16 de fevereiro de 2022 em Saúde

Prefeitura realiza Operação Inverno 2022 no Conjunto Ceará para combater propagação do Aedes aegypti

Ação ocorre nesta quinta-feira (17/02). Também serão visitados os bairros Quintino Cunha (Regional 3) e Paupina (Regional 6)


agentes de endemias inspecionam uma caixa d´água
Nas visitas, os profissionais vão orientar sobre a vedação correta das caixas d’águas, os cuidados com possíveis criadouros e a importância do descarte correto dos itens de grande porte (Foto: Marcos Moura)

A Prefeitura de Fortaleza realiza, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), mais uma ação da Operação Inverno nesta quinta-feira (17/02) no Conjunto Ceará (Regional 11), das 8h às 13h. Além disso, os bairros Quintino Cunha (Regional 3) e Paupina (Regional 6) também serão visitados pelos profissionais da SMS.

No Conjunto Ceará, cerca de 110 profissionais estarão atuando, intensificando as ações educativas e de combate ao mosquito e roedores, bem como orientando a população sobre a necessidade de manter a atenção para eliminação de possíveis focos do mosquito.

O bairro tem apresentado alto índice de infestação do mosquito Aedes aegypti, conforme levantamento realizado em janeiro deste ano pela Célula de Vigilância Ambiental e Riscos Biológicos da SMS. De acordo com coordenador de Vigilância em Saúde, Nélio Moraes, a maior parte dos criadouros estão localizados em descartáveis acumulados nos quintais e em pequenos recipientes que acumulam com a água das chuvas.

“Uma parcela deste trabalho de mobilização, prevenção e controle é de responsabilidade do setor público, que tem atuado diariamente na eliminação dos focos, larvas e mosquitos. Porém, a prevenção também deve ser feita pela população, pois cerca de 80% dos criadouros estão dentro dos imóveis. Além de abrir as portas para os agentes de combate a endemias fazerem o trabalho, existem medidas simples feitas nas casas pelos moradores para eliminar os focos de água parada que são eficazes, contribuindo, de forma decisiva, para combater o mosquito, para, assim, evitar a dengue, zika e Chikungunya”, reforça o coordenador.

Mutirões

Além do Conjunto Ceará, também haverá intensificação das ações no Quintinho Cunha e Paupina.

Na Paupina, estão previstas aproximadamente 500 visitas, entre imóveis residenciais e comerciais. Na ocasião, também será realizada a Operação Quintal Limpo, na qual os agentes irão distribuir sacos plásticos vazios para recolhimento de materiais inservíveis e, no dia seguinte, o lixo acumulado pela população será recolhido pelo caminhão de coleta da Regional.

Nas visitas, os profissionais vão orientar sobre a vedação correta das caixas d’águas, os cuidados com possíveis criadouros e a importância do descarte correto dos itens de grande porte, a exemplo de móveis, sofás, colchões velhos, pneus, entre outras ações que podem prevenir a proliferação do mosquito.

Já na sexta-feira (18/02), a ação acontece no bairro Montese (Regional 4), com visitas educativas e de tratamento focal.

Operação Inverno

Na Operação Inverno, além dos mutirões, diversas outras ações são intensificadas, como as visitas domiciliares pelos Agentes de Endemias, inspeções em locais estratégicos e de grande fluxo de pessoas, além de levantamentos epidemiológicos. Cerca de 50 bairros serão contemplados até o fim de fevereiro, com visita a mais de 490 mil imóveis.



Prefeitura realiza Operação Inverno 2022 no Conjunto Ceará para combater propagação do Aedes aegypti

Ação ocorre nesta quinta-feira (17/02). Também serão visitados os bairros Quintino Cunha (Regional 3) e Paupina (Regional 6)

agentes de endemias inspecionam uma caixa d´água
Nas visitas, os profissionais vão orientar sobre a vedação correta das caixas d’águas, os cuidados com possíveis criadouros e a importância do descarte correto dos itens de grande porte (Foto: Marcos Moura)

A Prefeitura de Fortaleza realiza, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), mais uma ação da Operação Inverno nesta quinta-feira (17/02) no Conjunto Ceará (Regional 11), das 8h às 13h. Além disso, os bairros Quintino Cunha (Regional 3) e Paupina (Regional 6) também serão visitados pelos profissionais da SMS.

No Conjunto Ceará, cerca de 110 profissionais estarão atuando, intensificando as ações educativas e de combate ao mosquito e roedores, bem como orientando a população sobre a necessidade de manter a atenção para eliminação de possíveis focos do mosquito.

O bairro tem apresentado alto índice de infestação do mosquito Aedes aegypti, conforme levantamento realizado em janeiro deste ano pela Célula de Vigilância Ambiental e Riscos Biológicos da SMS. De acordo com coordenador de Vigilância em Saúde, Nélio Moraes, a maior parte dos criadouros estão localizados em descartáveis acumulados nos quintais e em pequenos recipientes que acumulam com a água das chuvas.

“Uma parcela deste trabalho de mobilização, prevenção e controle é de responsabilidade do setor público, que tem atuado diariamente na eliminação dos focos, larvas e mosquitos. Porém, a prevenção também deve ser feita pela população, pois cerca de 80% dos criadouros estão dentro dos imóveis. Além de abrir as portas para os agentes de combate a endemias fazerem o trabalho, existem medidas simples feitas nas casas pelos moradores para eliminar os focos de água parada que são eficazes, contribuindo, de forma decisiva, para combater o mosquito, para, assim, evitar a dengue, zika e Chikungunya”, reforça o coordenador.

Mutirões

Além do Conjunto Ceará, também haverá intensificação das ações no Quintinho Cunha e Paupina.

Na Paupina, estão previstas aproximadamente 500 visitas, entre imóveis residenciais e comerciais. Na ocasião, também será realizada a Operação Quintal Limpo, na qual os agentes irão distribuir sacos plásticos vazios para recolhimento de materiais inservíveis e, no dia seguinte, o lixo acumulado pela população será recolhido pelo caminhão de coleta da Regional.

Nas visitas, os profissionais vão orientar sobre a vedação correta das caixas d’águas, os cuidados com possíveis criadouros e a importância do descarte correto dos itens de grande porte, a exemplo de móveis, sofás, colchões velhos, pneus, entre outras ações que podem prevenir a proliferação do mosquito.

Já na sexta-feira (18/02), a ação acontece no bairro Montese (Regional 4), com visitas educativas e de tratamento focal.

Operação Inverno

Na Operação Inverno, além dos mutirões, diversas outras ações são intensificadas, como as visitas domiciliares pelos Agentes de Endemias, inspeções em locais estratégicos e de grande fluxo de pessoas, além de levantamentos epidemiológicos. Cerca de 50 bairros serão contemplados até o fim de fevereiro, com visita a mais de 490 mil imóveis.