09 de maio de 2014 em Gestão

Professores e coordenadores pedagógicos são capacitados no projeto ‘Jogo Elos’

Projeto é uma proposta lúdica realizada nas atividades escolares para alunos de 7 a 10 anos


Durante todo a sexta-feira (9/5) foram exibidos vídeos com a aplicação do Jogo Elos e suas formas de interação

A formação do projeto “Jogo Elos – Construindo Coletivos” teve início nesta sexta-feira (9/5) com os professores e coordenadores pedagógicos das escolas municipais Professor Monteiro de Moraes e João Hipolyto de Azevedo com o objetivo de torná-los implementadores no conteúdo do Jogo Elos e aptos na aplicação dentro da sala de aula. O Jogo Elos consiste em uma proposta lúdica realizada nas atividades escolares, sendo uma estratégia de mediação das relações em sala de aula, voltados para alunos na faixa etária de 7 a 10 anos do Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano).

Durante todo o dia, a multiplicadora do Ministério da Saúde, Aline Garcia, expôs o conteúdo e a metodologia do Programa, por meio de recursos audiovisuais e utilizando dinâmicas interativas. Um vídeo com a aplicação do Jogo Elos foi exibido e os elementos principais da interação também foram apresentados aos presentes. Os participantes ainda receberam o Manual do Educador.

Segundo a multiplicadora Aline, o jogo além de facilitar as atividades propostas na sala de aula, melhora no relacionamento educando-educador, possibilitando o retardo ao uso de drogas, e também em outros aspectos da vida. “A intenção do programa não é chegar nos alunos dessa faixa etária e explicar o que são, causas e efeitos das drogas, o jogo Elos atua em questões anteriores ao uso”, frisa.

Na ocasião, a coordenadora do núcleo de Formação da Coordenadoria de Políticas sobre Drogas, Ozanira Aquino, reforçou a contribuição do projeto para um ambiente harmônico entre os alunos e os professores, promovendo atividades participativas e colaborativas que irão ajudar na construção de coletivos democráticos, favorecendo a aprendizagem. “O jogo segue quatro regras de convivência que vão edificar o autoconhecimento, autocontrole, autonomia, empatia, escuta, oralidade e tolerância dentro da sala de aula, além de fortalecer os fatores protetores na prevenção ao uso de drogas”, explica.

A professora Maria de Fátima Correia se mostrou muito contente com o início da aplicação. “A metodologia é muito boa, pois trabalha com o lúdico e o trabalho em equipe, vai colaborar em muitos aspectos no ensino aprendizado”, pontuou. Na próxima sexta-feira, 16/5, o segundo e último dia da formação será finalizado com o aprofundamento da aplicação do jogo.

A sistematização das ações propostas no projeto, advém de um processo de amadurecimento e adaptação transcultural do programa à realidade brasileira, tendo em vista, pesquisas internacionais realizadas em outros países. O projeto é pré-piloto e foi adaptado pela Coordenação Nacional de Saúde Mental do Ministério da Saúde, em parceira com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNDOC). Está sendo supervisionado pela CPDrogas e Secretaria Municipal de Educação (SME).

Fortalecendo Famílias         
Do dia 12 a 14 de maio/2014, a Prefeitura de Fortaleza dará início a formação do projeto “Fortalecendo Famílias” que também faz parte do programa de prevenção ao uso de álcool, tabaco e outras drogas nas escolas e comunidades. É uma proposta de intervenção com os familiares de crianças e adolescentes entre 10 a 14 anos com o objetivo de reduzir os fatores de risco ao uso e abuso de substâncias, construir ou fortalecer os vínculos familiares. A formação será com profissionais de referência de seis unidades dos CRAS da Secretaria de Trabalho, Desenvolvimento Social e Combate à Fome (Setra) e da Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos (SCDH), no auditório do gabinete do Vice-Prefeito, das 9h às 17h.

Professores e coordenadores pedagógicos são capacitados no projeto ‘Jogo Elos’

Projeto é uma proposta lúdica realizada nas atividades escolares para alunos de 7 a 10 anos

Durante todo a sexta-feira (9/5) foram exibidos vídeos com a aplicação do Jogo Elos e suas formas de interação

A formação do projeto “Jogo Elos – Construindo Coletivos” teve início nesta sexta-feira (9/5) com os professores e coordenadores pedagógicos das escolas municipais Professor Monteiro de Moraes e João Hipolyto de Azevedo com o objetivo de torná-los implementadores no conteúdo do Jogo Elos e aptos na aplicação dentro da sala de aula. O Jogo Elos consiste em uma proposta lúdica realizada nas atividades escolares, sendo uma estratégia de mediação das relações em sala de aula, voltados para alunos na faixa etária de 7 a 10 anos do Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano).

Durante todo o dia, a multiplicadora do Ministério da Saúde, Aline Garcia, expôs o conteúdo e a metodologia do Programa, por meio de recursos audiovisuais e utilizando dinâmicas interativas. Um vídeo com a aplicação do Jogo Elos foi exibido e os elementos principais da interação também foram apresentados aos presentes. Os participantes ainda receberam o Manual do Educador.

Segundo a multiplicadora Aline, o jogo além de facilitar as atividades propostas na sala de aula, melhora no relacionamento educando-educador, possibilitando o retardo ao uso de drogas, e também em outros aspectos da vida. “A intenção do programa não é chegar nos alunos dessa faixa etária e explicar o que são, causas e efeitos das drogas, o jogo Elos atua em questões anteriores ao uso”, frisa.

Na ocasião, a coordenadora do núcleo de Formação da Coordenadoria de Políticas sobre Drogas, Ozanira Aquino, reforçou a contribuição do projeto para um ambiente harmônico entre os alunos e os professores, promovendo atividades participativas e colaborativas que irão ajudar na construção de coletivos democráticos, favorecendo a aprendizagem. “O jogo segue quatro regras de convivência que vão edificar o autoconhecimento, autocontrole, autonomia, empatia, escuta, oralidade e tolerância dentro da sala de aula, além de fortalecer os fatores protetores na prevenção ao uso de drogas”, explica.

A professora Maria de Fátima Correia se mostrou muito contente com o início da aplicação. “A metodologia é muito boa, pois trabalha com o lúdico e o trabalho em equipe, vai colaborar em muitos aspectos no ensino aprendizado”, pontuou. Na próxima sexta-feira, 16/5, o segundo e último dia da formação será finalizado com o aprofundamento da aplicação do jogo.

A sistematização das ações propostas no projeto, advém de um processo de amadurecimento e adaptação transcultural do programa à realidade brasileira, tendo em vista, pesquisas internacionais realizadas em outros países. O projeto é pré-piloto e foi adaptado pela Coordenação Nacional de Saúde Mental do Ministério da Saúde, em parceira com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNDOC). Está sendo supervisionado pela CPDrogas e Secretaria Municipal de Educação (SME).

Fortalecendo Famílias         
Do dia 12 a 14 de maio/2014, a Prefeitura de Fortaleza dará início a formação do projeto “Fortalecendo Famílias” que também faz parte do programa de prevenção ao uso de álcool, tabaco e outras drogas nas escolas e comunidades. É uma proposta de intervenção com os familiares de crianças e adolescentes entre 10 a 14 anos com o objetivo de reduzir os fatores de risco ao uso e abuso de substâncias, construir ou fortalecer os vínculos familiares. A formação será com profissionais de referência de seis unidades dos CRAS da Secretaria de Trabalho, Desenvolvimento Social e Combate à Fome (Setra) e da Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos (SCDH), no auditório do gabinete do Vice-Prefeito, das 9h às 17h.

Sme