28 de março de 2013 em Saúde

Prefeitura reduz número de macas nos corredores do IJF em 37,76%

As medidas adotadas asseguram melhor atendimento durante Semana Santa


No feriado, destacam-se os casos de violência no trânsito associados ao uso de álcool (Foto: Mauri Melo)

A Prefeitura Municipal de Fortaleza conseguiu reduzir em 37,76% o número de macas nos corredores do Instituto Doutor José Frota, o que garante melhores condições de atendimento durante o feriado da Semana Santa. O hospital, que é referência no atendimento de emergência no Ceará, ainda vai oferecer, na retaguarda, um quantitativo de 40 leitos no Pronto Socorro dos Acidentados, 40 leitos no Hospital da Mulher, 10 leitos na Santa Casa de Misericórdia, 20 leitos no Hospital Fernandes Távora e mais 20 no Hospital Batista. Todas essas unidades que oferecem leitos de retaguarda para o IJF realizam cirurgias de média complexidade em traumato-ortopedia, cirurgias bucomaxilofaciais e internação clínica neurológica.


Isso foi possível graças à reativação de convênios com unidades públicas e conveniadas, o que permitiu ao IJF reduzir o número de macas nos corredores em 37,76%. O hospital, que registrava em média 98 pacientes nos corredores, chegou a ter, no último dia 20 de março, 105 pacientes em macas. Com as medidas adotadas pela nova direção, o IJF conseguiu reduzir para uma média de 61 pacientes por dia, tendo chegado a 54 macas no dia 22 de março. Além disso, segundo o superintendente do IJF, Walter Frota, para o período da Semana Santa, “todos os insumos estão garantidos e a escala de profissionais está completa para o atendimento no feriadão”.

A Semana Santa registra, tradicionalmente, um dos maiores índices de atendimento no IJF. Em 2011, foram 963 atendimentos. Em 2012, foram atendidas 991 pessoas, destacando-se os casos de violência no trânsito associados ao uso de álcool. Contando com um dia a mais no feriado, o carnaval de 2011 somou 1.480 atendimentos e o de 2012, 1.205. Em 2011, foram registradas 33 vítimas de agressões físicas, 27 de lesões por arma branca, 19 por arma de fogo somando um total de 79 casos. Comparado com o mesmo período de 2012, houve um aumento de 22,66% no número de atendimentos, quando foram assistidas 15 vítimas de lesões por arma branca, 31 por arma de fogo e 46 de agressões físicas. Também chegaram ao hospital 64 vítimas de quedas da própria altura, 37 vítimas de queimaduras, 19 de picadas de animais peçonhentos e 41 engasgos, o que dá um total de 92 casos.

Prefeitura reduz número de macas nos corredores do IJF em 37,76%

As medidas adotadas asseguram melhor atendimento durante Semana Santa

No feriado, destacam-se os casos de violência no trânsito associados ao uso de álcool (Foto: Mauri Melo)

A Prefeitura Municipal de Fortaleza conseguiu reduzir em 37,76% o número de macas nos corredores do Instituto Doutor José Frota, o que garante melhores condições de atendimento durante o feriado da Semana Santa. O hospital, que é referência no atendimento de emergência no Ceará, ainda vai oferecer, na retaguarda, um quantitativo de 40 leitos no Pronto Socorro dos Acidentados, 40 leitos no Hospital da Mulher, 10 leitos na Santa Casa de Misericórdia, 20 leitos no Hospital Fernandes Távora e mais 20 no Hospital Batista. Todas essas unidades que oferecem leitos de retaguarda para o IJF realizam cirurgias de média complexidade em traumato-ortopedia, cirurgias bucomaxilofaciais e internação clínica neurológica.


Isso foi possível graças à reativação de convênios com unidades públicas e conveniadas, o que permitiu ao IJF reduzir o número de macas nos corredores em 37,76%. O hospital, que registrava em média 98 pacientes nos corredores, chegou a ter, no último dia 20 de março, 105 pacientes em macas. Com as medidas adotadas pela nova direção, o IJF conseguiu reduzir para uma média de 61 pacientes por dia, tendo chegado a 54 macas no dia 22 de março. Além disso, segundo o superintendente do IJF, Walter Frota, para o período da Semana Santa, “todos os insumos estão garantidos e a escala de profissionais está completa para o atendimento no feriadão”.

A Semana Santa registra, tradicionalmente, um dos maiores índices de atendimento no IJF. Em 2011, foram 963 atendimentos. Em 2012, foram atendidas 991 pessoas, destacando-se os casos de violência no trânsito associados ao uso de álcool. Contando com um dia a mais no feriado, o carnaval de 2011 somou 1.480 atendimentos e o de 2012, 1.205. Em 2011, foram registradas 33 vítimas de agressões físicas, 27 de lesões por arma branca, 19 por arma de fogo somando um total de 79 casos. Comparado com o mesmo período de 2012, houve um aumento de 22,66% no número de atendimentos, quando foram assistidas 15 vítimas de lesões por arma branca, 31 por arma de fogo e 46 de agressões físicas. Também chegaram ao hospital 64 vítimas de quedas da própria altura, 37 vítimas de queimaduras, 19 de picadas de animais peçonhentos e 41 engasgos, o que dá um total de 92 casos.