19 de dezembro de 2018 em Fortaleza

Apresentações culturais marcam ação no Grande Mucuripe pela cultura de paz

As apresentações culturais aconteceram na Praça do Mirante, no bairro Vicente Pinzon


açãopraçadomirante
A apresentação de fantoche dialogou de forma séria, mas descontraída sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)

Prevenir a violência e fortalecer o protagonismo juvenil no Grande Mucuripe promovendo cultura de paz na comunidade. Foi com essa finalidade e por meio de apresentações culturais que a Prefeitura de Fortaleza promoveu mais uma edição do evento cultural “Cantos da Paz”, que ocorreu na manhã desta quarta-feira (19/11), na Praça do Mirante, situada no bairro Vicente Pinzon.  A atividade foi realizada por intermédio da Comissão do Comitê intersetorial da Rede de Cuidados da Regional II, da Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogas), da Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci - Programa Rede Aquarela) e da Organização Não-Governamental Instituto Terre des hommes Brasil (Tdh).

A programação contou com a apresentação de rimas, flauta, fantoche e ballet. Além das apresentações culturais, aconteceu uma roda de conversa com os pais/responsáveis dos jovens e adolescentes da comunidade e representantes das instituições e organizações que compõem a Rede de Proteção de crianças e adolescentes do Grande Mucuripe, sobre o tema “Projeto de vida”.

A apresentação de fantoche dialogou de forma séria, mas descontraída sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Segundo a pedagoga Cícera Ferreira com o intuito de fazer as crianças e os adolescentes compreender que eles tem direitos e não devem ser violados. A equipe responsável pela exposição é formada por profissionais do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) Mucuripe e Luciano Cavalcante.

Para Aline Silva, 30 anos, residente do bairro Vicente Pinzon e mãe da Laila, atuante no ballet da associação Amigos em Missão (AMI), ações como essa, que busca valorizar o jovem é importante para o crescimento e aprendizado mental deles. “Isso ajuda a distancia-los do crime e das drogas”, enfatizou. Ela ainda participou da roda de conversa sobre projetos de vida e compartilhou seu sonho de cursar Comunicação Social.

O evento cultural contou com a colaboração da associação Amigos em Missão (AMI), do Centro de Referência Especializado de Assistência Social do Mucuripe (CREAS Mucuripe), da Secretaria Executiva Regional II, do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf/Secretaria Regional II) e da Unidade de Segurança Integrada 1 (Uniseg 1) da Polícia Militar do Ceará. A atividade tem o cofinanciamento da Kindernothilfe (KNH).

Saiba Mais
O “Cantos de Paz” tem o objetivo de integrar as instituições governamentais, as organizações de sociedade civil e a comunidade em atividades culturais e recreativas em prol da construção de uma cultura de paz, indo na contramão da violência que tem atingido, principalmente, adolescentes e jovens, em todo País.

Apresentações culturais marcam ação no Grande Mucuripe pela cultura de paz

As apresentações culturais aconteceram na Praça do Mirante, no bairro Vicente Pinzon

açãopraçadomirante
A apresentação de fantoche dialogou de forma séria, mas descontraída sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)

Prevenir a violência e fortalecer o protagonismo juvenil no Grande Mucuripe promovendo cultura de paz na comunidade. Foi com essa finalidade e por meio de apresentações culturais que a Prefeitura de Fortaleza promoveu mais uma edição do evento cultural “Cantos da Paz”, que ocorreu na manhã desta quarta-feira (19/11), na Praça do Mirante, situada no bairro Vicente Pinzon.  A atividade foi realizada por intermédio da Comissão do Comitê intersetorial da Rede de Cuidados da Regional II, da Coordenadoria Especial de Políticas sobre Drogas (CPDrogas), da Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci - Programa Rede Aquarela) e da Organização Não-Governamental Instituto Terre des hommes Brasil (Tdh).

A programação contou com a apresentação de rimas, flauta, fantoche e ballet. Além das apresentações culturais, aconteceu uma roda de conversa com os pais/responsáveis dos jovens e adolescentes da comunidade e representantes das instituições e organizações que compõem a Rede de Proteção de crianças e adolescentes do Grande Mucuripe, sobre o tema “Projeto de vida”.

A apresentação de fantoche dialogou de forma séria, mas descontraída sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Segundo a pedagoga Cícera Ferreira com o intuito de fazer as crianças e os adolescentes compreender que eles tem direitos e não devem ser violados. A equipe responsável pela exposição é formada por profissionais do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) Mucuripe e Luciano Cavalcante.

Para Aline Silva, 30 anos, residente do bairro Vicente Pinzon e mãe da Laila, atuante no ballet da associação Amigos em Missão (AMI), ações como essa, que busca valorizar o jovem é importante para o crescimento e aprendizado mental deles. “Isso ajuda a distancia-los do crime e das drogas”, enfatizou. Ela ainda participou da roda de conversa sobre projetos de vida e compartilhou seu sonho de cursar Comunicação Social.

O evento cultural contou com a colaboração da associação Amigos em Missão (AMI), do Centro de Referência Especializado de Assistência Social do Mucuripe (CREAS Mucuripe), da Secretaria Executiva Regional II, do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf/Secretaria Regional II) e da Unidade de Segurança Integrada 1 (Uniseg 1) da Polícia Militar do Ceará. A atividade tem o cofinanciamento da Kindernothilfe (KNH).

Saiba Mais
O “Cantos de Paz” tem o objetivo de integrar as instituições governamentais, as organizações de sociedade civil e a comunidade em atividades culturais e recreativas em prol da construção de uma cultura de paz, indo na contramão da violência que tem atingido, principalmente, adolescentes e jovens, em todo País.