27 de novembro de 2017 em Economia

Fortaleza conquista maior avanço na avaliação do Índice de Cidades Empreendedoras em 2017

O estudo, que analisou sete quesitos distintos, atribuiu à capital cearense destaque no tocante à desburocratização de processos municipais


prefeito roberto cláudio
Dentre os esforços desprendidos pela Prefeitura, destacam-se o Programa Fortaleza On-line e o Fortaleza Competitiva
A cidade de Fortaleza conquistou, em 2017, o maior avanço entre as 32 cidades avaliadas pela pesquisa Índice de Cidades Empreendedoras (ICE), promovida pela ONG Endeavor, que estimula diretrizes de incentivo ao empreendedorismo.

Dentre os municípios participantes da avaliação, estão os que concentram maior número de empresas em processo acelerado de crescimento por, pelo menos, três anos consecutivos. O estudo, que analisou sete quesitos distintos, atribuiu à capital cearense destaque no tocante à desburocratização de processos municipais.

No item Ambiente Regulatório, que analisa procedimentos tributários, Fortaleza saltou da 29ª posição, em 2015, para a 2ª posição, em 2017, destacando a redução do tempo necessário para a resolução de protocolos entre empresas e poder público. O prazo estimado para a abertura de um negócio na Capital Cearense, segundo a pesquisa, caiu, em um ano, de 187 dias para uma média de 43.

Dentre os esforços desprendidos pela Prefeitura, destaca-se a criação da plataforma Fortaleza Online. A ferramenta visa minimizar processos burocráticos inerentes à abertura de empresas, possibilitando a realização de licenciamentos e a emissão de alvarás via internet. “A inclusão social é um dos desafios de quem está à frente de uma gestão. Em Fortaleza, o desafio real tem sido a burocracia que afasta o cidadão da legalidade. O Fortaleza Online, projeto inovador e pioneiro em todo o Brasil pretende, muito mais que desburocratizar, aproximar-se do cidadão e promover uma cidade justa, inclusiva, produtiva, empreendedora e sustentável”, declarou a titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), Águeda Muniz.

Segundo o prefeito Roberto Claudio, “a gestão precisa estar próxima do cidadão em qualquer hora e em qualquer lugar. Queremos tornar a nossa Fortaleza a cidade mais desburocratizada do País. Por meio do Programa Fortaleza Online, o cidadão já obtém os 12 principais serviços de licenciamento da Prefeitura de forma imediata ou em até 48 horas, tempo necessário apenas para a compensação bancária”, esclareceu.

Nesse sentido, Fortaleza passa a ocupar a 24ª posição no ICE geral, ascendendo cinco posições desde a última avaliação, que também classifica cidades no âmbito infraestrutural, mercadológico, financiador, inovador, capitalizador e empreendedor.

O programa Fortaleza Competitiva, aliado a um conjunto de capacitações e promoções ao empreendedorismo sustentável, contribui para posicionamento da Capital em cenário nacional. O titular da Secretaria do Desenvolvimento Econômico (SDE), Mosiah Torgan, atribuiu a conquista ao conjunto de ações protagonizadas pela Prefeitura em parceria com o setor privado e com universidades. “Essa sinergia gera maiores possibilidades para a Cidade. Todas as ações coordenadas pelo Fortaleza Competitiva vão facilitar ainda mais para que a capital cearense permaneça dentre as melhores cidades para se empreender no País. Isso traz impacto direto à economia e à quantidade de trabalhos. Sempre lembrando que o foco em Fortaleza é no desenvolvimento da área tecnológica. Afinal, é uma das tendências da Capital. Precisamos nos reinventar e incluir, cada vez mais, o setor privado nesse novo nicho”, concluiu Torgan.

Os avanços estimulados pela Prefeitura no tocante ao empreendedorismo foram destaque em publicação da Época, do grupo Globo. Segundo a reportagem, Fortaleza dispara na pesquisa das cidades que mais facilitam os negócios. Confira aqui a íntegra da matéria.

Fortaleza conquista maior avanço na avaliação do Índice de Cidades Empreendedoras em 2017

O estudo, que analisou sete quesitos distintos, atribuiu à capital cearense destaque no tocante à desburocratização de processos municipais

prefeito roberto cláudio
Dentre os esforços desprendidos pela Prefeitura, destacam-se o Programa Fortaleza On-line e o Fortaleza Competitiva
A cidade de Fortaleza conquistou, em 2017, o maior avanço entre as 32 cidades avaliadas pela pesquisa Índice de Cidades Empreendedoras (ICE), promovida pela ONG Endeavor, que estimula diretrizes de incentivo ao empreendedorismo.

Dentre os municípios participantes da avaliação, estão os que concentram maior número de empresas em processo acelerado de crescimento por, pelo menos, três anos consecutivos. O estudo, que analisou sete quesitos distintos, atribuiu à capital cearense destaque no tocante à desburocratização de processos municipais.

No item Ambiente Regulatório, que analisa procedimentos tributários, Fortaleza saltou da 29ª posição, em 2015, para a 2ª posição, em 2017, destacando a redução do tempo necessário para a resolução de protocolos entre empresas e poder público. O prazo estimado para a abertura de um negócio na Capital Cearense, segundo a pesquisa, caiu, em um ano, de 187 dias para uma média de 43.

Dentre os esforços desprendidos pela Prefeitura, destaca-se a criação da plataforma Fortaleza Online. A ferramenta visa minimizar processos burocráticos inerentes à abertura de empresas, possibilitando a realização de licenciamentos e a emissão de alvarás via internet. “A inclusão social é um dos desafios de quem está à frente de uma gestão. Em Fortaleza, o desafio real tem sido a burocracia que afasta o cidadão da legalidade. O Fortaleza Online, projeto inovador e pioneiro em todo o Brasil pretende, muito mais que desburocratizar, aproximar-se do cidadão e promover uma cidade justa, inclusiva, produtiva, empreendedora e sustentável”, declarou a titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), Águeda Muniz.

Segundo o prefeito Roberto Claudio, “a gestão precisa estar próxima do cidadão em qualquer hora e em qualquer lugar. Queremos tornar a nossa Fortaleza a cidade mais desburocratizada do País. Por meio do Programa Fortaleza Online, o cidadão já obtém os 12 principais serviços de licenciamento da Prefeitura de forma imediata ou em até 48 horas, tempo necessário apenas para a compensação bancária”, esclareceu.

Nesse sentido, Fortaleza passa a ocupar a 24ª posição no ICE geral, ascendendo cinco posições desde a última avaliação, que também classifica cidades no âmbito infraestrutural, mercadológico, financiador, inovador, capitalizador e empreendedor.

O programa Fortaleza Competitiva, aliado a um conjunto de capacitações e promoções ao empreendedorismo sustentável, contribui para posicionamento da Capital em cenário nacional. O titular da Secretaria do Desenvolvimento Econômico (SDE), Mosiah Torgan, atribuiu a conquista ao conjunto de ações protagonizadas pela Prefeitura em parceria com o setor privado e com universidades. “Essa sinergia gera maiores possibilidades para a Cidade. Todas as ações coordenadas pelo Fortaleza Competitiva vão facilitar ainda mais para que a capital cearense permaneça dentre as melhores cidades para se empreender no País. Isso traz impacto direto à economia e à quantidade de trabalhos. Sempre lembrando que o foco em Fortaleza é no desenvolvimento da área tecnológica. Afinal, é uma das tendências da Capital. Precisamos nos reinventar e incluir, cada vez mais, o setor privado nesse novo nicho”, concluiu Torgan.

Os avanços estimulados pela Prefeitura no tocante ao empreendedorismo foram destaque em publicação da Época, do grupo Globo. Segundo a reportagem, Fortaleza dispara na pesquisa das cidades que mais facilitam os negócios. Confira aqui a íntegra da matéria.