01 de julho de 2022 em Habitação

Secretaria do Desenvolvimento Habitacional leva trabalho social para o residencial Santo Agostinho

As atividades iniciaram em junho e devem se estender até dezembro


As técnicas sociais atendem os moradores
Nos primeiros dias de atividades, se destacaram o plantão social e orientações na área da saúde

A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) iniciou as ações do trabalho social junto a famílias que moram no residencial Santo Agostinho, localizado na Barra do Ceará (Regional 1). Nos primeiros dias de atividades, se destacaram o plantão social e orientações na área da saúde.

Dentre os atendimentos, a assistente social Mirela Fiúza, que acompanha as ações no residencial juntamente com a pedagoga Elaine Honorato, ressaltou orientações para o acesso a aplicativos de saúde, principalmente o Mais Saúde da Prefeitura de Fortaleza, além de encaminhamentos para consulta e exames.

O trabalho social também vem focando suas ações na organização social do empreendimento. “Com essas atividades, vamos proporcionando iniciativas de administração condominial e a consequente autogestão da comunidade. Também vamos levar oportunidades de conhecimentos, um pouco sobre educação ambiental e patrimonial, além de noções acerca da convivência em coletivo e bem-estar social”, observou a profissional.

Ela lembrou que eles terão acesso a formação dentro do eixo do desenvolvimento socioeconômico. “A questão do empreendedorismo também fará parte das atividades, pois muitos já têm habilidades ou os seus próprios negócios e com o eixo do desenvolvimento socioeconômico, eles vão se capacitar e se qualificar, ou seja, cada eixo que vamos trabalhar tem importância para essa população”, afirmou Mirela Fiúza.

Mais

O conjunto habitacional Santo Agostinho é formado por 232 unidades habitacionais e os moradores já participaram de encontros de apresentação do trabalho social, nos quais a meta de 50% de participação foi atingida.

 

Secretaria do Desenvolvimento Habitacional leva trabalho social para o residencial Santo Agostinho

As atividades iniciaram em junho e devem se estender até dezembro

As técnicas sociais atendem os moradores
Nos primeiros dias de atividades, se destacaram o plantão social e orientações na área da saúde

A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) iniciou as ações do trabalho social junto a famílias que moram no residencial Santo Agostinho, localizado na Barra do Ceará (Regional 1). Nos primeiros dias de atividades, se destacaram o plantão social e orientações na área da saúde.

Dentre os atendimentos, a assistente social Mirela Fiúza, que acompanha as ações no residencial juntamente com a pedagoga Elaine Honorato, ressaltou orientações para o acesso a aplicativos de saúde, principalmente o Mais Saúde da Prefeitura de Fortaleza, além de encaminhamentos para consulta e exames.

O trabalho social também vem focando suas ações na organização social do empreendimento. “Com essas atividades, vamos proporcionando iniciativas de administração condominial e a consequente autogestão da comunidade. Também vamos levar oportunidades de conhecimentos, um pouco sobre educação ambiental e patrimonial, além de noções acerca da convivência em coletivo e bem-estar social”, observou a profissional.

Ela lembrou que eles terão acesso a formação dentro do eixo do desenvolvimento socioeconômico. “A questão do empreendedorismo também fará parte das atividades, pois muitos já têm habilidades ou os seus próprios negócios e com o eixo do desenvolvimento socioeconômico, eles vão se capacitar e se qualificar, ou seja, cada eixo que vamos trabalhar tem importância para essa população”, afirmou Mirela Fiúza.

Mais

O conjunto habitacional Santo Agostinho é formado por 232 unidades habitacionais e os moradores já participaram de encontros de apresentação do trabalho social, nos quais a meta de 50% de participação foi atingida.