25 de novembro de 2021 em Habitação

Trabalho social leva serviços para o Novo Jardim Castelão

Mais de 100 atendimentos foram realizados junto às famílias nesta quarta-feira (24/11)


Rapaz faz atendimento de uma moradora
Moradores tiveram acesso a serviços como emissão de documentos

A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) realizou ações vinculadas ao trabalho social no residencial Novo Jardim Castelão, no Passaré (Regional 8). As atividades permitiram aos moradores acessar serviços e políticas sociais ofertados pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), Secretaria Municpal dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), Senac e Enel.

Os órgãos municipais levaram chances de empregos e serviços de emissão de documentos, enquanto o Senac apresentou o Balcão de Oportunidades para o mercado de trabalho e a Enel realizou negociação de dívidas e inclusão de famílias no programa de tarifa social de baixa renda.

De acordo com a assistente social, Mirela Fiúza, mais de 100 atendimentos foram realizados, nesta quarta-feira (24/11). “A nossa proposta era identificar e socializar as ofertas de serviços para essas famílias, com a participação do máximo de órgãos e entidades”.

O residencial Novo Jardim Castelão reúne mais de 800 famílias e, além do trabalho social, o local está no radar de outras ações da política habitacional da Prefeitura de Fortaleza.

Trabalho social leva serviços para o Novo Jardim Castelão

Mais de 100 atendimentos foram realizados junto às famílias nesta quarta-feira (24/11)

Rapaz faz atendimento de uma moradora
Moradores tiveram acesso a serviços como emissão de documentos

A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) realizou ações vinculadas ao trabalho social no residencial Novo Jardim Castelão, no Passaré (Regional 8). As atividades permitiram aos moradores acessar serviços e políticas sociais ofertados pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), Secretaria Municpal dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), Senac e Enel.

Os órgãos municipais levaram chances de empregos e serviços de emissão de documentos, enquanto o Senac apresentou o Balcão de Oportunidades para o mercado de trabalho e a Enel realizou negociação de dívidas e inclusão de famílias no programa de tarifa social de baixa renda.

De acordo com a assistente social, Mirela Fiúza, mais de 100 atendimentos foram realizados, nesta quarta-feira (24/11). “A nossa proposta era identificar e socializar as ofertas de serviços para essas famílias, com a participação do máximo de órgãos e entidades”.

O residencial Novo Jardim Castelão reúne mais de 800 famílias e, além do trabalho social, o local está no radar de outras ações da política habitacional da Prefeitura de Fortaleza.