13 de junho de 2022 em Habitação

Trabalho social no residencial Santo Agostinho é retomado pela Habitafor

As atividades estão distribuídas nos eixos de mobilização, meio ambiente e socioeconomia


A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) retoma, neste mês de junho, o trabalho social no residencial Santo Agostinho, localizado na Barra do Ceará (Regional 1). As ações serão desenvolvidas pelos próximos seis e devem proporcionar mais de 70 atividades para as 232 famílias que residem no local.

Assim como nos demais residenciais entregues pela política habitacional, os moradores do Santo Agostinho serão contemplados com ações de mobilização, organização e gestão social, de educação ambiental e patrimonial e de desenvolvimento socioeconômico.

Dentro das ações de mobilização, organização e gestão social estão previstos plantões sociais, visitas domiciliares e consolidação das comissões de representativas de blocos. No eixo de educação ambiental e patrimonial, as famílias terão acesso a palestras sobre o uso consciente de água e energia elétrica, cuidados com o lixo, além da conscientização acerca de doenças, como gripe, sarampo e covid-19. Já no campo do desenvolvimento socioeconômico, os moradores terão cursos profissionalizantes nas áreas de informática, gastronomia e estética, bem como oficinas sobre planejamento e orçamento familiar.

Para a coordenadora de Programas Sociais da Habitafor, Andréa Cialdini, o retorno do trabalho social para o empreendimento efetiva mais um direito daquelas famílias. “A retomada do trabalho social no residencial Santo Agostinho, além de cumprir os requisitos da política de habitação de interesse social, atende também a uma expectativa dos moradores que sempre solicitavam o retorno dessas atividades tão importantes para organização do condomínio, preservação do patrimônio e, principalmente, para a oferta de cursos profissionalizantes”.

Trabalho social no residencial Santo Agostinho é retomado pela Habitafor

As atividades estão distribuídas nos eixos de mobilização, meio ambiente e socioeconomia

A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) retoma, neste mês de junho, o trabalho social no residencial Santo Agostinho, localizado na Barra do Ceará (Regional 1). As ações serão desenvolvidas pelos próximos seis e devem proporcionar mais de 70 atividades para as 232 famílias que residem no local.

Assim como nos demais residenciais entregues pela política habitacional, os moradores do Santo Agostinho serão contemplados com ações de mobilização, organização e gestão social, de educação ambiental e patrimonial e de desenvolvimento socioeconômico.

Dentro das ações de mobilização, organização e gestão social estão previstos plantões sociais, visitas domiciliares e consolidação das comissões de representativas de blocos. No eixo de educação ambiental e patrimonial, as famílias terão acesso a palestras sobre o uso consciente de água e energia elétrica, cuidados com o lixo, além da conscientização acerca de doenças, como gripe, sarampo e covid-19. Já no campo do desenvolvimento socioeconômico, os moradores terão cursos profissionalizantes nas áreas de informática, gastronomia e estética, bem como oficinas sobre planejamento e orçamento familiar.

Para a coordenadora de Programas Sociais da Habitafor, Andréa Cialdini, o retorno do trabalho social para o empreendimento efetiva mais um direito daquelas famílias. “A retomada do trabalho social no residencial Santo Agostinho, além de cumprir os requisitos da política de habitação de interesse social, atende também a uma expectativa dos moradores que sempre solicitavam o retorno dessas atividades tão importantes para organização do condomínio, preservação do patrimônio e, principalmente, para a oferta de cursos profissionalizantes”.