28 de junho de 2013 em Cultura

Mostras dos cineclubes é destaque na programação de julho da Vila das Artes


Prédio da Vila das Artes abrigará a Oficina de Captação e Edição em Audiovisual

Em julho, a Vila das Artes, equipamento da Prefeitura Municipal de Fortaleza, vinculado à Secretaria de Cultura, realiza oficina de captação e edição e traz mostras dos cineclubes em sua programação.


OFICINA

No período de 1º a 19 de julho, das 14h às 18h acontece a oficina de Captação e Edição em Audiovisual. A finalidade é trazer noções de operação de câmera e edição. Durante a oficina, os participantes gravarão um curta que será exibido no encerramento. Podem participar qualquer pessoa que tenha interesse no assunto. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 85 3105.1404.


CINECLUBES

As terças-feiras são dedicadas ao Cineclube CCBNB, sempre às 17h. Este mês, acontece a mostra Policial Noir, trazendo películas filmadas em preto-e-branco e em alto contraste, com raízes na cinematografia do expressionismo alemão, características dos filmes do gênero.

Dando continuidade à mostra Sganzerla - cinema SIM, marginal NÃO, o Cineclube Vila das Artes exibe filmes do cineasta brasileiro Rogério Sganzerla, às quartas-feiras, às 18h30. O título faz referência direta à postura de Sganzerla em ser considerado como representante do dito “Cinema Marginal”, rótulo que tanto renegava. Este mês, a mostra traz filmes que falam da trajetória do cineasta.

O Coletivo Provocações, responsável pelo Cine DesBunde apresenta o filme “Apenas o Fim”, no dia 4 de julho (quinta-feira), às 18h, dirigido e roteirizado por Matheus Souza. O Filme traz no elenco Gregório Duvivier e Erika Mader, fazendo o papel de sua namorada que resolve fugir de casa. Antes, os dois decidem passar as últimas horas antes da partida da moça juntos.

Em julho, os filmes conhecidos como trash dão a tônica do Cineclube 24 Quadros, com a mostra O Bom do Ruim: Trash Movies, toda sexta-feira, às 18h30. A mostra presta homenagem aos filmes do gênero, que em seus primórdios eram associados a produções de baixo orçamento, geralmente de terror e a uma estética fake exacerbada.

Programação Cineclubes

- Cineclube CCBNB, terça-feira, às 17h. Mostra Policial Noir

Dia 02, Chinatown, de Roman Polanski; Dia 09, Operação França, de William Friedkin, Dia 23, O Grande Golpe, de Stanley Kubrick; Dia 16, A Marca da Maldade, de Orson Welles; Dia 30, Vertigo – Um Corpo que Cai, de Alfred Hitchcock.

 

- Cineclube Vila das Artes, quarta-feira, às 18h30. Sganzerla - cinema SIM, marginal NÃO

Dia 03, “Luz nas Trevas - A volta do Bandido da Luz Vermelha” (2010) – de Helena Ignez e Ícaro Martins – 83 min – 14 anos; Dia 10, “Elogio da Luz” (2003) de Joel Pizzini e Paloma Rocha, 54 min – Livre; Dia 17/07 – BELAIR. (2009) (de Noa Bressane e Bruno Safadi, Documentário – 80min – Livre;  Dia 24, Curtas: “A Reinvenção da Rua” (de Helena Ignez, Documentário, 27 minutos, Montagem Rogério Sganzerla. Livre /“A Miss e o Dinossauro - Bastidores da Belair “ (2005.) de Helena Ignez, Documentário – 17 minutos – 16 anos; Dia 31, “Horror Palace Hotel” (1978), de Jairo Ferreira - Codireção e montagem: Rogério Sganzerla, Documentário – 50 min – Livre.


- CineDesbunde, quinta-feira, às 18h

Dia 04, Apenas o Fim, direção e Roteiro: Matheus Souza - 2008 - 80 min

- Cineclube 24 Quadros, Sexta-feira, às 18h30. Mostra O Bom do Ruim: Trash Movies

Dia 05, Plano 9 do Espaço Sideral, de Ed Wood; Dia 12, O ataque dos Tomates Assassinos, de John de Bello; Dia 19, A Febre do Ouro, de Paul Bartel; Dia 26,  Náusea Total, de Peter Jackson.

Mostras dos cineclubes é destaque na programação de julho da Vila das Artes

Prédio da Vila das Artes abrigará a Oficina de Captação e Edição em Audiovisual

Em julho, a Vila das Artes, equipamento da Prefeitura Municipal de Fortaleza, vinculado à Secretaria de Cultura, realiza oficina de captação e edição e traz mostras dos cineclubes em sua programação.


OFICINA

No período de 1º a 19 de julho, das 14h às 18h acontece a oficina de Captação e Edição em Audiovisual. A finalidade é trazer noções de operação de câmera e edição. Durante a oficina, os participantes gravarão um curta que será exibido no encerramento. Podem participar qualquer pessoa que tenha interesse no assunto. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 85 3105.1404.


CINECLUBES

As terças-feiras são dedicadas ao Cineclube CCBNB, sempre às 17h. Este mês, acontece a mostra Policial Noir, trazendo películas filmadas em preto-e-branco e em alto contraste, com raízes na cinematografia do expressionismo alemão, características dos filmes do gênero.

Dando continuidade à mostra Sganzerla - cinema SIM, marginal NÃO, o Cineclube Vila das Artes exibe filmes do cineasta brasileiro Rogério Sganzerla, às quartas-feiras, às 18h30. O título faz referência direta à postura de Sganzerla em ser considerado como representante do dito “Cinema Marginal”, rótulo que tanto renegava. Este mês, a mostra traz filmes que falam da trajetória do cineasta.

O Coletivo Provocações, responsável pelo Cine DesBunde apresenta o filme “Apenas o Fim”, no dia 4 de julho (quinta-feira), às 18h, dirigido e roteirizado por Matheus Souza. O Filme traz no elenco Gregório Duvivier e Erika Mader, fazendo o papel de sua namorada que resolve fugir de casa. Antes, os dois decidem passar as últimas horas antes da partida da moça juntos.

Em julho, os filmes conhecidos como trash dão a tônica do Cineclube 24 Quadros, com a mostra O Bom do Ruim: Trash Movies, toda sexta-feira, às 18h30. A mostra presta homenagem aos filmes do gênero, que em seus primórdios eram associados a produções de baixo orçamento, geralmente de terror e a uma estética fake exacerbada.

Programação Cineclubes

- Cineclube CCBNB, terça-feira, às 17h. Mostra Policial Noir

Dia 02, Chinatown, de Roman Polanski; Dia 09, Operação França, de William Friedkin, Dia 23, O Grande Golpe, de Stanley Kubrick; Dia 16, A Marca da Maldade, de Orson Welles; Dia 30, Vertigo – Um Corpo que Cai, de Alfred Hitchcock.

 

- Cineclube Vila das Artes, quarta-feira, às 18h30. Sganzerla - cinema SIM, marginal NÃO

Dia 03, “Luz nas Trevas - A volta do Bandido da Luz Vermelha” (2010) – de Helena Ignez e Ícaro Martins – 83 min – 14 anos; Dia 10, “Elogio da Luz” (2003) de Joel Pizzini e Paloma Rocha, 54 min – Livre; Dia 17/07 – BELAIR. (2009) (de Noa Bressane e Bruno Safadi, Documentário – 80min – Livre;  Dia 24, Curtas: “A Reinvenção da Rua” (de Helena Ignez, Documentário, 27 minutos, Montagem Rogério Sganzerla. Livre /“A Miss e o Dinossauro - Bastidores da Belair “ (2005.) de Helena Ignez, Documentário – 17 minutos – 16 anos; Dia 31, “Horror Palace Hotel” (1978), de Jairo Ferreira - Codireção e montagem: Rogério Sganzerla, Documentário – 50 min – Livre.


- CineDesbunde, quinta-feira, às 18h

Dia 04, Apenas o Fim, direção e Roteiro: Matheus Souza - 2008 - 80 min

- Cineclube 24 Quadros, Sexta-feira, às 18h30. Mostra O Bom do Ruim: Trash Movies

Dia 05, Plano 9 do Espaço Sideral, de Ed Wood; Dia 12, O ataque dos Tomates Assassinos, de John de Bello; Dia 19, A Febre do Ouro, de Paul Bartel; Dia 26,  Náusea Total, de Peter Jackson.