14 de julho de 2014 em Educação

Alunos da rede municipal de ensino voltam às aulas

Os estudantes terão aula até o dia 23 de dezembro, com 200 dias letivos, exigidos por lei


Para o segundo semestre letivo estão previstas atividades e projetos que deverão estimular os estudantes a frequentar a escola regularmente

Os 194 mil alunos da rede municipal de ensino retomaram as atividades escolares nesta segunda-feira (14/07).  Devido a Copa do Mundo, os estudantes usufruíram das férias no período de 11 de junho a 12 de julho e terão aula até o dia 23 de dezembro, com 200 dias letivos, exigidos por lei.

Na escola municipal Edith Braga, no bairro Aerolândia, os alunos foram recebidos com faixas de incentivo. Durante a acolhida, os professores realizaram dinâmicas temáticas para socializar os alunos. O clima foi de alegria e empolgação. “Eu me diverti muito nas férias, mas esperei ansiosamente por esse momento. Adoro estudar e estou muito feliz de estar de volta”, disse Sophia Carolina da Silva, de 10 anos.

De acordo com a coordenadora pedagógica da unidade escolar, Andrea Pimentel, nesse primeiro momento de retorno, “além da abordagem sobre a importância do aprendizado, a escola se preocupou também em conscientizar os alunos acerca das boas relações, que incluem gestos de cordialidade e humanismo”.

Para o segundo semestre letivo estão previstas atividades e projetos que deverão estimular os estudantes a frequentar a escola regularmente. Um deles é o Programa de Consolidação da Alfabetização (PCA), que une em uma turma alunos que apresentam as mesmas dificuldades. Eles contarão com um trabalho pedagógico diferenciado, a fim de que possam assimilar o conteúdo aprendido. Outro projeto importante é o de “Cultura de Paz”, através dele os estudantes do 6º ao 9º ano aprenderão a cultura da não-violência a partir da exibição de filmes com a temática da paz.

O coordenador do Ensino Fundamental, Carlos Eduardo Almeida, ressalta que as iniciativas da Secretaria Municipal da Educação (SME) contribuem para a permanência dos alunos na rede municipal. “Eles acabam se sentindo mais motivados e felizes em ir todos os dias para a escola, até mesmo aqueles que encerraram o semestre anterior com desempenho escolar aquém do esperado”, afirmou.

Alunos da rede municipal de ensino voltam às aulas

Os estudantes terão aula até o dia 23 de dezembro, com 200 dias letivos, exigidos por lei

Para o segundo semestre letivo estão previstas atividades e projetos que deverão estimular os estudantes a frequentar a escola regularmente

Os 194 mil alunos da rede municipal de ensino retomaram as atividades escolares nesta segunda-feira (14/07).  Devido a Copa do Mundo, os estudantes usufruíram das férias no período de 11 de junho a 12 de julho e terão aula até o dia 23 de dezembro, com 200 dias letivos, exigidos por lei.

Na escola municipal Edith Braga, no bairro Aerolândia, os alunos foram recebidos com faixas de incentivo. Durante a acolhida, os professores realizaram dinâmicas temáticas para socializar os alunos. O clima foi de alegria e empolgação. “Eu me diverti muito nas férias, mas esperei ansiosamente por esse momento. Adoro estudar e estou muito feliz de estar de volta”, disse Sophia Carolina da Silva, de 10 anos.

De acordo com a coordenadora pedagógica da unidade escolar, Andrea Pimentel, nesse primeiro momento de retorno, “além da abordagem sobre a importância do aprendizado, a escola se preocupou também em conscientizar os alunos acerca das boas relações, que incluem gestos de cordialidade e humanismo”.

Para o segundo semestre letivo estão previstas atividades e projetos que deverão estimular os estudantes a frequentar a escola regularmente. Um deles é o Programa de Consolidação da Alfabetização (PCA), que une em uma turma alunos que apresentam as mesmas dificuldades. Eles contarão com um trabalho pedagógico diferenciado, a fim de que possam assimilar o conteúdo aprendido. Outro projeto importante é o de “Cultura de Paz”, através dele os estudantes do 6º ao 9º ano aprenderão a cultura da não-violência a partir da exibição de filmes com a temática da paz.

O coordenador do Ensino Fundamental, Carlos Eduardo Almeida, ressalta que as iniciativas da Secretaria Municipal da Educação (SME) contribuem para a permanência dos alunos na rede municipal. “Eles acabam se sentindo mais motivados e felizes em ir todos os dias para a escola, até mesmo aqueles que encerraram o semestre anterior com desempenho escolar aquém do esperado”, afirmou.