27 de julho de 2022 em Mobilidade

Ação educativa da AMC alerta sobre os riscos de beber e dirigir

Durante a abordagem, intitulada AMC nos Bares, educadores de trânsito disponibilizarão óculos que simulam os efeitos do álcool no organismo


aparelho etilômetro
De janeiro a junho deste ano, o órgão realizou 17.984 testes de etilômetro (Foto: Kiko Silva)

No intuito de conscientizar a população sobre os riscos de beber e dirigir, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) realiza ação educativa no Carneiro do Ordones, na Varjota, a partir de 20h desta quinta-feira (28/07). O objetivo é alertar os condutores quanto à importância de um tráfego seguro, incentivando o respeito às normas de circulação viária.

Durante a abordagem, intitulada AMC nos Bares, educadores de trânsito disponibilizarão aos frequentadores do restaurante óculos que simulam os efeitos do álcool no organismo para mostrar que uma pessoa alcoolizada tem comprometidos o tempo de reação, a coordenação motora e a percepção de espaço.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), um condutor que desrespeita a lei com um copo de cerveja tem três vezes mais chances de morrer em um acidente do que um condutor sóbrio. A ingestão de bebida alcoólica interfere nos reflexos, dificulta a concentração e diminui a atenção, tornando a direção veicular insegura. 

Balanço da Operação Lei Seca

De janeiro a junho deste ano, o órgão realizou 17.984 testes de etilômetro. 822 motoristas recusaram se submeter ao exame - o que é indício de consumo - e 291 deram positivo.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), um condutor que desrespeita a lei com um copo de cerveja tem três vezes mais chance de morrer em um sinistro do que um motorista sóbrio. O álcool torna os reflexos mais lentos, diminui a vigilância e reduz a capacidade visual, o que contribui para acidentes com alto índice de severidade.

Legislação

Como a tolerância ao álcool é zero no Brasil, o condutor de veículos automotores não pode ingerir nenhuma quantidade de bebidas alcoólicas. O teste de etilômetro é expresso em miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões (mg/l). A infração é considerada gravíssima com resultado inferior a 0,3 mg/l, aplicação de multa multiplicada por 10 (R$ 2.934,70) e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação, além da suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Em caso de recusa do teste de alcoolemia, se repetem as sanções acima. Já o resultado superior a 0,3 mg/l é crime de trânsito. Além das sanções já descritas, o motorista é conduzido à delegacia, onde a autoridade policial decidirá as medidas legais a serem adotadas. Em todos estes casos, o condutor tem o veículo retido para apresentação de outro motorista habilitado e, caso contrário, poderá ter o veículo removido.

Serviço
AMC nos Bares
Data: Quinta-feira (28/07)
Horário: 20h
Local: Carneiro do Ordones (Rua Frederico Borges, 368 - Varjota)

Ação educativa da AMC alerta sobre os riscos de beber e dirigir

Durante a abordagem, intitulada AMC nos Bares, educadores de trânsito disponibilizarão óculos que simulam os efeitos do álcool no organismo

aparelho etilômetro
De janeiro a junho deste ano, o órgão realizou 17.984 testes de etilômetro (Foto: Kiko Silva)

No intuito de conscientizar a população sobre os riscos de beber e dirigir, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) realiza ação educativa no Carneiro do Ordones, na Varjota, a partir de 20h desta quinta-feira (28/07). O objetivo é alertar os condutores quanto à importância de um tráfego seguro, incentivando o respeito às normas de circulação viária.

Durante a abordagem, intitulada AMC nos Bares, educadores de trânsito disponibilizarão aos frequentadores do restaurante óculos que simulam os efeitos do álcool no organismo para mostrar que uma pessoa alcoolizada tem comprometidos o tempo de reação, a coordenação motora e a percepção de espaço.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), um condutor que desrespeita a lei com um copo de cerveja tem três vezes mais chances de morrer em um acidente do que um condutor sóbrio. A ingestão de bebida alcoólica interfere nos reflexos, dificulta a concentração e diminui a atenção, tornando a direção veicular insegura. 

Balanço da Operação Lei Seca

De janeiro a junho deste ano, o órgão realizou 17.984 testes de etilômetro. 822 motoristas recusaram se submeter ao exame - o que é indício de consumo - e 291 deram positivo.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), um condutor que desrespeita a lei com um copo de cerveja tem três vezes mais chance de morrer em um sinistro do que um motorista sóbrio. O álcool torna os reflexos mais lentos, diminui a vigilância e reduz a capacidade visual, o que contribui para acidentes com alto índice de severidade.

Legislação

Como a tolerância ao álcool é zero no Brasil, o condutor de veículos automotores não pode ingerir nenhuma quantidade de bebidas alcoólicas. O teste de etilômetro é expresso em miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões (mg/l). A infração é considerada gravíssima com resultado inferior a 0,3 mg/l, aplicação de multa multiplicada por 10 (R$ 2.934,70) e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação, além da suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Em caso de recusa do teste de alcoolemia, se repetem as sanções acima. Já o resultado superior a 0,3 mg/l é crime de trânsito. Além das sanções já descritas, o motorista é conduzido à delegacia, onde a autoridade policial decidirá as medidas legais a serem adotadas. Em todos estes casos, o condutor tem o veículo retido para apresentação de outro motorista habilitado e, caso contrário, poderá ter o veículo removido.

Serviço
AMC nos Bares
Data: Quinta-feira (28/07)
Horário: 20h
Local: Carneiro do Ordones (Rua Frederico Borges, 368 - Varjota)