20 de maio de 2022 em Controladoria e Ouvidoria

Seminário aborda a importância da participação social e o desenvolvimento de novas tecnologias em Fortaleza

A atividade apresenta novas estratégias para o fortalecimento de um governo aberto


Seminário
O seminário reuniu cerca de 60 colaboradores de 17 secretarias e órgãos da administração municipal

A Prefeitura de Fortaleza debateu novas estratégias de divulgação de informações relacionadas a temática de dados abertos. O encontro, que reuniu 17 secretárias e órgãos da administração municipal, aconteceu durante seminário de Qualificação Técnica em Dados Abertos, com cerca de 60 colaboradores, no auditório da Controladoria e Ouvidoria Geral (CGM), nesta sexta-feira (20/05). A iniciativa da CGM em parceria com a Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova) está inserida na construção de novas políticas para um governo aberto, fortalecendo o crescimento da participação social e ao desenvolvimento de novas tecnologias.

Durante o seminário, que busca capacitar e sensibilizar os servidores municipais quanto à importância para a ampliação de uma política de dados abertos em Fortaleza, foram apresentados os fluxos e as ferramentas que serão utilizados nessa nova estratégia. Para o coordenador de implementação de Dados Abertos da Citinova, Marcos Souza, essa atividade consolida o município como uma cidade inteligente. "Dados aberto é uma iniciativa de inovação, e busca fortalecer a posição de Fortaleza como uma cidade inteligente. Ao disponibilizar o acesso à informação para população, através do conjunto de dados liberados pela Prefeitura, propomos um governo aberto, efetivo e responsável", pontuou Márcio.

O presidente adjunto da Central de Licitação da Prefeitura de Fortaleza, Hamer Rios, destacou a iniciativa do seminário. "É de extrema valia o treinamento acontecido nesta manhã. A iniciativa de trazer e fornecer os dados abertos para a população de Fortaleza, observando os processos de controle, tanto interno quanto externos, agrega e enriquece a comunidade acadêmica e científica, bem como toda a sociedade", ressaltou Hamer.
 
O coordenador de transparência e integridade da CGM, Paulo Afonso, enfatizou o livre acesso a essa plataforma. "Essas informações procuram fortalecer o empreendedorismo e contribuir na elaboração de pesquisa, onde os interessados encontrarão informações disponíveis em formato aberto. Essa iniciativa, associada ao trabalho que o município vem desempenhando, contribuí para fortalecer as atividades de transparência", informou Paulo.

Participaram representantes do Gabinete do Prefeito, Gabinete do Vice-Prefeito, Secretaria de Governo (Segov), Instituto de Previdência do Município (IPM), Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), Secretaria da Segurança Cidadã (Sesec), Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), Instituto Dr. José Frota (IJF), Secretaria da Educação (SME), Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), Central de Licitação (CLFOR), Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (ACFor), Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Instituto de Pesos e Medidas (IPEM) e Secretaria de Turismo de Fortaleza (Setfor).

Seminário aborda a importância da participação social e o desenvolvimento de novas tecnologias em Fortaleza

A atividade apresenta novas estratégias para o fortalecimento de um governo aberto

Seminário
O seminário reuniu cerca de 60 colaboradores de 17 secretarias e órgãos da administração municipal

A Prefeitura de Fortaleza debateu novas estratégias de divulgação de informações relacionadas a temática de dados abertos. O encontro, que reuniu 17 secretárias e órgãos da administração municipal, aconteceu durante seminário de Qualificação Técnica em Dados Abertos, com cerca de 60 colaboradores, no auditório da Controladoria e Ouvidoria Geral (CGM), nesta sexta-feira (20/05). A iniciativa da CGM em parceria com a Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova) está inserida na construção de novas políticas para um governo aberto, fortalecendo o crescimento da participação social e ao desenvolvimento de novas tecnologias.

Durante o seminário, que busca capacitar e sensibilizar os servidores municipais quanto à importância para a ampliação de uma política de dados abertos em Fortaleza, foram apresentados os fluxos e as ferramentas que serão utilizados nessa nova estratégia. Para o coordenador de implementação de Dados Abertos da Citinova, Marcos Souza, essa atividade consolida o município como uma cidade inteligente. "Dados aberto é uma iniciativa de inovação, e busca fortalecer a posição de Fortaleza como uma cidade inteligente. Ao disponibilizar o acesso à informação para população, através do conjunto de dados liberados pela Prefeitura, propomos um governo aberto, efetivo e responsável", pontuou Márcio.

O presidente adjunto da Central de Licitação da Prefeitura de Fortaleza, Hamer Rios, destacou a iniciativa do seminário. "É de extrema valia o treinamento acontecido nesta manhã. A iniciativa de trazer e fornecer os dados abertos para a população de Fortaleza, observando os processos de controle, tanto interno quanto externos, agrega e enriquece a comunidade acadêmica e científica, bem como toda a sociedade", ressaltou Hamer.
 
O coordenador de transparência e integridade da CGM, Paulo Afonso, enfatizou o livre acesso a essa plataforma. "Essas informações procuram fortalecer o empreendedorismo e contribuir na elaboração de pesquisa, onde os interessados encontrarão informações disponíveis em formato aberto. Essa iniciativa, associada ao trabalho que o município vem desempenhando, contribuí para fortalecer as atividades de transparência", informou Paulo.

Participaram representantes do Gabinete do Prefeito, Gabinete do Vice-Prefeito, Secretaria de Governo (Segov), Instituto de Previdência do Município (IPM), Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), Secretaria da Segurança Cidadã (Sesec), Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), Instituto Dr. José Frota (IJF), Secretaria da Educação (SME), Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), Central de Licitação (CLFOR), Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (ACFor), Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Instituto de Pesos e Medidas (IPEM) e Secretaria de Turismo de Fortaleza (Setfor).