07 de agosto de 2013 em Saúde

Semana Mundial da Amamentação encerra atividades com “Mamaço”


Durante o mamaço, as mães também foram orientadas sobre a importância da doação de leite

Para encerrar as atividades da Semana Mundial da Amamentação, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promoveu, na manhã de hoje (7/8), um encontro de mães e bebês, intitulado de “mamaço”, com objetivo de reforçar a importância do aleitamento materno.

Cerca de 50 mães participaram do evento, que foi realizado pelo posto de saúde Irmã Hercília, no bairro São João do Tauape. Os profissionais organizaram uma manhã com palestras, dinâmicas, aplicação da shantala (método de massagem especialmente desenvolvido para o bebê), distribuição de brindes e ofereceram um café-da-manhã para os presentes. Na oportunidade, eles também contaram com a participação de técnicos do banco de leite do Albert Sabin, que contribuíram com as orientações prestadas para as mães e falaram sobre a importância da doação de leite.

A Agente Comunitária de Saúde (ACS), Adriana Oliveira de Sena, enfatiza que a promoção de campanhas desse tipo é um instrumento a mais para que elas trabalhem a temática do aleitamento: “a gente ensina, ainda no pré-natal, como deve ser feita a amamentação. A campanha é um alerta a mais para que as gestantes percebam o quanto isso é importante”, destaca.

Luziana Ribeiro, moradora do São João do Tauape, teve a sua primeira filha há três meses. Ela considera que os esclarecimentos sobre a amamentação são fundamentais para preparar as mães para esse momento: “existem ainda muitos mitos em relação à amamentação e aos primeiros problemas que podemos ter na hora de dar de mamar. A gente aprende que amamentar deixa o bebê e a mãe mais saudáveis. No início dói, mas depois da primeira semana, torna-se prazeroso. Amamentar é questão de dedicação e amor, porque o bebê mama na hora que ele quiser, quantas vezes quiser. Eu aconselho todas as mães a darem de mamar”.

A enfermeira e coordenadora do posto Irmã Hercília, Maria Eli Lima, ressalta que o leite materno traz vários benefícios e é o alimento ideal para o bebê: “o aleitamento materno deve ser exclusivo até os seis meses de vida. Ele tem água, gordura, minerais, proteínas. O leite humano é completo e perfeito. Nesse período não deve ser dado nem água para o bebê”, conclui.

A SMS também promoveu o “mamaço” no Gonzaguinha de Messejana, com diversas atividades.


  

 

Semana Mundial da Amamentação encerra atividades com “Mamaço”

Durante o mamaço, as mães também foram orientadas sobre a importância da doação de leite

Para encerrar as atividades da Semana Mundial da Amamentação, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promoveu, na manhã de hoje (7/8), um encontro de mães e bebês, intitulado de “mamaço”, com objetivo de reforçar a importância do aleitamento materno.

Cerca de 50 mães participaram do evento, que foi realizado pelo posto de saúde Irmã Hercília, no bairro São João do Tauape. Os profissionais organizaram uma manhã com palestras, dinâmicas, aplicação da shantala (método de massagem especialmente desenvolvido para o bebê), distribuição de brindes e ofereceram um café-da-manhã para os presentes. Na oportunidade, eles também contaram com a participação de técnicos do banco de leite do Albert Sabin, que contribuíram com as orientações prestadas para as mães e falaram sobre a importância da doação de leite.

A Agente Comunitária de Saúde (ACS), Adriana Oliveira de Sena, enfatiza que a promoção de campanhas desse tipo é um instrumento a mais para que elas trabalhem a temática do aleitamento: “a gente ensina, ainda no pré-natal, como deve ser feita a amamentação. A campanha é um alerta a mais para que as gestantes percebam o quanto isso é importante”, destaca.

Luziana Ribeiro, moradora do São João do Tauape, teve a sua primeira filha há três meses. Ela considera que os esclarecimentos sobre a amamentação são fundamentais para preparar as mães para esse momento: “existem ainda muitos mitos em relação à amamentação e aos primeiros problemas que podemos ter na hora de dar de mamar. A gente aprende que amamentar deixa o bebê e a mãe mais saudáveis. No início dói, mas depois da primeira semana, torna-se prazeroso. Amamentar é questão de dedicação e amor, porque o bebê mama na hora que ele quiser, quantas vezes quiser. Eu aconselho todas as mães a darem de mamar”.

A enfermeira e coordenadora do posto Irmã Hercília, Maria Eli Lima, ressalta que o leite materno traz vários benefícios e é o alimento ideal para o bebê: “o aleitamento materno deve ser exclusivo até os seis meses de vida. Ele tem água, gordura, minerais, proteínas. O leite humano é completo e perfeito. Nesse período não deve ser dado nem água para o bebê”, conclui.

A SMS também promoveu o “mamaço” no Gonzaguinha de Messejana, com diversas atividades.