13 de maio de 2022 em Meio ambiente

Prefeitura de Fortaleza coletou mais de 32 mil toneladas de lixo e aguapés de recursos hídricos

A gestão municipal também realizou a limpeza de 144 canais e lagoas e a desobstrução de 2.657 bocas de lobo


homens limpando um canal
A ação tem como objetivo manter os recursos hídricos limpos e conter riscos de inundação e alagamento (Foto: Alex Costa)

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria da Gestão Regional (Seger), vem cumprindo um cronograma de limpeza de canais e lagoas em diversos bairros da Cidade. De janeiro a abril deste ano, já foram recolhidas 32.878,87 toneladas de lixo e aguapés desses espaços. A ação tem como objetivo manter os recursos hídricos limpos e conter riscos de inundação e alagamento.

No mesmo período, a gestão municipal também realizou a limpeza 144 canais e lagoas e a desobstrução de 2.657 bocas de lobo. As intervenções nos recursos hídricos da cidade são realizadas como medidas preventivas e fazem parte do plano de trabalho do Comitê da Quadra Chuvosa.

Dentre os recursos hídricos que receberam ação de limpeza em abril, estão o Canal Bom Jardim Leste II (Bom Jardim), Canal Pio Saraiva (Quintino Cunha), Canal do Riacho Doce (Passaré), Canal do Presidente Vargas (Presidente Vargas), o Riacho Pajeú (Centro), e as lagoas da Messejana (Messejana), do Porangabussu (Rodolfo Teófilo), do Catão (Planalto Ayrton Senna) e do Opaia (Aeroporto).

Para os serviços, a gestão conta com equipes de trabalhadores e o auxílio de retroescavadeiras, escavadeiras hidráulicas e caminhões multiuso. Além de lixo, as ações de limpeza recolhem móveis velhos, dejetos, recicláveis e aguapés.

É importante que a população colabore com esse trabalho, evitando o descarte de lixo nesses locais. Atualmente, a Prefeitura de Fortaleza conta com 90 Ecopontos distribuídos em todas as regionais para o descarte correto de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais.

Além disso, a população deve também ficar atenta ao cronograma de coleta de lixo domiciliar realizada em todos os bairros de Fortaleza, três vezes por semana, nas segundas, quartas e sextas-feiras ou nas terças, quintas e sábados.

Prefeitura de Fortaleza coletou mais de 32 mil toneladas de lixo e aguapés de recursos hídricos

A gestão municipal também realizou a limpeza de 144 canais e lagoas e a desobstrução de 2.657 bocas de lobo

homens limpando um canal
A ação tem como objetivo manter os recursos hídricos limpos e conter riscos de inundação e alagamento (Foto: Alex Costa)

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria da Gestão Regional (Seger), vem cumprindo um cronograma de limpeza de canais e lagoas em diversos bairros da Cidade. De janeiro a abril deste ano, já foram recolhidas 32.878,87 toneladas de lixo e aguapés desses espaços. A ação tem como objetivo manter os recursos hídricos limpos e conter riscos de inundação e alagamento.

No mesmo período, a gestão municipal também realizou a limpeza 144 canais e lagoas e a desobstrução de 2.657 bocas de lobo. As intervenções nos recursos hídricos da cidade são realizadas como medidas preventivas e fazem parte do plano de trabalho do Comitê da Quadra Chuvosa.

Dentre os recursos hídricos que receberam ação de limpeza em abril, estão o Canal Bom Jardim Leste II (Bom Jardim), Canal Pio Saraiva (Quintino Cunha), Canal do Riacho Doce (Passaré), Canal do Presidente Vargas (Presidente Vargas), o Riacho Pajeú (Centro), e as lagoas da Messejana (Messejana), do Porangabussu (Rodolfo Teófilo), do Catão (Planalto Ayrton Senna) e do Opaia (Aeroporto).

Para os serviços, a gestão conta com equipes de trabalhadores e o auxílio de retroescavadeiras, escavadeiras hidráulicas e caminhões multiuso. Além de lixo, as ações de limpeza recolhem móveis velhos, dejetos, recicláveis e aguapés.

É importante que a população colabore com esse trabalho, evitando o descarte de lixo nesses locais. Atualmente, a Prefeitura de Fortaleza conta com 90 Ecopontos distribuídos em todas as regionais para o descarte correto de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais.

Além disso, a população deve também ficar atenta ao cronograma de coleta de lixo domiciliar realizada em todos os bairros de Fortaleza, três vezes por semana, nas segundas, quartas e sextas-feiras ou nas terças, quintas e sábados.