Prefeitura implanta nova ciclofaixa na Rua Cônego Lima Sucupira para otimizar deslocamento de ciclistas

21 de julho de 2021 em Mobilidade

Prefeitura implanta nova ciclofaixa na Rua Cônego Lima Sucupira para otimizar deslocamento de ciclistas

Com essa implantação, a Cidade passa a ter uma rede cicloviária total de 385 km


a imagem mostra a sinalização de uma ciclofaixa, que consiste em linhas retas brancas e vermelhas, demarcando o espaço na lateral da rua e do desenho branco de uma bicicleta
Somente no primeiro semestre deste ano, foram implantados 34,8 km em cerca de 30 vias em diferentes bairros da cidade

A Prefeitura de Fortaleza segue ampliando espaços seguros para a circulação de ciclistas na cidade. Desta vez, os bairros Serrinha, Itaoca e Parangaba estão recebendo a implantação de ciclofaixa na Rua Cônego Lima Sucupira.

Com 1,0 km de extensão, a ciclofaixa está situada no lado esquerdo da via e se interliga com a ciclovia da Rua Germano Franck e com as infraestruturas existentes na Gov. João Carlos e Dr. Justa Araújo. A previsão é de que a sinalização seja concluída até o final deste mês.

Segundo o Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP Brasil), Fortaleza é a capital brasileira onde as pessoas vivem mais próximas à infraestrutura cicloviária, com 49% dos habitantes morando a menos de 300 metros de alguma ciclovia, ciclofaixa, ciclorrota ou passeio compartilhado.

Com essa implantação, a Cidade passa a ter uma rede cicloviária total de 385,0 km, um aumento de de 466% em relação ao que havia em 2013. Somente no primeiro semestre deste ano, foram implantados 34,8 km em cerca de 30 vias em diferentes bairros da cidade.

De acordo com a legislação de trânsito, estacionar o veículo em ciclofaixas ou ciclovias é infração de natureza grave, cinco pontos na carteira e multa no valor de R$ 195,23. Já transitar nestes locais se configura como infração gravíssima, sete pontos no prontuário e multa de R$ 880,41.

Prefeitura implanta nova ciclofaixa na Rua Cônego Lima Sucupira para otimizar deslocamento de ciclistas

Com essa implantação, a Cidade passa a ter uma rede cicloviária total de 385 km

a imagem mostra a sinalização de uma ciclofaixa, que consiste em linhas retas brancas e vermelhas, demarcando o espaço na lateral da rua e do desenho branco de uma bicicleta
Somente no primeiro semestre deste ano, foram implantados 34,8 km em cerca de 30 vias em diferentes bairros da cidade

A Prefeitura de Fortaleza segue ampliando espaços seguros para a circulação de ciclistas na cidade. Desta vez, os bairros Serrinha, Itaoca e Parangaba estão recebendo a implantação de ciclofaixa na Rua Cônego Lima Sucupira.

Com 1,0 km de extensão, a ciclofaixa está situada no lado esquerdo da via e se interliga com a ciclovia da Rua Germano Franck e com as infraestruturas existentes na Gov. João Carlos e Dr. Justa Araújo. A previsão é de que a sinalização seja concluída até o final deste mês.

Segundo o Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP Brasil), Fortaleza é a capital brasileira onde as pessoas vivem mais próximas à infraestrutura cicloviária, com 49% dos habitantes morando a menos de 300 metros de alguma ciclovia, ciclofaixa, ciclorrota ou passeio compartilhado.

Com essa implantação, a Cidade passa a ter uma rede cicloviária total de 385,0 km, um aumento de de 466% em relação ao que havia em 2013. Somente no primeiro semestre deste ano, foram implantados 34,8 km em cerca de 30 vias em diferentes bairros da cidade.

De acordo com a legislação de trânsito, estacionar o veículo em ciclofaixas ou ciclovias é infração de natureza grave, cinco pontos na carteira e multa no valor de R$ 195,23. Já transitar nestes locais se configura como infração gravíssima, sete pontos no prontuário e multa de R$ 880,41.