06 de abril de 2013 em Meio ambiente

Operação em bares e restaurantes reduz a violência em Fortaleza

Na Regional VI, foi registrada uma queda de 62,91% nas práticas ilegais fiscalizadas


A Operação já esteve em 47 bairros das secretarias regionais (Foto: Kaio Machado)

A Fiscalização Integrada de Bares e Restaurantes, realizada pela Prefeitura de Fortaleza em parceria com o Governo do Estado desde o último mês de março, já apresenta resultados que indicam a queda nos índices de violência na capital cearense. A Operação já esteve em 47 bairros das secretarias regionais, verificando o cumprimento da legislação de poluição sonora e do Código Brasileiro de Trânsito.

No período de 8 a 10 e de 15 a 17 de março de 2013, na Regional VI, foi registrada uma queda de -62,91% nos casos de poluição sonora (26 contra 110), roubo a pessoa (12 contra 18), homicídio( 05 contra 06), e lesão corporal (11 contra 07). Na Regional I, a redução foi de -44,3% em poluição sonora (24 contra 42), roubo a pessoa (04 contra 14), homicídio(nenhum caso) e lesão corporal (08 contra 12). Essas estatísticas são em relação ao último final de semana de fevereiro e de 01 a 03 de março, sem operação fiscalizatória.

Na blitze da Regional III, antes da baixa da violência, foram registrados 79 casos de poluição sonora e, após o início da Operação, 30. Foram contabilizados 13 roubos a pessoa antes e seis depois; homicídio, oito antes e quatro depois; lesão corporal, 12 antes e nove depois. O resultado é a queda para -54,76%. Na Regional V, as estatísticas continuam caindo: -59,87%. Foram 87 ocorrências antes e 36 depois; roubo a pessoa, 26 antes e 10 depois; homicídio, 13 antes 03 depois e lesão corporal, 17 antes e 12 depois.

Na Semana Santa, a Regional VI teve a violência reduzida em -11,36%, a Regional I, -48,48; a Regional III, -57,82 e a Regional V, -36,44. Nessa Operação foram fechados 175 bares, aplicadas 162 multas de trânsito e 66 sons apreendidos. A blitze conta com a participação da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã, da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania (AMC).

Operação em bares e restaurantes reduz a violência em Fortaleza

Na Regional VI, foi registrada uma queda de 62,91% nas práticas ilegais fiscalizadas

A Operação já esteve em 47 bairros das secretarias regionais (Foto: Kaio Machado)

A Fiscalização Integrada de Bares e Restaurantes, realizada pela Prefeitura de Fortaleza em parceria com o Governo do Estado desde o último mês de março, já apresenta resultados que indicam a queda nos índices de violência na capital cearense. A Operação já esteve em 47 bairros das secretarias regionais, verificando o cumprimento da legislação de poluição sonora e do Código Brasileiro de Trânsito.

No período de 8 a 10 e de 15 a 17 de março de 2013, na Regional VI, foi registrada uma queda de -62,91% nos casos de poluição sonora (26 contra 110), roubo a pessoa (12 contra 18), homicídio( 05 contra 06), e lesão corporal (11 contra 07). Na Regional I, a redução foi de -44,3% em poluição sonora (24 contra 42), roubo a pessoa (04 contra 14), homicídio(nenhum caso) e lesão corporal (08 contra 12). Essas estatísticas são em relação ao último final de semana de fevereiro e de 01 a 03 de março, sem operação fiscalizatória.

Na blitze da Regional III, antes da baixa da violência, foram registrados 79 casos de poluição sonora e, após o início da Operação, 30. Foram contabilizados 13 roubos a pessoa antes e seis depois; homicídio, oito antes e quatro depois; lesão corporal, 12 antes e nove depois. O resultado é a queda para -54,76%. Na Regional V, as estatísticas continuam caindo: -59,87%. Foram 87 ocorrências antes e 36 depois; roubo a pessoa, 26 antes e 10 depois; homicídio, 13 antes 03 depois e lesão corporal, 17 antes e 12 depois.

Na Semana Santa, a Regional VI teve a violência reduzida em -11,36%, a Regional I, -48,48; a Regional III, -57,82 e a Regional V, -36,44. Nessa Operação foram fechados 175 bares, aplicadas 162 multas de trânsito e 66 sons apreendidos. A blitze conta com a participação da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã, da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania (AMC).