24 de janeiro de 2019 em Saúde

Prefeitura intensifica ações educativas contra o Aedes aegypti

Nesta sexta-feira (25/01), o trabalho acontece nas barracas da Praia do Futuro, às 10 horas, e "Feirinha da Beira Mar", às 15 horas.


Exposição do ciclo do mosquito Aedes
Em 2018 foram realizadas 37 mil e 500 abordagens educativas, atingindo mais de meio milhão de pessoas.

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Célula de Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), tem promovido ações educativas de combate ao Aedes aegypti em diversos bairros da capital. Nesta sexta-feira (25/01) o trabalho acontece nas barracas da Praia do Futuro, às 10 horas, e "Feirinha da Beira Mar", às 15 horas. A programação acontece desde o início da semana e já realizou atividades nas seis Regionais, envolvendo a população dos bairros como Vila Velha, Jacarecanga, Vicente Pinzón, Papicu, Praia do Futuro, Meireles, Quintino Cunha, Antônio Bezerra, Henrique Jorge, Montese, Democrito Rocha, Mondubim e Messejana. 

Durante a programação, os educadores do Núcleo de Educação em Saúde e Mobilização Social (Nesms) da SMS promovem blitz educativas em avenidas, exposição do ciclo biológico do vetor, afixação de cartazes em pontos estratégicos dos bairros visitados, distribuição e panfletagem de material informativo sobre dengue, zika vírus e chikungunya, além do incentivo de formação de brigadas em estabelecimentos públicos e privados.

Para a coordenadora do Nesms, Cilene Chaves, o período de férias acaba sendo uma oportunidade de conscientizar a população e os turistas sobre os cuidados com o mosquito. “Nesse período, intensificamos ações em praças, centros comerciais e pontos turísticos da capital com o objetivo de alertar a população para os possíveis criadouros do mosquito. A cada 10 focos encontrados, oito estão localizados nas residências. A participação da população é muito importante nesse momento”, reforçou.

No ano passado, os esforços promovidos pelo Comitê Intersetorial Municipal de Enfrentamento das Arboviroses conseguiu reduzir em 97,7% o número de casos de arboviroses. Foram realizadas 2.233.089 visitas domiciliares para controle focal, que possibilitaram eliminação de 36 mil focos do vetor, inspeção em 29.869 pontos estratégicos, 789 ações de fiscalização sanitária em parceria com a AGEFIS, 6.142 inspeções em imóveis de grande fluxo e 2.155 visitas por demanda da população. Entre as abordagens educativas, foram registradas 37.494 operações atingindo diretamente 583.572 pessoas.

Serviço
Ações educativas contra o Aedes Aegypti
Data: sexta-feira (25/01)
Hora: a partir de 10h
Local: Barracas da Praia do Futuro (Av. Clóvis Arrais Maia, 4930 - Praia do Futuro / Concentração na Barraca do Chico do Caranguejo)

Prefeitura intensifica ações educativas contra o Aedes aegypti

Nesta sexta-feira (25/01), o trabalho acontece nas barracas da Praia do Futuro, às 10 horas, e "Feirinha da Beira Mar", às 15 horas.

Exposição do ciclo do mosquito Aedes
Em 2018 foram realizadas 37 mil e 500 abordagens educativas, atingindo mais de meio milhão de pessoas.

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Célula de Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), tem promovido ações educativas de combate ao Aedes aegypti em diversos bairros da capital. Nesta sexta-feira (25/01) o trabalho acontece nas barracas da Praia do Futuro, às 10 horas, e "Feirinha da Beira Mar", às 15 horas. A programação acontece desde o início da semana e já realizou atividades nas seis Regionais, envolvendo a população dos bairros como Vila Velha, Jacarecanga, Vicente Pinzón, Papicu, Praia do Futuro, Meireles, Quintino Cunha, Antônio Bezerra, Henrique Jorge, Montese, Democrito Rocha, Mondubim e Messejana. 

Durante a programação, os educadores do Núcleo de Educação em Saúde e Mobilização Social (Nesms) da SMS promovem blitz educativas em avenidas, exposição do ciclo biológico do vetor, afixação de cartazes em pontos estratégicos dos bairros visitados, distribuição e panfletagem de material informativo sobre dengue, zika vírus e chikungunya, além do incentivo de formação de brigadas em estabelecimentos públicos e privados.

Para a coordenadora do Nesms, Cilene Chaves, o período de férias acaba sendo uma oportunidade de conscientizar a população e os turistas sobre os cuidados com o mosquito. “Nesse período, intensificamos ações em praças, centros comerciais e pontos turísticos da capital com o objetivo de alertar a população para os possíveis criadouros do mosquito. A cada 10 focos encontrados, oito estão localizados nas residências. A participação da população é muito importante nesse momento”, reforçou.

No ano passado, os esforços promovidos pelo Comitê Intersetorial Municipal de Enfrentamento das Arboviroses conseguiu reduzir em 97,7% o número de casos de arboviroses. Foram realizadas 2.233.089 visitas domiciliares para controle focal, que possibilitaram eliminação de 36 mil focos do vetor, inspeção em 29.869 pontos estratégicos, 789 ações de fiscalização sanitária em parceria com a AGEFIS, 6.142 inspeções em imóveis de grande fluxo e 2.155 visitas por demanda da população. Entre as abordagens educativas, foram registradas 37.494 operações atingindo diretamente 583.572 pessoas.

Serviço
Ações educativas contra o Aedes Aegypti
Data: sexta-feira (25/01)
Hora: a partir de 10h
Local: Barracas da Praia do Futuro (Av. Clóvis Arrais Maia, 4930 - Praia do Futuro / Concentração na Barraca do Chico do Caranguejo)