20 de outubro de 2021 em Fortaleza

Prefeito Sarto libera R$ 300 mil para o Abrigo São Lázaro no tratamento de animais abandonados

Também foi determinada a elaboração de um projeto de lei para estabelecer uma bolsa de proteção animal para quem se dedica à causa


Animais no Abrigo São Lázaro
A iniciativa vai possibilitar melhores condições de vida para os 1.200 animais que se encontram abrigados na ONG

O prefeito de Fortaleza, José Sarto, liberou, na manhã desta terça-feira (19/10), um repasse anual de R$ 300 mil para o Abrigo São Lázaro, que é a maior e mais conhecida entidade da cidade que auxilia no tratamento de cães e gatos abandonados. A iniciativa vai possibilitar melhores condições de vida para os 1.200 animais que se encontram abrigados na ONG, localizada na Avenida Luiz Montenegro, 599, no bairro Siqueira (Regional 5).

“Com o repasse, a Prefeitura de Fortaleza busca contribuir para que o Abrigo São Lázaro mantenha suas atividades, acolhendo animais em situação de abandono, tratando doenças e fazendo um trabalho que também é importantíssimo, de incentivo à adoção responsável”, afirmou o prefeito.

Durante a reunião, que contou com a participação do secretário da Conservação e Serviços Públicos, Ferruccio Feitosa, também foi determinada a elaboração de um projeto de lei para estabelecer uma bolsa de proteção animal para quem se dedica à causa. “O projeto de lei está sendo desenvolvido e conterá os requisitos para que os protetores cadastrados pela gestão municipal sejam contemplados para ajudar nesta missão com os animais”, explica Ferruccio.

O projeto de lei que vai criar a bolsa de proteção animal está sendo desenvolvido pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio de sua Coordenadoria Jurídica e da Coordenadoria de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa). Em breve, o edital deverá estar público.

Prefeito Sarto libera R$ 300 mil para o Abrigo São Lázaro no tratamento de animais abandonados

Também foi determinada a elaboração de um projeto de lei para estabelecer uma bolsa de proteção animal para quem se dedica à causa

Animais no Abrigo São Lázaro
A iniciativa vai possibilitar melhores condições de vida para os 1.200 animais que se encontram abrigados na ONG

O prefeito de Fortaleza, José Sarto, liberou, na manhã desta terça-feira (19/10), um repasse anual de R$ 300 mil para o Abrigo São Lázaro, que é a maior e mais conhecida entidade da cidade que auxilia no tratamento de cães e gatos abandonados. A iniciativa vai possibilitar melhores condições de vida para os 1.200 animais que se encontram abrigados na ONG, localizada na Avenida Luiz Montenegro, 599, no bairro Siqueira (Regional 5).

“Com o repasse, a Prefeitura de Fortaleza busca contribuir para que o Abrigo São Lázaro mantenha suas atividades, acolhendo animais em situação de abandono, tratando doenças e fazendo um trabalho que também é importantíssimo, de incentivo à adoção responsável”, afirmou o prefeito.

Durante a reunião, que contou com a participação do secretário da Conservação e Serviços Públicos, Ferruccio Feitosa, também foi determinada a elaboração de um projeto de lei para estabelecer uma bolsa de proteção animal para quem se dedica à causa. “O projeto de lei está sendo desenvolvido e conterá os requisitos para que os protetores cadastrados pela gestão municipal sejam contemplados para ajudar nesta missão com os animais”, explica Ferruccio.

O projeto de lei que vai criar a bolsa de proteção animal está sendo desenvolvido pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio de sua Coordenadoria Jurídica e da Coordenadoria de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa). Em breve, o edital deverá estar público.