05 de julho de 2022 em Fortaleza

Pets doadores de sangue na Clínica Veterinária de Fortaleza ganham check-up gratuito

Doadores passam por uma bateria de exames para garantir transfusão segura aos cães e gatos receptores


Tutor e cão posam para foto na frente da Clínica Veterinária de Fortaleza - Jacó
Björn, cão da raça pit monster, doou sangue na Clínica Veterinária de Fortaleza - Jacó e ganhou diversos exames gratuitos para garantir uma doação segura (Fotos: Rodrigo Carvalho)

Ao doar sangue na Clínica Veterinária de Fortaleza - Jacó, equipamento da Prefeitura de Fortaleza, o cachorro Björn, da raça Pit Monster, ganhou uma bateria de exames gratuitos para garantir uma transfusão segura. “É excelente. Um check-up completo na saúde do seu pet”, elogia Hagamenon Júnior, tutor do cão.

Além de ajudar um amigo pet, cães doadores de sangue na Clínica Jacó passam por avaliação veterinária, além de realizar hemograma completo e testes rápidos para erliquiose (doença do carrapato) e leishmaniose (calazar). Os felinos, por sua vez, testam para imunodeficiência felina (FIV) e leucemia felina (FeLV). Os exames feitos gratuitamente pelos doadores na Clínica não saem por menos de R$ 300 na rede privada.

Cão passa por avaliação veterinária antes de doação
Hagamenon Júnior, tutor de Björn, pretende levá-lo assim que possível para fazer nova doação 

A doação de sangue é efetuada somente com agendamento após uma primeira triagem via WhatsApp para verificar se o potencial doador atende a critérios de peso, idade e vacinação, por exemplo. Se o pet for aprovado, o tutor é informado sobre o dia e horário agendados para a doação na Clínica, onde ocorre a segunda triagem por meio dos exames. Esse segundo momento leva em torno de 30 minutos.

Quem também já fez sua parte como doadora de sangue foi Amora, cadela da raça Golden Retriever. A tutora Thaís Pinheiro Feitosa a levou para doar pensando principalmente nos cães que podem precisar de transfusão emergencial. “Os profissionais tranquilizaram a Amora e demonstraram muita competência para colher o sangue rapidamente e sem que ela sentisse incômodos. Foi um tratamento excelente!”, acrescenta Thais sobre a experiência. Ela pretende levar a cadela a cada três meses para doar sangue, conforme intervalo mínimo exigido.

O secretário Marcel Girão, titular da Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), convoca os tutores fortalezenses a exercerem sua solidariedade. “Seu animal pode salvar vidas, sua atitude de levá-lo para doar sangue vai fazer a diferença. Muitos animais debilitados precisam de ajuda diariamente”, incentiva.

Doação salva vidas
Após uma infecção, o cachorrinho Sheik, um Pug de seis anos, teve anemia e precisou receber uma transfusão sanguínea. Rapidamente, a tutora Erika Fragoso Monteiro mobilizou nas redes sociais uma campanha e conseguiu dois doadores, que foram levados à Clínica Jacó, onde o procedimento foi agilizado.

Tutora e cão posam para foto na frente da Clínica Veterinária de Fortaleza - Jacó.
O cachorrinho Sheik, da raça Pug, tem seis anos e precisou receber sangue após uma infecção 

“A todos que têm animais de grande porte que possam tirar um tempinho pra fazer a doação de sangue, façam porque é um ato de amor ao próximo, de empatia. Muitas vezes não temos recursos para comprar uma bolsa de sangue”, comenta Erika.

Em um ano, entre junho de 2021 e de 2022, a Clínica Veterinária de Fortaleza - Jacó realizou 89 transfusões de sangue. Desde maio, a unidade inaugurou seu banco de sangue para armazenar até 10 bolsas por mês e atender prontamente os pacientes que precisam em caso de emergência. Na rede particular, é preciso desembolsar cerca de R$ 1 mil pela bolsa de sangue e pelo serviço de transfusão para pets.

A médica veterinária Amanda Castelo, coordenadora da Clínica Jacó, alerta sobre a grande demanda de animais com indicação para transfusão sanguínea no equipamento, que atende, de segunda a sexta-feira, cães e gatos de tutores e protetores de animais residentes na capital. “Se o seu pet pode ser um doador, o permita doar e ajude a salvar vidas. Se ele não tem o perfil, nos ajude nessa campanha de divulgação”, estimula.

Como tornar seu pet doador
Tutores interessados em levar seus cães e gatos para serem doadores devem entrar em contato com a Clínica Veterinária de Fortaleza - Jacó por meio do WhatsApp (85) 9 9108-3370 para a realização de uma triagem inicial. A data e o horário agendados para a doação serão informados de forma individual para o responsável pelo pet.

Cão passa por avaliação veterinária antes de receber sangue
A tutora do cachorrinho Sheik, Erika Monteiro, mobilizou campanha nas redes para conseguir doadores de sangue

Conheça os critérios de doação de sangue para cães e gatos
Cães
Idade: 1 a 7 anos
Peso: a partir de 25 kg
Vacinação em dia
Teste negativo de leishmaniose (calazar) e erliquiose (doença do carrapato)
Sem carrapatos, pulgas ou piolhos
Ter temperamento dócil

Gatos
Idade: 1 a 7 anos
Peso: a partir de 5 kg
Vacinação em dia
Teste negativo de FIV/FELV
Sem carrapatos, pulgas ou piolhos
Ter temperamento dócil

Serviço
Triagem para doação de sangue de pets na Clínica Veterinária de Fortaleza - Jacó
Contato: (85) 9 9108-3370 (WhatsApp)
Observação: a doação ocorre somente por meio de agendamento após triagem

Pets doadores de sangue na Clínica Veterinária de Fortaleza ganham check-up gratuito

Doadores passam por uma bateria de exames para garantir transfusão segura aos cães e gatos receptores

Tutor e cão posam para foto na frente da Clínica Veterinária de Fortaleza - Jacó
Björn, cão da raça pit monster, doou sangue na Clínica Veterinária de Fortaleza - Jacó e ganhou diversos exames gratuitos para garantir uma doação segura (Fotos: Rodrigo Carvalho)

Ao doar sangue na Clínica Veterinária de Fortaleza - Jacó, equipamento da Prefeitura de Fortaleza, o cachorro Björn, da raça Pit Monster, ganhou uma bateria de exames gratuitos para garantir uma transfusão segura. “É excelente. Um check-up completo na saúde do seu pet”, elogia Hagamenon Júnior, tutor do cão.

Além de ajudar um amigo pet, cães doadores de sangue na Clínica Jacó passam por avaliação veterinária, além de realizar hemograma completo e testes rápidos para erliquiose (doença do carrapato) e leishmaniose (calazar). Os felinos, por sua vez, testam para imunodeficiência felina (FIV) e leucemia felina (FeLV). Os exames feitos gratuitamente pelos doadores na Clínica não saem por menos de R$ 300 na rede privada.

Cão passa por avaliação veterinária antes de doação
Hagamenon Júnior, tutor de Björn, pretende levá-lo assim que possível para fazer nova doação 

A doação de sangue é efetuada somente com agendamento após uma primeira triagem via WhatsApp para verificar se o potencial doador atende a critérios de peso, idade e vacinação, por exemplo. Se o pet for aprovado, o tutor é informado sobre o dia e horário agendados para a doação na Clínica, onde ocorre a segunda triagem por meio dos exames. Esse segundo momento leva em torno de 30 minutos.

Quem também já fez sua parte como doadora de sangue foi Amora, cadela da raça Golden Retriever. A tutora Thaís Pinheiro Feitosa a levou para doar pensando principalmente nos cães que podem precisar de transfusão emergencial. “Os profissionais tranquilizaram a Amora e demonstraram muita competência para colher o sangue rapidamente e sem que ela sentisse incômodos. Foi um tratamento excelente!”, acrescenta Thais sobre a experiência. Ela pretende levar a cadela a cada três meses para doar sangue, conforme intervalo mínimo exigido.

O secretário Marcel Girão, titular da Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), convoca os tutores fortalezenses a exercerem sua solidariedade. “Seu animal pode salvar vidas, sua atitude de levá-lo para doar sangue vai fazer a diferença. Muitos animais debilitados precisam de ajuda diariamente”, incentiva.

Doação salva vidas
Após uma infecção, o cachorrinho Sheik, um Pug de seis anos, teve anemia e precisou receber uma transfusão sanguínea. Rapidamente, a tutora Erika Fragoso Monteiro mobilizou nas redes sociais uma campanha e conseguiu dois doadores, que foram levados à Clínica Jacó, onde o procedimento foi agilizado.

Tutora e cão posam para foto na frente da Clínica Veterinária de Fortaleza - Jacó.
O cachorrinho Sheik, da raça Pug, tem seis anos e precisou receber sangue após uma infecção 

“A todos que têm animais de grande porte que possam tirar um tempinho pra fazer a doação de sangue, façam porque é um ato de amor ao próximo, de empatia. Muitas vezes não temos recursos para comprar uma bolsa de sangue”, comenta Erika.

Em um ano, entre junho de 2021 e de 2022, a Clínica Veterinária de Fortaleza - Jacó realizou 89 transfusões de sangue. Desde maio, a unidade inaugurou seu banco de sangue para armazenar até 10 bolsas por mês e atender prontamente os pacientes que precisam em caso de emergência. Na rede particular, é preciso desembolsar cerca de R$ 1 mil pela bolsa de sangue e pelo serviço de transfusão para pets.

A médica veterinária Amanda Castelo, coordenadora da Clínica Jacó, alerta sobre a grande demanda de animais com indicação para transfusão sanguínea no equipamento, que atende, de segunda a sexta-feira, cães e gatos de tutores e protetores de animais residentes na capital. “Se o seu pet pode ser um doador, o permita doar e ajude a salvar vidas. Se ele não tem o perfil, nos ajude nessa campanha de divulgação”, estimula.

Como tornar seu pet doador
Tutores interessados em levar seus cães e gatos para serem doadores devem entrar em contato com a Clínica Veterinária de Fortaleza - Jacó por meio do WhatsApp (85) 9 9108-3370 para a realização de uma triagem inicial. A data e o horário agendados para a doação serão informados de forma individual para o responsável pelo pet.

Cão passa por avaliação veterinária antes de receber sangue
A tutora do cachorrinho Sheik, Erika Monteiro, mobilizou campanha nas redes para conseguir doadores de sangue

Conheça os critérios de doação de sangue para cães e gatos
Cães
Idade: 1 a 7 anos
Peso: a partir de 25 kg
Vacinação em dia
Teste negativo de leishmaniose (calazar) e erliquiose (doença do carrapato)
Sem carrapatos, pulgas ou piolhos
Ter temperamento dócil

Gatos
Idade: 1 a 7 anos
Peso: a partir de 5 kg
Vacinação em dia
Teste negativo de FIV/FELV
Sem carrapatos, pulgas ou piolhos
Ter temperamento dócil

Serviço
Triagem para doação de sangue de pets na Clínica Veterinária de Fortaleza - Jacó
Contato: (85) 9 9108-3370 (WhatsApp)
Observação: a doação ocorre somente por meio de agendamento após triagem