14 de maio de 2013 em Mobilidade

AMC promove curso de motociclista batedor

O curso tem carga horária de 100 horas/aula


Ao término do curso, o corpo operacional da AMC de motociclistas batedores poderá ser de 46, caso todos sejam aprovados (Foto: Kaio Machado)

Em decorrência da realização dos eventos esportivos que serão sediados em Fortaleza – Copa das Confederações e do Mundo, a Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC) está capacitando 12 agentes para o Curso de Formação de Motociclista Batedor. O objetivo desta capacitação, que foi iniciada nesta segunda-feira (13), é qualificar o efetivo operacional para atuação em diversas modalidades de escoltas.

Segundo o presidente da AMC, Vítor Ciasca, poucos órgão municipais oferecem este nível de especialização. "Temos nos preocupado em investir na qualificação dos agentes de trânsito, principalmente numa atividade como essa, de risco, que exige a atuação de profissionais bem treinados, capazes de tomar decisões rápidas em situações de grande pressão", explica.

Ministrado pelos próprios agentes já especializados, o curso tem carga horária de 100 horas/aula e é eminentemente prático. Inicialmente, os alunos recebem um treinamento teórico sobre a doutrina do batedor e, posteriormente, realizam exercícios em um circuito fechado que visam desenvolver a perícia dos condutores com técnicas de direção defensiva. Na última fase, haverá simulação de escolta e, ao final, será feito um exercício de avaliação que verificará se o motociclista está apto para exercer a função.

Após a qualificação, prevista para terminar no dia 25 de maio, outra turma com mais 12 agentes será capacitada. Ao término do curso, o corpo operacional da AMC especializado nessa atividade poderá ser de 46 motociclistas batedores, caso todos sejam aprovados.

AMC promove curso de motociclista batedor

O curso tem carga horária de 100 horas/aula

Ao término do curso, o corpo operacional da AMC de motociclistas batedores poderá ser de 46, caso todos sejam aprovados (Foto: Kaio Machado)

Em decorrência da realização dos eventos esportivos que serão sediados em Fortaleza – Copa das Confederações e do Mundo, a Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC) está capacitando 12 agentes para o Curso de Formação de Motociclista Batedor. O objetivo desta capacitação, que foi iniciada nesta segunda-feira (13), é qualificar o efetivo operacional para atuação em diversas modalidades de escoltas.

Segundo o presidente da AMC, Vítor Ciasca, poucos órgão municipais oferecem este nível de especialização. "Temos nos preocupado em investir na qualificação dos agentes de trânsito, principalmente numa atividade como essa, de risco, que exige a atuação de profissionais bem treinados, capazes de tomar decisões rápidas em situações de grande pressão", explica.

Ministrado pelos próprios agentes já especializados, o curso tem carga horária de 100 horas/aula e é eminentemente prático. Inicialmente, os alunos recebem um treinamento teórico sobre a doutrina do batedor e, posteriormente, realizam exercícios em um circuito fechado que visam desenvolver a perícia dos condutores com técnicas de direção defensiva. Na última fase, haverá simulação de escolta e, ao final, será feito um exercício de avaliação que verificará se o motociclista está apto para exercer a função.

Após a qualificação, prevista para terminar no dia 25 de maio, outra turma com mais 12 agentes será capacitada. Ao término do curso, o corpo operacional da AMC especializado nessa atividade poderá ser de 46 motociclistas batedores, caso todos sejam aprovados.