidentes ao reforçarmos a sinalização e fiscalização preventiva", esclarece.

Esquina Segura

A intervenção inclui o alargamento de calçada exclusiva para pedestre e tem como objetivo reduzir a prática de estacionar nas esquinas, melhorar a percepção dos usuários acerca do limite de cinco metros e facilitar a visibilidade dos condutores, além de diminuir os riscos de acidentes.

Atualmente, mais de 400 cruzamentos de Fortaleza possuem o reforço da sinalização. De acordo com pesquisa da AMC desenvolvida em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC), o projeto reduziu em 61% o número de acidentes com vítimas nos locais contemplados com a medida.

Além do destaque no relatório, o programa recebeu o Prince Michael International Road Safety 2021, a mais importante premiação que reconhece boas praticas para a promoção da Segurança no Trânsito. Nas palavras do Príncipe Michael de Kent, membro da família real britânica e que apresenta a premiação, o Esquina Segura é "um exemplo que deve ser replicado ao redor do mundo".

Praças e Calçadas Vivas

O projeto Praças Vivas consiste em um conjunto de intervenções de baixo custo que visa ocupar de forma democrática espaços da malha viária da cidade com requalificação e sinalização para a proteção dos usuários mais vulneráveis. O projeto é realidade em 13 bairros da Capital.

No caso das Calçadas Vivas, os pedestres são priorizados e conseguem caminhar de modo mais seguro devido à ampliação e requalificação das áreas de passeio. Na Rua Barão do Rio Branco, exemplo citado no relatório, o número de pedestres utilizando a pista reduziu em 92% após a intervenção. Os carros trafegando acima de 30km/h e 40km/h diminuíram em 65% e 84%, respectivamente. Tais indicadores mostram uma melhoraria na segurança viária da região.