23 de fevereiro de 2022 em Cultura

Vila das Artes promove oficina audiovisual "Cinema e Trabalho", com Virgínia Pinho

Inscrições seguem até 3 de março por meio de formulário eletrônico


A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes abre inscrições para a oficina "Cinema e Trabalho", com Virgínia Pinho. A atividade é gratuita e será realizada, por meio de encontros on-line, nos dias 7 a 12 de março, das 14h às 17h. Interessados devem preencher formulário eletrônico. São ao todo 25 vagas. Inscrições seguem até dia 3 de março.

Inscrição

A oficina irá abordar múltiplas dimensões da relação do cinema com os mundos do trabalho. "A partir de uma inevitável releitura da própria história do cinema como uma arte que se confunde com o processo industrial, seja por sua reprodutibilidade técnica, seja pela complexa divisão técnica do trabalho, pensamos como essas imbricações não impediram uma certa invisibilidade do trabalho na produção cinematográfica", comenta Virgínia Pinho. "Refletir sobre esse paradoxo é buscar compreender também a natureza contraditória do trabalho em nossa sociedade", complementa a ministrante da oficina.

Além das seis aulas previstas, poderão ser alinhados encontros virtuais específicos para orientação de trabalhos. Parceria com a Cinema & Revolução, a oficina é fruto de projeto apoiado com recursos oriundos da Lei Aldir Blanc, por meio da Secretaria Municipal da Cultural de Fortaleza (Secultfor),

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, vinculado à Secultfor e gerido pelo Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre a ministrante
Virgínia Pinho é multiartista, pesquisadora e professora. Mestra em Comunicação pela Universidade Federal do Ceará (UFC), seus trabalhos transitam entre o Cinema e as Artes Visuais. Desenvolve pesquisas sobre os temas Trabalho e o Trabalhador, Imagem e Memória e a Construção do Espaço Urbano. Participou da 21ª Unifor Plástica (2021), do 72º Salão de Abril (2021) e diversas outras exposições. Em 2017, foi curadora da mostra "Harun Farocki: o trabalho com as imagens", realizada no Cinema do Dragão, e participou do Laboratório de Artes Visuais do Porto Iracema das Artes, com a pesquisa "Isolamento Compulsório". Seu filme "Miragem" (2014/2018) foi premiado no 25º Cine Ceará. Virgínia é também corroterista e codiretora do longa-metragem "A Colônia", selecionado para a 25ª Mostra de Cinema de Tiradentes. Vive e trabalha em Maracanaú (CE). Saiba mais sobre a artista.

Serviço
Oficina "Cinema e Trabalho", com Virgínia Pinho
Inscrições: até 03/03
Formulário eletrônico da inscrição
Data de realização: 07 a 12/03
Horário: das 14h às 17h
Local: Plataforma de Videoconferências Google Meet
Vagas: 25
Gratuito

Vila das Artes promove oficina audiovisual "Cinema e Trabalho", com Virgínia Pinho

Inscrições seguem até 3 de março por meio de formulário eletrônico

A Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes abre inscrições para a oficina "Cinema e Trabalho", com Virgínia Pinho. A atividade é gratuita e será realizada, por meio de encontros on-line, nos dias 7 a 12 de março, das 14h às 17h. Interessados devem preencher formulário eletrônico. São ao todo 25 vagas. Inscrições seguem até dia 3 de março.

Inscrição

A oficina irá abordar múltiplas dimensões da relação do cinema com os mundos do trabalho. "A partir de uma inevitável releitura da própria história do cinema como uma arte que se confunde com o processo industrial, seja por sua reprodutibilidade técnica, seja pela complexa divisão técnica do trabalho, pensamos como essas imbricações não impediram uma certa invisibilidade do trabalho na produção cinematográfica", comenta Virgínia Pinho. "Refletir sobre esse paradoxo é buscar compreender também a natureza contraditória do trabalho em nossa sociedade", complementa a ministrante da oficina.

Além das seis aulas previstas, poderão ser alinhados encontros virtuais específicos para orientação de trabalhos. Parceria com a Cinema & Revolução, a oficina é fruto de projeto apoiado com recursos oriundos da Lei Aldir Blanc, por meio da Secretaria Municipal da Cultural de Fortaleza (Secultfor),

A Vila das Artes é um complexo cultural da Prefeitura de Fortaleza, vinculado à Secultfor e gerido pelo Instituto Cultural Iracema (ICI).

Sobre a ministrante
Virgínia Pinho é multiartista, pesquisadora e professora. Mestra em Comunicação pela Universidade Federal do Ceará (UFC), seus trabalhos transitam entre o Cinema e as Artes Visuais. Desenvolve pesquisas sobre os temas Trabalho e o Trabalhador, Imagem e Memória e a Construção do Espaço Urbano. Participou da 21ª Unifor Plástica (2021), do 72º Salão de Abril (2021) e diversas outras exposições. Em 2017, foi curadora da mostra "Harun Farocki: o trabalho com as imagens", realizada no Cinema do Dragão, e participou do Laboratório de Artes Visuais do Porto Iracema das Artes, com a pesquisa "Isolamento Compulsório". Seu filme "Miragem" (2014/2018) foi premiado no 25º Cine Ceará. Virgínia é também corroterista e codiretora do longa-metragem "A Colônia", selecionado para a 25ª Mostra de Cinema de Tiradentes. Vive e trabalha em Maracanaú (CE). Saiba mais sobre a artista.

Serviço
Oficina "Cinema e Trabalho", com Virgínia Pinho
Inscrições: até 03/03
Formulário eletrônico da inscrição
Data de realização: 07 a 12/03
Horário: das 14h às 17h
Local: Plataforma de Videoconferências Google Meet
Vagas: 25
Gratuito